Olá, amores!

Espero que gostem!!

Ótima leitura, A.B.

Oops! This image does not follow our content guidelines. To continue publishing, please remove it or upload a different image.

Elizabeth Moscovit

Oops! This image does not follow our content guidelines. To continue publishing, please remove it or upload a different image.

Elizabeth Moscovit

A curiosidade foi maior do que qualquer outra coisa. Depois do que a Bibliotecária me confidenciou, não pude resistir em não me aproximar daquele senhor. Tomei coragem e me aproximei. Todas as vezes que vinha nessa Biblioteca, esse senhor estava na mesma mesa com as mesmas coisas em cima da tampa de madeira. Não importa se esse senhor me desse um fora, falasse para eu ir embora ou me xingasse. Não gosto de ver as pessoas tristes, sempre estou do lado dos desconhecidos os ajudando, dando aquilo que eles mais querem: Amor e carinho. Depois de ficar conversando por alguns minutos com aquele senhor, descobri que se chama Gregório, e que tem 80 anos e não era muito de conversar.

- Porque você fica aqui todos os dias segurando essa foto e esse livro, Gregório?

- Esse era o livro preferido de minha esposa, ela gostava de passar os finais de semana aqui na Biblioteca lendo diversos livros, mais no final sempre acabava lendo este livro. – Gregório sorriu e acariciou o livro com carinho, acredito que as recordações que ele deve estar se lembrando são muito boas. – Essa foto foi de quando se conhecemos há muitos anos atrás, me trazem ótimas recordações. Marie me faz muita falta, minha jovem. – Gregório suspirou e me encarou. Devo imaginar o quanto a falta ele deve sentir de seu grande amor. É tao raro encontrarmos alguém assim que nem o Gregório.

- Você ainda fala com a sua família?

- Só sou eu no mundo, nem filhos tenho. – Gregório deu um sorriso triste e suspirou como se quase fosse chorar. – Filhos. Era o grande sonho da minha Marie ser mãe, ela queria tanto ter uma família, uma bem grande já que ela era sempre sozinha, no caso não tinha irmãos, só os pais, mais depois que se casamos descobri que não podia realizar o sonho da minha Marie. – Gregório fechou os olhos e quando os abriu encarou novamente a fotografia em suas mãos.

- Você não gostaria de sair dessa Biblioteca triste e vazia, e dar um passeio pelas ruas e sentir o calor do sol na sua pele? Tenho certeza que irá fazer muito bem ao senhor e podemos ficar conversando mais um pouco, o que acha?

Encontros Marcados #1 (Completo)Read this story for FREE!