Capítulo 35

8.6K 1.1K 1K
                                    

— Sentindo falta de um livro?

Não precisei me virar para saber que era o Pope ao meu lado.

Ele ainda me causa aquele leve arrepio, aquela sensação boa.

— Por incrível que pareça, não — Eu respondi ainda olhando para a lua redonda que ilumina a noite.

— Eu quero pedir desculpa, não posso falar por todos, mas eu quero pedir desculpas — Virei meu rosto podendo encarar os seus olhos — Desculpa por te deixar sozinha no momento em que você mais precisava, não foi uma atitude de amigos. Não foi uma atitude racional, não foi certo.

— As pessoas fazem escolhas Pope, não dá para questionar mesmo não concordando, pelo menos nessa situação não da — Eu respondi de forma simples.

— Eu gosto disso em você — Não entendi bem sua colocação — Da forma em que você consegue ser racional como ninguém em qualquer situação.

— É uma das poucas heranças da minha família, a forma de pensar e agir — Comentei me virando um pouco para conferir os gritos que chegavam a nós — Será que eles nunca vão parar?— Perguntei sobre as turmas que mais uma vez se enfrentavam.

— Eu acredito que não — Pope disse dando de ombros — então é o Rafe?

— O que?

— O garoto que mexe com você, eu sempre acreditei que fosse o JJ — Sorriu — Vocês tinham uma química.

Você, era você.

— O JJ tem química com todo mundo, nunca notou isso?— Brinquei enquanto andávamos até os outros.

Eu ainda não consigo odia-ló, eu não consigo nem sentir raiva dele.

— Eu deveria notar?

— ah, deveria sim! Vocês dois tem muita química — Comentei antes de ver o garoto tomar um lado na discussão, o lado dos nossos amigos.

Meus olhos se esbarraram com os de John que estava ao lado de JJ, esse encarava Rafe nos olhos de perto.

Como eu disse, ele tem química com todo mundo.

— Qual é, não dá pra gente ficar na mesma praia por uma noite?— Eu perguntei entediada.

— Eles não deveriam estar aqui, você sabe disso — JJ continuou a encarar Rafe, o Cameron passou a língua pelos dentes ameaçador.

Tá, tem muita química envolvida entre esses dois ou eu tenho lido demais sobre pessoas que se amam e escondem o sentimento com ódio.

Topper deu um passo a frente ainda com a dor de ser abandonado pronto para arrumar uma confusão ainda maior.

— A gente tá na boa, somos apenas amigos bebendo na praia — Me aproximei — Não precisa ficar por perto ou falar conosco, tem espaço o suficiente pra cada um seguir o seu caminho — Falei a JJ.

— Então é isso, você escolheu o seu lado — O loiro olhou para mim, bêbado ou drogado o suficiente para quase me fazer recuar.

— Eu estava sozinha, apenas um lado esteve ao meu lado recentemente JJ então não venha me culpar.

— Ninguém está culpando você — Kiara deu um passo a frente puxando o loiro para trás — A gente realmente precisa conversar, Naya.

— Hoje não Kiara, hoje não — Eu disse me afastando — A gente vai se sentar pro outro lado.

— A gente não vai sair daqui — Rafe pareceu decidido.

Segurei sua mão e olhei em seus olhos pedindo para que ele cedesse dessa vez.

— Imbecis — Rafe cedeu saindo do lugar e dando as costas para eles, passou um dos braços por meus ombros e eu o agradeci mentalmente por não insistir em uma confusão normal.

Os amigos dele que estavam com a gente seguiu o mesmo caminho que nos.

— Topper — Estiquei minha mão para o garoto que ainda observava Sarah abraçada a John B de longe.

Ele negou com a cabeça chateado.

— Tá tudo bem — Eu garanti assim que ele entrelaçou nossos dedos.

Opostos - Rafe CameronOnde as histórias ganham vida. Descobre agora