▩ Chapter XXVII.

30.4K 1.8K 2.7K

tuts tuts, quero ver, hoje eu fico com a outra pensando em você. (ˊ꒳ˋ)

-

Foram as piores duas semanas da vida do alfa, ele podia afirmar isso, somente não foram piores do que o mês em que Harry teve que se manter distante do seu ômega, pelo menos nesses últimos dias ele sabia que Louis voltaria para ele. Tudo no alfa clamava pelo ômega, e não era diferente para Louis, embora ele estivesse em sua casa, com suas irmãs e mãe, ele ainda sim queria estar com seu alfa, sentir o calor protetor do cacheado ao seu redor, ou então sua voz rouca por perto, e Harry, precisava do cheiro cítrico de Louis abaixo de suas narinas, ou então do toque suave da pele do ômega sob suas mãos, os dois sequer tinham uma mordida mas a ligação entre eles era evidente, como autênticas almas-gêmeas.

Os olhos do ômega rodou pro todo o aeroporto assim que ele passou pelo portão de desembarque. As orbes azuis perdidas por todos os lados em busca da figura grande e forte do seu alfa em algum canto. Quando Louis o viu ele pode sentir as bochechas esquentarem e as mesmas coraram de baixo para cima, Harry estava sorrindo e conversando com uma ruiva bonita, alta e de pernas esguias, como a droga de uma modelo. Ela segurava sua bagagem com uma mão e a outra ela alisou o braço do cacheado enquanto ele sorria e assentia e ela fazia-a igualmente, com os olhos também verdes sobre o alfa e o sorriso largo e sensual sobre Harry, aquilo fez Louis tremer de ciúmes, sua garganta fechou e ele apertou as pequenas mãos nas alças de suas malas, parando um ou dois minutos para analisar a cena e notar o quanto a ruiva parecia flertar com Harry, mas ele apenas sorria e as vezes gesticulava para ela, então a mão direita da garota apertou o bíceps contraído de Styles e Louis miou de raiva, puxando a alça de sua mala e pisando duro os poucos metros até o seu alfa e a garota. 

O ômega deu alguns passos até os dois que conversavam animadamente e Louis bufou alto, com raiva da garota e com ciúmes de Harry por sorrir tanto para a ruiva oferecida. Quando Louis chegou perto o suficiente para ouvi-los ele pode ouvir a voz feminina soando calma mas ela claramente também tentava ser um pouco sensual para o seu alfa, dizendo algo como "Você tem razão...", o que deixou Louis bastante irritado, os olhos azuis voltaram-se para o alfa que fechou e abriu um sorriso umedecendo os lábios e concordando. Ele bateu no chão os pequenos pés vestidos por adidas azuis bebê e então ele soltou as malas, se aproximando de abrupto do maior, do seu alfa, do seu namorado, do seu Harry.

O cacheado assustou-se ao ser virado pelo antebraço, ele já sentia o cheiro de Louis mas ele não percebeu quando o seu ômega o virou e então logo depois agarrou o pano de sua camisa fina e branca entre os curtos dedinhos, mas no minuto seguinte o alfa sentiu seus lábios colidirem com os macios e doces lábios de Louis, e ele pode suspirar e tremer porque sentiu falta, ele quase estava em abstinência por ficar tanto tempo sem beijar seu ômega, um dia a mais e Harry iria enlouquecer.

Porém ele não hesitou em agarrar seu ômega pela cintura e o prensar contra seu próprio corpo forte e grande, pondo suas mãos nas laterais do quadril do menor e acariciar ali, enquanto os lábios se tocavam de forma desesperada e um pouco bruta, amassando os narizes e os estalos altos da saliva entre eles, e a carne de seus lábios se pressionando tanto que poderia doer se não houvesse tanta saudade e amor encobrindo isso. O ômega vagou suas mãos pequenas da  blusa para o pescoço do maior, o beijo indiscreto e um pouco rude prosseguia, então um pigarreio da garota atrás dele veio aos ouvidos dos dois, e Harry não pode deixar de sorrir entre o beijo ao perceber Louis se por mais contra ele e lamber o feixe de seus lábios sensualmente, mordiscando e chupando seu lábio inferior e puxando com cuidado os fios longos dos cachos em sua nuca. Louis estava sendo um gatinho ciumento, e Harry delirava com isso.

➹ Begin ✽ aboLeia esta história GRATUITAMENTE!