▩ Chapter XXXXI.

26.3K 1.2K 1.1K

If I could fly, I'd be coming right back home to you .*̎ ˒̫̮ ̎

-

Louis já estava de 10 semanas, ele tinha uma barriguinha considerável, arredondada e saltada, o umbigo saliente, porém nada extremamente visível, ele ainda conseguia esconde-la em seus suéteres e passar despercebido, no entanto, Harry adorava esfregar sua mão sobre a mesma, em público, dando ênfase ao local e motivo de fazê-lo, normalmente infiltrando sua mão enorme dentro do suéter do seu ômega e acariciando sobre seu umbigo inchado e a ondulação singela no ventre, onde possivelmente, o filhote deles estava, ou então, o cacheado passava algum tempo antes de dormirem conversando com o bebê, beijando a barriga do menor e passando suas mãos grandes ali, o alfa estava completamente e irrevogavelmente apaixonado pela figura oscilante de humor e de barriga saltada que Louis se tornou, completamente gravido em todos os sentidos, e o alfa expelia amor pelo pequeno ser ali dentro também, não resistindo dizer a todos que seu ômega estava esperando um filhote seu, como sempre, Harry gostava de se exibir, ainda mais agora, que ele podia encher-se de orgulho, fascínio e amor ao dizer que havia engravidado Louis. O cacheado não conseguia mais tirar a mão do seu ômega, protetoramente ele abraçava e sussurrava coisas ao menor, ou para o filhotinho deles que ainda nem tinha orelhas, e particularmente, Louis amava essa atenção carinhosa e apaixonada que o maior lhe dava a todo segundo, acariciando, beijando-o, sendo mais suave quando tinham intimidade, cheirando, massageando-o nos pés inchados, sempre fazendo tudo que o ômega queria, ou pedia, mesmo que houvesse resistência, o alfa apenas estava em estado mais puro e rendido de adoração, por Louis e pelo neném deles ainda na barriga do menor.

Porém, no momento em que o cacheado teve que contar a novidade para sua mãe, ele tentou fazer com que Louis assumisse essa responsabilidade, no entanto, o menor se negou, dizendo que ele já fazia o bastante carregando seu filhote, e Harry teve que assumir essa parte, contando sorrateiramente para sua mãe que Louis estava gravido, primeiramente a mais velha riu, não acreditando no que o cacheado estava dizendo, mas ao ver que o semblante sério de seu filho continuou sem nenhum vestígio de divertimento, apenas receio mesclado com felicidade, ela levantou-se e bateu com a capa de seu livro no braço dele diversas vezes, esbravejando sobre os avisos e todos os inúmeros lembretes que ela lhes deu, então depois de todo o sermão que ela despejou sobre o alfa, Anne apenas lhe entregou o telefone, levantando de forma mandona a sobrancelha e olhando-o por cima dos óculos, então ela lhe disse "Certo, agora conte a Jay.", saindo da sala e correndo até Louis para finalmente sorrir e se emocionar com a barriga discreta de seu genro, onde seu primeiro neto estava sendo formado cuidadosamente, a mais velha não evitou chorar enquanto sorria para a barriga levemente inchada do menor, rindo de felicidade e encanto agora. Enquanto Harry praguejou por ter que contar a mãe de Louis que havia engravidado, de qualquer forma ele ligou, se Jay resolvesse castra-lo, pelo menos ele já tinha feito um filhote no seu ômega, não correria o risco de não ter um, o cacheado ligou para a Tomlinson mais velha, lhe dando a notícia rapidamente, após cumprimenta-la, Styles apenas soltou um "Ei sogra, tudo bem? Louis está gravido!" e esperando um novo sermão, no entanto, Jay apenas deu um grito chamando por Lottie e Fizzy, então murmurando algumas vezes, as quais Harry não contou quantas, que Louis estava gravido, o alfa pode sorrir completamente aliviado quando ouviu um coro de "Meu Deus!" ou "Ele 'ta gravido." vindo das três.

O ômega acordou durante a noite, ainda marcavam 3:40 da manhã, Louis tinha as costas contra o peito nu do seu alfa, enquanto Harry tinha os braços protetoramente envoltos no menor, com as mãos grandes sobre a barriga redondinha do ômega, suavemente paradas ali em cima, enquanto o nariz do maior estava contra o pescoço do menor, sentindo o aroma cítrico e mais forte de Louis, enquanto o cacheado dormia pesadamente, ressonando alto, com os lábios entreabertos e o corpo grande abraçando seu ômega, enquanto Waffle dormia próximo a cabeça do cacheado, partilhando o travesseiro com o alfa. Louis se remexeu resmungando, ele tinha, por algum motivo, uma vontade anormal de comer um Big Mac, ele apenas acordou desejando aquilo, mesmo que ele tivesse comido quase três vezes o purê de batata e vagens do jantar. Louis chacoalhou o braço do alfa, mas Harry apenas suspirou alto, se remexendo e amassando o cobertor gelado, esfregando mais seu nariz contra o pescoço macio e cheiroso de Louis, então o menor retirou seus braços grandes de cima de si, empurrando delicadamente o alfa que caiu deitado de barriga para cima, mole e adormecido, completamente. O ômega sorriu fazendo força com os punhos para se virar, então segurando a barriga com a mão esquerda e apoiando-se no travesseiro para olhar seu alfa que ainda estava inconsciente, totalmente apagado.

➹ Begin ✽ aboLeia esta história GRATUITAMENTE!