25° Capítulo - You Calling My Name

10.1K 790 209
                                    

Eu que te fiz chorar
E me odiei
Apenas deixando cicatrizes
Eu me ressenti dos meus erros
Agora, sem você
Meu nome perdeu seu significado
Por favor o chame de novo

Meu erro fatal
Eu sem você, sou falso
Um céu sem luz, negro
Todos os dias são sem sentido
Oh imaturo, cara ruim
Oh, o preço por ter te feito chorar
Oh, oh garota, não me deixe, por favor volte pra mim
Eu era um idiota

Desde que você se foi
Minha razão de ser também se foi
Eu não sabia até então
Oh sim sim sim

O som de você chamando meu nome
Quero ouvir, sua voz
Eu não sabia o quanto sentiria sua falta
Por favor, volte
Por favor, me dê mais uma chance

Meu eu incompleto
Depois que te conheci
Eu sonho em me tornar inteiro
É como se eu tivesse achado a peça do meu quebra-cabeça
Tem que ser você

Ah as memórias esclarecidas
Eu sinto o milagre que é você
No momento em que você chamou meu nome
Foi naquele momento que finalmente encontrei significado

You Calling My Name - Got7

_________________________________________


—Halya, me espera! - Anthony corre até a garota. - Onde vai? Deixa eu te levar, não está bem pra ir sozinha... - ela apenas confirmou com a cabeça e eles entram no carro e seguiram em silêncio até o antigo apartamento de Halya. - Morava aqui? - pergunta assim que saem do carro.

—Aham, comprei quando me mudei para cá. - ela responde com o olhar vago e eles seguem até a portaria.

—Halya, quanto tempo. Pensei que não voltava mais... - fala o porteiro.

—Tive que passar o tempo fora. - ela acena com a cabeça se despedindo pra sair mais volta. - O nome dele é Anthony e ele tem permissão pra subir sempre. - ela aponta para o rapaz atrás de si. - Pode colocar o nome Matheo na lista de permissão também, por favor.

—Anthony e Matheo, correto? - ela confirma com a cabeça. - Está tudo bem, querida? Parece triste... - ela força um sorriso.

—Estou bem, obrigada. Com licença... - ela acena e entra no elevador com Anthony que não tirava os olhos da moça. - Entra... - ela diz assim que abre a porta de seu apartamento. Anthony observa quando os olhos da garota enchem d'água novamente quando percorrem todo o local, ele segura seu rosto e desliza o polegar em sua bochecha.

—Pode chorar, meu anjo. Você não precisa ser forte o tempo todo... - ele encosta a cabeça da menina em seu peito e ela desaba em lágrimas.

—Desculpa... - disse em soluços. - Sujei sua blusa de novo... - ela limpa o nariz no braço coberto pela blusa e o garoto rir.

—Prometo fazer o mesmo com você um dia. - ele brinca tentando tirar um sorriso da garota e deu certo. - Isso é pra você. - ele a entrega um celular novo.

—Pra que isso? - ela o encara.

-—Para eu poder saber se você está bem e que não corre perigo.

—Eu posso comprar um depois.

—Mas eu estou te dando esse agora, então aceite. - ele coloca o aparelho nas mãos dela. - Não se preocupa que ele não sabe esse número.

—Ok. - ela se deu por vencida e se senta no sofá.

—Quer que eu durma aqui com você? - ele se senta ao seu lado.

—Não precisa... - ela deita a cabeça em seu ombro.- Obrigada por cuidar de mim.

—Você é como uma irmã pra mim, cordeirinho. Vou sempre cuidar de você. - ele acaricia seu cabelo. - Desculpa pelo o que Matheo e eu falamos no carro, realmente pensávamos que ele nunca te magoaria.

—Vocês não tem culpa, eu pensava a mesma coisa... - ela suspira. - Agora eu só quero esquecer tudo isso.

—Não vai ser fácil, gatinha... Mas eu estou aqui para oque precisar.

—Eu sei. - ela ergue a cabeça e beija a testa do rapaz.

—Vou deixar você pensar um pouco sozinha agora, me liga se precisar de alguma coisa. E vê se dorme um pouco! - ela confirma e ele se levanta beijando o topo de sua cabeça, ela o acompanha até a porta.

—Tchau. - ela força um sorriso e ele vai embora.

Halya se deitou no sofá e as coisas tinham que ser diferentes agora, ela precisava esquecê-lo.

○○○

Anthony se chegou em casa com tudo, estava inconformado com a situação.

—Cadê o desgraçado do seu irmão? - fala Andy ao encontrar Matheo na sala.

—Ele também é seu irmão, e eu não sei onde ele está.

—Como assim você não sabe?! Não ficou te olho nele, porra? - levanta as mangas da camisa.

—Estava ocupado mandando sumirem com o corpo da vadia, caralho. Ele deve tá em algum lugar da casa. - ele fala e Andy sobe as escadas com pressa. ‐ Que porra você vai fazer, Anthony? - grita. Anthony vai até o escritório e vê Yan com um garrafa de bebida em mãos.

—Finalmente você chegou, cadê minha garota?! - fala Yan pouco alcoolizado. Andy anda em passos firmes até o rapaz e desfere um soco em seu rosto, logo o segurando pela blusa.

—Que filho da puta você acha que é pra magoar ela desse jeito, hein?! - diz em pura raiva. - Você é um puta de um desgraçado! - ele joga Yan na parede e Matheo corre para separar os dois.

—Mas que porra, Anthony! - ele empurra Andy enquanto Yan o encarava quieto, sentia que estava errado. - Chega!

—Você fez mal pra ela desde o começo! A sequestrou, manteve ela aqui contra a vontade, ela passou por poucas e boas com você e quando ela finalmente decide confiar em você, você vai ela é trai a confiança dela! - grita Andy.

—EU NÃO TRAI ELA! - gritou Megalos por fim.

—Então o quê Kimberly estava fazendo pelada naquela merda cama? Cantando uma canção de ninar? - ele debocha irritado.

—Eu não sei, caralho! Não me lembro de nada... - ele passa a mão no rosto. - Acham mesmo que eu magoaria a pessoa eu mais amo? Vocês sabem o que e eu senti na primeira vez que eu vi a Halya? - ele sorriu ao se lembrar. - Eu senti saudades, como se eu a tivesse perdido e a esperado e depois de anos finalmente a encontrado. - ele chega perto de Anthony que o encarava menos estressado. - Por favor, me fala onde ela está...

—Se vira. - ele vai até a porta. - E eu espero que não esteja mentindo, porquê se estiver, você nunca mais vai saber por onde ela andou. - saiu do escritório batendo a porta e Yan encara Matheo como o último fio de esperança.

—Você sabe que te dou o benefício da duvida. Nós três prometemos não mentir um para o outro, vocês são minha família e minha promessa, Halya se tornou parte disso para nós e se você mente para um de nós, mente para os três. - ele o encara. - Não conte comigo nessa, descubra onde ela está sozinho. E se força ela a algo, vamos está com ela. - ele sai deixando Megalos só.

_________________________________________


O quê será do nosso casal agora?



XOXO! - L💋

My ObsessionOnde as histórias ganham vida. Descobre agora