Capítulo 53

6.4K 975 363
                                    

Eu estava surtando internamente, meu pai entrou em um barco e não voltou para casa, John B entrou em um barco e não voltou para casa.

As pessoas estão partindo, uma de cada vez com um pedaço de quem eu sou.

— Ei, estava indo encontrar você agora — Dei um sorriso para Rafe, ele tem estado distante desde o desaparecimento de Sarah.

Não deve estar sendo fácil para ele e a família.

Além de eu querer contar sobre o que descobri sobre mim para uma pessoa que realmente conhece os Thornton também gostaria de deixar o meu apoio.

— Tá fazendo o que aqui?

Rafe perguntou estranhando a minha visita repentina.

— Vim ver como você está, não deveria?

Rafe olhou para trás como se esperasse alguém e depois segurou meu rosto me dando um beijo rápido.

— Eu preciso fazer algo com o meu pai, não posso ficar com você agora.

Segurei sua mão sentindo um pouco de nervosismo de sua parte.

— Posso esperar se você quiser, a gente faz algo juntos quando você voltar.

— Pode ficar com a Wheezie? Depois que a Sarah — Não completou a frase — Ela tá sozinha e a minha família não é bem do tipo que cuida uns dos outros.

Balancei a cabeça concordando.

— Claro que posso, Wheezie e eu temos muito o que discutir sobre o fim de rei perverso e ela tem um computador o que pode me ser útil para conseguir um passaporte.

Ward Cameron saiu da mansão todo sorridente, sorridente demais para quem perdeu a filha.

— Naya, a quanto tempo — Ele me comprimentou — Infelizmente preciso que Rafe me ajude em algo hoje, mas tenho certeza que você entende.

— É claro que sim — Concordei sentindo a mão de Rafe apertar um pouco a minha — Vou fazer companhia para Wheezie enquanto o espero voltar.

Porque ele vai voltar, não é?

Não sei porque, mas eu acabo de ter uma sensação semelhante a que sinto sempre que JJ vai para casa.

Como se Ward Cameron fosse um perigo para cada um de seus filhos.

Opostos - Rafe CameronOnde as histórias ganham vida. Descobre agora