18° Capítulo - Sweet But Psycho

13.8K 973 533
                                    

Oh, ela é um doce, mas é uma psicopata
Meio psicopata
De noite ela fica gritando
Eu-eu-eu-eu perdi a cabeça
Oh, ela é gostosa, mas é uma psicopata
Então saia, apesar de ela estar certa
De noite ela fica gritando
Eu-eu-eu-eu perdi a cabeça

Do tipo de doida que pega a arma de um policial
Ela é veneno, mas saborosa
Sim, as pessoas dizem: Corra, não ande por aí
Porque ela é doce, mas uma psicopata
Meio psicopata
De noite ela fica gritando
Eu-eu-eu-eu perdi a cabeça

Você é igual a mim, você perdeu a cabeça
Eu sei que é estranho, nós dois somos loucos
Você está me dizendo que sou insana?
Garoto, não finja que você não ama a dor

Sweet But Psycho - Ava Max

_________________________________________


Naquele momento Halya deu graças a Deus por eles terem começado a dormir no quarto de Megalos pois sabia que ele sempre teve uma arma debaixo do travesseiro.

—Halya, não faz nada. Deixe comigo, ele vai te machucar. - sussurrou Yan, enquanto a moça beijava seu pescoço arrastou a mão por debaixo do travesseiro segurando a arma.

—Confia em mim, só dessa vez. - diz a menina e rola com Yan na cama os fazendo cair no chão logo escutando o barulho de uma arma sendo destravada e os disparos em suas direções.

Assim que Halya caiu no chão com Megalos e escutou a arma ser destravada, engatiou rapidamente por baixo da cama e os disparos que ia para onde Megalos estava a deixaram sem pensar duas vezes ela ficou de frente ao homem que não a viu passar por debaixo da cama e foi então que ela atirou bem no meio de sua testa.

A menina ficou paralisada, ela havia matado uma pessoa. Ela bateu, desmaiou, atirou em uma, mas matar? Nunca.

Halya olhou para o corpo caído no chão a sua frente envolvido por uma poça de sangue e a arma simplesmente caiu de sua mão, ela era balançada constantemente por Yan que tentava tira-lá do transe.

—Digam pra mim pelo amor de Deus os disparos que ouvimos foi algum fetiche de vocês. - Anthony disse ao conseguir arrombar a porta com a ajuda de Matheo. - Caralho... - diz ao ver a cena.

—Puta que pariu! - Matheo diz ao ver o corpo morto no chão.

—Caralho, Halya... Acorda! - Yan diz ao tentar trazer a garota a realidade. A visão da menina começa a embaçar e última coisa que ela lembra é de Megalos chamando seu nome antes de desmaiar.

○○○

—Descobriram quem enviou o desgraçado? - Yan perguntou para Matheo quando o mesmo entrou no antigo quarto de Halya, onde ele observava a menina ainda desacordada na cama.

—Veio a mando de Mazzaropi. - Matheo respondeu.

—Aquele filho da puta! - diz socando o braço da poltrona. - Eu quero ele morto pra ontem, e eu vou adorar fazer isso com as meninas próprias mãos.

—Sabe que esse peixe não é fácil de pescar. - fala Matheo.

—Não me interessa! Eu vou caçar ele até no inferno se for preciso!

My ObsessionOnde as histórias ganham vida. Descobre agora