Capítulo 22

8.5K 1.1K 635
                                    

— eu estou dizendo, minha amiga Kiara foi quem me convidou. Eu só estou atrasada — reclamei com o segurança que proibiu minha passagem.

Eu demorei demais para encontrar um vestido - acabei vindo com uma preto aveludado simples, mas que me deixa hiper gostosa - então Kiara precisou vir na frente com a família e eu fiquei de vir depois, o lance é que eu vim andando lá da minha casa já que John B ou qualquer outra pessoa se encontrava disponível pra me oferecer uma carona.

Eu já não gosto de festa, se eu tenho que me esforçar pra chegar nela então.

— ela está com a gente — merda, merda, merda — não é Rafe?— Ward olhou na direção do filho que vinha um pouco atrás com seus fiéis seguidores.

— é claro que está — Rose Cameron olhou desconfiada para o filho e respondeu por ele quando viu que ele não o faria.

O segurança deu espaço para que a família passasse, o senhor Cameron fez um gesto para que eu passasse na frente, agradeço em um gesto silencioso.

— temos uma das melhores mesas, pode se juntar a nós — o homem voltou a falar comigo antes que eu pudesse fugir.

— muito gentil, mas eu não quero atrapalhar. Combinei com uma amiga — respondi ainda tentando ser gentil.

— vamos Rafe, faça alguma coisa dessa vez e diga para a sua namorada que ela deve se sentar com a gente.

Esse homem é podre.

— não é minha namorada — Rafe disse quando os amigos se distanciaram para dar espaço a família.

Ward deu risada e eu vi Rafe fechar o punho com raiva.

— nem mesmo isso você pode fazer direito — o homem disse e eu me segurei para não revirar os olhos.

— na verdade não temos um nome para o que somos, por isso Rafe não me apresenta como sua namorada — não me segurei em salvar a pele do garoto — não é, meu bem?

Wheezie fez careta ao lado do garoto quando eu segurei sua mão e entrelacei nossos dedos.

— é exatamente isso — Rafe apertou seus dedos junto aos meus e virou o rosto na minha direção, evitei seu olhar sorrindo para sua família.

— eu preciso ver a minha amiga, mas faço questão de me juntar a vocês uma outra hora — deixei um sorriso simpático antes de praticamente correr dali indo até o bar onde Pope prepara as bebidas — eu preciso de algo muito forte — pedi a ele.

— olha só você, parece até uma kook — ele zombou antes de colocar em minha frente um copo de champanhe.

— Isso é a sua bebida mais forte?— olhei para a taça fazendo uma careta.

— é bebida de kook — sorriu e eu neguei tomando um pequeno gole do líquido caro e borbulhante.

— eu estava procurando você — Kiara me assustou ao chegar de surpresa — JJ está aqui, eu pensei que não iam deixar você entrar.

— não deixaram, agora a qualquer momento eu preciso me juntar com os Cameron. Por algum motivo Ward Cameron está no meu pé, eu já disse que vou pagar.

— olha pra eles Naya, nem tudo é sobre dinheiro — Pope chamou a minha atenção — isso é o que eles mais tem.

— está dizendo que ele pode precisar de algo que eu tenho?— quase dei risada — a não ser que ele queira cobrir as dividas de minha família está com azar, eu não tenho nada para agregar.

— a não ser a sua perspicácia em arrancar a verdade das pessoas — JJ colocou a bandeja com copos vazios sobre o balcão.

— seja lá o que for, só toma cuidado — Kiara disse apoiando uma de suas mãos nas minhas costas — essas pessoas são perigosas.

Opostos - Rafe CameronOnde as histórias ganham vida. Descobre agora