☒ Chapter XVII.

39.5K 2.1K 3.3K

Now this is a story, all about how
my life got flipped, turned upside-down (╹ڡ╹๑)

-

Louis e Harry cambaleavam pelo estacionamento vazio do colégio, rumando sem atenção em direção a vaga onde o carro do maior estava estacionado, trocavam com tamanha intensidade um beijo apaixonado, os pés se enrolavam e eles quase tropeçavam ao que andavam desajeitados, mas mesmo assim isso não era o suficiente para separarem seus lábios que se mexiam com rapidez, volúpia e paixão, soltando alguns estalos e ruídos feitos pelos lábios molhados e línguas que eram sugados e friccionados. O ômega se segurava nas laterais do casaco de Harry, agarrando o pano entre os dedos para que não viesse a cair enquanto correspondia ao beijo desesperado, e o alfa agarrava Louis pelas bandas das nádegas proeminentes e arredondadas, aproveitando também para apertar a região com possessão.

Harry abriu os olhos observando a sua volta e vendo seu carro estacionado pouco à frente, ele puxou sua chave do bolso da calça e apertou o alarme, assim o automóvel foi destravado, a recém garoa fazia uma fina camada de gotas na lataria, e o clima que era um pouco frio úmido não importava, porque os dois estavam envoltos numa nuvem de calor ao redor de seus corpos. Harry os guiou em direção ao carro e o menor apenas continuou sugando os lábios já bastante inchados e vermelhos do alfa. Os dois sentiam-se excitados, querendo levar aquela situação a diante, para um próximo nível de intimidade mas Harry sabia que não passariam de quentes amassos, se desse sorte Louis o chuparia, ou então bateria um para ele, porque aparentemente o ômega estava bastante fogoso querendo mostrar ao alfa que estava pronto para aquilo de qualquer forma.

O maior sentou o ômega rapidamente sobre o capô, e Louis sequer se importou se a lataria estava molhada, ele continuou beijando Harry daquela forma faminta e sendo totalmente correspondido naquele beijo veemente e flamejante. As mãos grandes do maior vagaram de seu traseiro para suas coxas roliças, as apertando, enquanto Louis agarrava os bíceps do alfa, e vez ou outra segurava Harry pelo queixo não querendo que seus lábios se afastassem de forma alguma.

"Foi. Bem. No. Teste?" Louis perguntou sendo pausado a cada palavra pelos lábios se apertando e mexendo em uma sincronia frenética, o alfa não gostava muito daquela mania que o menor tinha de falar entre seus amassos, mas não importava, Louis não deixava de beijar bem de jeito nenhum. Harry assentiu algumas vezes não se importando em falar que chutou a boa parte das questões, ele não queria falar nada para não ter que parar aquele beijo tão intenso e apaixonado, Louis circulou a cintura do maior com suas pernas e Harry apertou as laterais das pernas fartas o enlaçando, ambos se amando daquela forma desesperada, as línguas se entrelaçando e os lábios seguindo o mesmo ritmo de euforia.

Louis se referia ao teste que todos os alunos do colégio haviam feito para saberem quem precisaria de aulas de recuperação nas férias, o que aconteceria em mais ou menos 2 meses e meio. Louis tinha certeza de que havia ido bem, ele era um bom aluno e não deixava a desejar em seus estudos. Harry não se importava muito com aquilo para ser honesto, ele nem se lembrou que fariam o teste naquele dia, então não podia deduzir sua nota, mas ele nunca tinha ficado de recuperação no período de pausa no meio do ano, então provavelmente não ficaria.

"Teve. Um. Bom. Dia?" O menor resolveu questionar novamente, e Harry sugou seus lábios com força, arrancando do menor um suspiro alto de fragilidade, porque ambos estavam tão reféns daquilo, da paixão, amor, desejo e qualquer sentimento que lhes tomavam. O cacheado assentiu novamente e o ar já estava prestes a ser exigido pelos pulmões sôfregos, mas os dois ainda se agarravam sem hesitação.

"Tive!" Afirmou baixo e lambeu o encontro de lábios do menor, se deliciando com o gosto doce que estava presente na saliva do menor, sentindo Louis se arrepiar e tremer sob suas mãos possessivas, sorrindo entre o beijo por isso. O menor agarrou a gola da blusa branca do cacheado, e mordeu o lábio inferior volumoso do alfa, notando Harry apertar com mais força suas coxas e também suspirar forte ao que Louis mordia sua boca sem força mas de uma forma excitante. Aos poucos o menor soltou os lábios de Harry, o chupando devagar e em seguida lhe dando um ligeiro selinho e se afastando totalmente, podendo flagrar o alfa com os olhos ainda fechados, as bochechas um pouco coradas ela movimentação, e o peito que subia e descia desenfreadamente, não muito diferente do seu. Quando Harry abriu os olhos Louis sorriu atrevidamente, o que fez o alfa se aproximar e sugar o lábio do menor uma vez mais, e se afastar de verdade, para que ambos respirassem e se recomporem.

➹ Begin ✽ aboLeia esta história GRATUITAMENTE!