Olá, amores!

Então vocês gostaram do pedido de casamento do Maxwell? Fiquei com medo de alguém não gostar, mais espero que tenham gostado.

Ótima leitura, A.B.

Oops! This image does not follow our content guidelines. To continue publishing, please remove it or upload a different image.

Maxwell Werneck

Oops! This image does not follow our content guidelines. To continue publishing, please remove it or upload a different image.

Maxwell Werneck

Estava com a mão direita entrelaçada com a de Elizabeth. Estávamos nervosos, mais felizes por a qualquer momento descobrirmos se o nosso filho será homem ou mulher. Eu aposto que será uma linda menina (copia viva de minha Beth), já a Beth como é toda do contra, aposta firmemente que será um lindo garotão que irá me tirar do sério, assim como fiz isso com ela. A barriga da minha mulher estava tão grande que às vezes tirava ela do sério quando dizia que parecia uma melancia, e logo ela dizia que esta a chamando de gorda e baleia, não que estivesse desse jeito, mais a cada dia que passava Elizabeth ficava ainda mais gostosa com toda essa curva que ganhou e os enormes seios, acho que não é uma má ideia engravida-la.

- Por que esta fazendo essa cara de safado? Está pensando em outra?

- É, estou pensando em uma mulher, alta, mais cheia, com bastante curva e um peitão de tirar minha concentração. Vejo ela todos os dias pelada na minha cama, com um fogo que nem mangueira de bombeiro vá apagar! – Mordi seu pescoço e escutei um gemido fraco vindo dela. Somente com isso já foi o suficiente para fazer com que meu pau se levantasse em um passe de mágica. Encarei minha mulher que me encarava com a boca levemente aberta, peguei sua mão colocando em cima do volume que estava na minha calça jeans e o jeito que minha linda Beth mordia o lábio dava para perceber o quão excitada estava.

- Aqui não é lugar para isso, quando chegarmos no carro resolvemos. – Beth puxou sua mão enquanto fiquei sorrindo para minha mulher e tentando acalmar esse volume todo que está na minha calça, quando a porta do consultório se abriu e o médico voltou com um gel na mão, pois tinha acabado.

- Vamos ver como está o bebê? – Médico começou a aplicar o gel na barriga de Beth. Voltei a entrelaçar minha mão com a de Beth, e encaramos a tela do monitor, começamos a ouvir o coração batendo, mais de repente parecia que estávamos ouvindo outra coisa junto.

Encontros Marcados #1 (Completo)Read this story for FREE!