▩ Chapter II.

38.3K 3.2K 4.5K

Enfim segunda-feira.

Harry nunca desejou tanto que uma segunda-feira chegasse. No domingo o qual passou o dia todo em sua casa porque sua mãe o proibiu de sair. O alfa não sabia mais o que fazer. Ele passou literalmente o dia todo atrás de Louis, o garoto pisava para a direita e Harry seguia seu movimento, o que irritava um pouco o omêga, mas ele era educado e tímido demais para reclamar sobre isso para Harry, que aparentemente é um alfa tão grande e intimidador. Então o cacheado passou o dia tentando se aproximar de Louis. Ele tentava se sentar ao lado do omêga, que se esquivava ou mudava de assento. Ele tentava puxar assunto com Louis, porém o menor apenas respondia com frases monossilábicas ou mexia a cabeça. Ele realmente passou a tarde seguindo o garoto, se Louis fosse da cozinha até a sala o cacheado estava provavelmente andando atrás dele como um guarda-costas, e isso era um pouco desesperador para Louis, porém ele apenas fingia ignorar. Harry até tentou ajudar o menor a desfazer sua mala mas o omêga apenas negou dizendo "Não se incomode" e Styles entendeu que na verdade Louis não queria a companhia dele. O que era estranho e frustrante, talvez o fato de ser rejeitado era que instigasse o alfa a continuar tentando.

Mas finalmente ele estava no colégio, e embora ser uma segunda-feira e Harry odiar as segundas ele pode se ver livre do calor que seu corpo emanava quando sentia o cheiro de Louis, porque Anne insistiu para o alfa ir ao colégio sozinho e ela levaria Louis e assinaria alguns papeis no colégio como responsável temporária do omêga. Na verdade Harry sequer ficou contente com isso, ele queria levar Louis ao colégio para que todos o vissem sair de seu carro e entrarem lado a lado para que nenhum alfa ou beta daquele lugar tentasse ou ousasse algo com Louis. Mas ele não pode.

Então agora estava apenas puxando seu caderno e apostilas do seu armário enquanto falava para Liam o modo frustrante em que correu atrás de Louis por um dia inteiro, e Liam ria, porque a cara de tédio e confusão de Styles era hilária. Liam tinha a terrível mania de zoar os outros, e mesmo sabendo que no momento ser "rejeitado" estava sendo uma completa merda para Harry, um de seus melhores-amigos, ele não conseguia não rir e soltar piadinhas na cara do outro alfa. Styles escorou sua testa na porta gelada e de ferro do armário e sentiu sua cabeça girar quando o cheiro de Louis adentrou suas narinas novamente, ele poderia estar a quilômetros mas Harry sentia seu aroma, como um bom alfa de faro aguçado. Era o melhor cheiro que já havia sentido. E seu estomago queimava, o corpo suava e os músculos endureciam e tencionavam. Como se ele fosse realmente um predador.

"Mas que porra...?" Liam disse fungando enquanto engolia a saliva, era como se ele estivesse morto de fome e pronto para comer quem tivesse aquele cheiro, no sentido literal da frase. Dava água na boca. "É ele?" Perguntou inalando alto o cheiro que rondava o corredor, e aparentemente todos os alfas e betas do colégio inteiro faziam o mesmo. Harry assentiu nervoso. "Mate..." Payne disse maravilhado com o cheiro.

Era como se a mente de Harry pensasse "não olhem para ele, ele é meu!" mas não, Louis não era dele e pelo jeito nunca seria. A mandíbula de Styles se apertou e ele virou bruscamente encarando o corredor quando o cheiro se intensificou e o aroma parecia corroer seus músculos e cartilagens. Os olhos famintos dos outros estavam focados no final do corredor e os dele também estavam.

Louis não gostava da atenção, sempre foi assim e ele odiava o cheiro que tinha, ele sequer estava perto do maldito cio mas o cheiro era constantemente forte. Ele odiava ser um omêga. E os alfas e até mesmo betas o olhavam como um pedaço de carne. Era constrangedor ao mesmo tempo amedrontador, ele se sentia observado o tempo inteiro.

Anne havia o levado ao colégio, porém somente por hoje, nos outros dias ele teria que ir por conta própria. Ela assinou alguns papeis para ele e depois o abraçou, deu-lhe um reconfortante beijo na testa e sorriu de uma forma materna para fazer Louis relaxar, em seguia murmurou um "Se divirta!" e foi embora.

➹ Begin ✽ aboLeia esta história GRATUITAMENTE!