Olá, amores!

Vamos conhecer um pouco a Eleonor, mãe de Elizabeth? Capitulo repleto de babados!!

Ótima leitura, A.B.

Oops! This image does not follow our content guidelines. To continue publishing, please remove it or upload a different image.

Eleonor Moscovit

Oops! This image does not follow our content guidelines. To continue publishing, please remove it or upload a different image.

Eleonor Moscovit

Lembro-me do dia em que Elizabeth chegou nesta casa, ela era tão pequenina que dava medo só de segurar ela em meus braços. Fico sorrindo dos meus pensamentos quando me recordo disso. Lembro que Peter, meu marido, ficou com medo de segurar Elizabeth em seus braços, mais eu lhe ensinei como se fazia isso e ele ficou mais tranquilo quando conseguiu segurá-la em seus braços e até ninou ela de leve, mais não quis abusar.

Elizabeth era tudo para mim. Peter não queria que eu tivesse sentimentos com a menina, mais era impossível não ter quando aqueles lindos olhos verdes que pareciam duas lindas esmeraldas bem no centro do seu rosto não pudesse chamar a atenção ou que ninguém tivesse admiração por aquela coisinha fofa.

- Você está se apegando a criança, não está? – Peter bateu a porta do nosso quarto.

- Peter não faça um escândalo, é impossível não se apegar a menina, cuidamos dela desde que ela era recém-nascida! – Sentei-me na cama e suspirei.

- A qualquer momento ela vai embora daqui, ela já ficou tempo o suficiente, só aceitei ela aqui nesta casa porque pagaram muito bem, mais agora já está ficando tarde e ela já tem 8 anos, mais fácil ela ficar em outro lugar e com outra família. Não podia deixar que Peter fizesse isso, ele não podia tirar minha menininha de perto de mim, teria que mudar minhas atitudes com a Elizabeth para Peter ter certeza que não gosto da menina quando simplesmente a amo tanto.

- Pode deixar Peter, não criarei qualquer tipo de sentimento com a menina, se apegar é normal meu amor, pois ela vive conosco há muito tempo, mais não tenho sentimentos por ela, nem afeto, nada. – Sorri como se assim o fingimento fosse perfeito.

- Espero que não Eleonor, não quero ficar decepcionado com você!

E foi desde então que tudo mudou, me afastei por completo de Elizabeth deixando que Lana cuidasse dela. Ficava dias fora de casa e quando voltava nem atenção dava para minha menina, via o quanto aquilo lhe magoava, já que para ela eu era a sua mãe, isso acabava comigo também. Trancava-me no quarto e ficava chorando até não aguentar mais, me tornei fria e sem sentimento algum pela menina, e ela cresceu, ficou uma mulher linda, cheia de luz, nada na sua vida ela mesma que decidia, quem decidia era o Peter. Sua casa, suas roupas, seu carro, sua Faculdade, seu noivo, enfim tudo era Peter que escolhia, e se não fosse do seu jeito, não quero nem imaginar.

Encontros Marcados #1 (Completo)Read this story for FREE!