▦ Chapter XXXIII.

27.2K 1.6K 1.5K

Hey, girl, open the walls, play with your dolls (*˘˘*)..:*

-

"Hazz..." Louis caiu ao lado do alfa, com o lençol enrolado em si, o cacheado se manteve deitado, encarando o teto, com a respiração ofegante, depois de gozar, Louis estava trêmulo, suspirando alto e sentindo o corpo úmido pelo suor doce e a pele quente brilhante, assim como o alfa. A luz do quarto estava apagada, a única iluminação era um abajur ao lado da cama, sobre o criado-mudo, o maior se levantou indo ao banheiro para jogar fora a camisinha, então voltou nu, com os olhos sobre o ômega, enrolando no tecido no lençol branco, cobrindo quase toda a cintura, parte da pélvis aparecia, mas seu órgão estava tampado, Styles se jogou sobre a cama, sentindo todo o corpo amolecido mas pleno, ele se pôs apoiado sobre o cotovelo, sorrindo para Louis, enquanto o menor tinha os olhos azuis cristalinos voltados para cima e as bochechas levemente coradas nas maçãs o que ornava com os lábios inchados e mais rosados, o menor sorriu pequeno e levou os dedos pequeninos até o rosto de Harry, acariciando a bochecha suada e avermelhada do maior. O cacheado se inclinou selando os lábios e logo depois se permitiu analisar os traços do ômega, seu ômega. Gostando de tudo o que via e não conseguindo encontrar defeitos na figura pequenina e deliciosa abaixo dele.

"Eu te amo." Harry disse calmamente, a voz rouca se fez presente, arrepiando e gelando o ômega, que fechou os olhos e assentiu, suspirando alto, seus dedos se enrolaram nos cachos úmidos do alfa e ele acariciou o couro cabeludo, abriu os olhos e pode ver Harry com os olhos verdes ainda sobre si, fintando-o. Louis piscou, batendo os cílios longos, aquele momento calmo, após algo intenso, era o momento em que sentiam com maior intensidade o quanto se amavam, viam o quanto se pertenciam, um equilibrava o outro, Harry era um cadeado que se abria apenas com Louis, que era a sua chave.

"Eu te amo." Louis respondeu, sorrindo e umedecendo os lábios, Harry vagou suas mãos para as coxas do menor, acariciou e apertou-as sem malícia, um carinho de forma lenta e amorosa, sentindo a toda a pele macia sob sua mão. O menor se remexeu, puxando o lençol e pondo por cima de sua pélvis, o alfa ainda estava nu, de bruços sobre a cama, todo o seu corpo relaxado e suado. O ômega pôs a mão sobre o ombro do maior e o jogou sobre a cama, rindo e sentando-se para ajeitar o tecido ao seu redor, usando-o para se cobrir e levantar logo depois, os olhos do alfa sobre si, queimando-o e o desejando, mesmo após o momento tão intenso que acabaram de ter, não havia um momento em que o cacheado não o desejasse.

"Ta se enrolando por que? Eu acabei de te ver pelado, em cima de mim." O alfa se manifestou, vendo o ômega ir para o guarda-roupa pegar roupas limpas, com as pernas um pouco afastadas ao andar e com a bunda latejando, ele mancava um pouco e isso fazia o alfa querer rir, porém Harry não deixava de sentir-se orgulhoso por saber que Louis estava assim por ele ser grande o suficiente, inflava seu ego de tal forma. O lhe entregou um olhar sério, olhando em direção ao maior sobre o ombro, com a expressão sem divertimento algum, mas o alfa estava se divertindo, ele podia ver ainda sim as coxas morenas nuas, e um pouco da polpa da bunda grandiosa do menor descoberta, era um show e tanto.

"Vou me vestir, 'to com fome. Quer que eu te traga algo?" Questionou, passando a cueca pelas panturrilhas, com um bufo vindo de Harry, já que Louis usou todo o cobertor como cortina, impedindo ele de ver o corpo curvilíneo do seu ômega e então se deliciar com a visão. Quando o menor passou a cueca pelo quadril, o ômega jogou o lençol sobre a cama, na cara da Harry, o alfa pegou o pano e o jogou sobre a cama, rosnando para seu ômega e Louis acabou se arrepiando ao que passava a camiseta larga e surrada de Harry sobre o tronco.

"Nah, vou descer com você gatinho..." O alfa falou, levantando-se ainda pelado e abraçando Louis pela cintura, roçando-se no menor, o ômega corou, com clareza Louis podia sentir a extensão flácida do alfa contra sua coxa, não era pequena de qualquer forma. Porém Harry afastou-se em seguida, largando Louis parado, a mão apoiada no quadril curvado e seus olhos azuis assistindo o alfa vestir uma boxer branca, e apenas isso, puxando o menor pela mão, entrelaçando-as e com o dedo grande tocando o anel envolta do anelar do menor, então pondo seus olhos verdes sobre o seu próprio, onde a aliança também estava.

➹ Begin ✽ aboLeia esta história GRATUITAMENTE!