▧ Chapter XV.

27.8K 2.2K 3.2K

Say hi to att (/^^)/

-

Harry não conseguia sequer raciocinar corretamente, ele estava tão imerso naquele dilema, entre sim, aceitar a proposta de Louis, e então usufruir de seu ômega finalmente de uma forma carnal e quente, como ele vem querendo desde que botou seus olhos no menor, ou então, negar aquela proposta e fazer de outra forma, de uma forma especial, dar a Louis tudo o que ele sabia que seu ômega tinha direito e merecia, tomar-lhe em sua primeira vez de uma forma mais especial, não apenas decidir em uma tarde foder e ser simplesmente assim, restringindo-se de alguma forma no apenas desejo sexual, sem parecer realmente especial ou amoroso. Mas era duas partes de Harry que gritavam alto em seu interior, parte dele perdida pelo desejo e súplicas que vinham de suas necessidades, pedindo em seu subconsciente para ele nem mesmo cogitar e apenas virar Louis de bruços e o o invadir, e isso era grosseiro de qualquer forma, mas Harry tinha um DNA de resquícios animais, não podia descartar isso, no entanto. Mas também, havia outra parte dele, parte também significativa, que gritava em seu interior tanto quanto a outra, uma parte que estava tão miseravelmente apaixonada por Louis, que tomava a mente e alma de Harry, dizendo ao alfa que ele deveria esperar mais um pouco, um momento mais propício talvez, não que se eles fizesse naquele instante não seria especial para ambos, seria, de qualquer forma, porém o cacheado desejava que Louis pudesse sorrir realizado e pleno, tendo certeza de que foi amado devidamente em sua primeira vez, se lembrando da forma especial em que tiveram sua primeira vez juntos, da primeira vez em que Harry o tomou em seus braços, e o fez chegar ao topo do prazer, mas acima de tudo o fez se sentir desejado, amado e protegido como nunca antes.

Ele somente queria que o momento em que estivessem finamente juntos para fazê-lo, ligando seus corpos flamejantes, que fosse especial, romanticamente dizendo, especial de forma mais planejada. Primeiro Harry faria Louis ser seu, de uma forma não tão definitiva quanto selar suas almas com sua marca naquele ômega, o que aconteceria em um futuro próximo, Harry tinha certeza daquilo. Mas sim sendo seu namorado, ou pelo menos, tendo um relacionamento público, porque o alfa estava cansado de se esconder pelos cantos enquanto os dois se beijavam, Louis não era um prêmio de consolação, mas Harry queria mostrar para as pessoas que aquele lindo, doce e sensacional ômega tinha um parceiro, um parceiro que era incansavelmente louco por ele.

Essa era a parte de Harry que gritava de forma estrondosa. Deixando o lado que apenas se privava no carnal menos barulhento. E definitivamente, Styles nunca se viu daquele modo, sendo romântico, pensando em antes não somente agradar a si com uma boa foda, mas sim agradar a Louis, fazendo com sua primeira vez seja a melhor que alguém poderia ter, e a mais especial e amorosa possível também. E de qualquer forma, admitir para si mesmo que estava tão apaixonado ao ponto de negar uma tarde de sexo, ainda era difícil para Harry, mas ele apenas preferiu não pensar muito sobre, em algum momento, aquele ponto valeria a pena, e isso era o que o motivava. Louis ainda seria seu, e eles poderiam em algum instante posterior foder por uma tarde toda sem descanso, não precisava ser agora, mas a primeira vez de Louis, e a primeira vez deles, Harry prometeu a si mesmo, que a faria com cuidado, e acima de tudo a faria com amor. Eles não iriam foder em sua primeira vez, eles fariam amor, da forma mais bonita e ardente que existia, um amor tão cristalino e evidente, sem imperfeições, amor verdadeiro que surgiu do nada, mas não se acabaria da noite para o dia, nunca acabaria aliás.

Então Harry decidiu negar a proposta de Louis, naquele momento apenas.

"Louis, não hoje, não agora..." Harry não sabia como dizer aquilo. Em sua mente era fácil negar, mas olhando para aqueles olhos azuis tão pidonhos o encarando, era outra história. A feição suave porém corada de Louis, se tornou sibilina, Harry arriscaria dizer que o ômega estava surpreso, mas ele também poderia dizer que o menor estava decepcionado, e isso era tudo que o cacheado não queria.

➹ Begin ✽ aboLeia esta história GRATUITAMENTE!