Olá, amores!

Mais um capítulo quentinho para vocês!

Ótima leitura, A.B.

Oops! This image does not follow our content guidelines. To continue publishing, please remove it or upload a different image.

Maxwell Werneck

Oops! This image does not follow our content guidelines. To continue publishing, please remove it or upload a different image.

Maxwell Werneck

A noite estava sendo muito agradável ao lado de Beth, desde aquele beijo que demos dentro do meu carro fico com um sorriso bobo nos lábios, enquanto Beth não para de suspirar. Tenho certeza que ela sente algo quando estamos perto um do outro, e por isso que irei fazer de tudo para que ela se lembre, preciso que ela lembre, já que ela ainda pensa que João é seu noivo e o infeliz não desmentiu isso em nenhum momento.

Parando o carro em frente a uma doceria, Beth olha pro lugar com uma sobrancelha levantada e um sorriso nos lábios, sei que eu disse que iríamos jantar, mais antes preciso mostrar algo para ela.

- A gente ainda vai jantar baby, mais antes quero te mostrar uma coisa. – Dei a volta pela caminhonete abrindo a porta do banco do passageiro para Beth, oferecendo minha mão para que ela segurasse e descesse do carro com segurança. Quando Beth estava em pé ainda encostada no carro, não resisti a nossa a proximidade e agarrei-a ali mesmo encostando nossos corpos por completo, segurando sua nuca e cintura com força. Dava para ouvir Beth gemendo baixinho e suas mãos em meu cabelo puxando-os com força, enquanto esmagava a minha boca na dela. Nada de carinhoso, nada de lento, era beijo selvagem, forte e necessitado.

- Eu te amo Beth, vou fazer de tudo para que se lembre de mim, não vou desistir de você! – Beijei sua testa e fechei os olhos por causa do momento. Afastando-me de Beth para fechar a porta do passageiro, vejo que Beth tem lágrimas nos olhos. Aproximo dela rapidamente puxando-a para os meus braços e apertando forte contra o meu peito. Deixei que ela chorasse enquanto acariciava seus cabelos negros.

- Desculpa Beth, eu sei que você não se lembra de mim, e eu fico te agarrando, você deve estar muito confusa, me perdoe! – Beth afastou-se de mim segurando as minhas mãos, enquanto deixava mais lágrimas descerem de seu rosto, estava começando a ficar preocupado com está reação dela, mais a deixaria falar o que estava sentindo, sempre é bom desabafar.

Encontros Marcados #1 (Completo)Read this story for FREE!