4° Capítulo - Not Your Barbie Girl

22.3K 1.5K 917
                                    

Você esqueceu que sou real?
Oh, eu estou respirando, me toque, sinta
Oh, diga que eu sou seu brinquedo para brincar
Quer me colocar em uma caixa
Você não vai falar comigo desse jeito, é melhor você parar

Não sou sua Barbie
Estou vivendo no meu próprio mundo
Eu não sou de plástico, me chame de clássica
Você não pode me tocar lá, você não pode tocar meu corpo
A menos que eu diga, não sou sua Barbie, não

Not Your Barbie Girl - Ava Max

_________________________________________


Halya me desobedeceu e mesmo que doa fazer isso com ela, a pequena terá que pagar...

Yan a trancou no porão e ficou com ela até que acordasse, a mesma acorda e começa a olhar em volta até repousar seus olhos em Megalos.

— O que aconteceu? - ela pergunta olhando o local.

— Não deveria ter fugido. - diz sério, a fazendo se lembrar.

— Você não faria o mesmo?

— É claro, só que foi você, e pagará as consequências.

—O que vai fazer comigo? - ela se levanta do chão. - Olha, não tem o porquê de eu estar aqui! Se é dinheiro que você quer, eu não tenho. - cruzou os braços.

— Eu não quero nada além de você! Apesar, de que você já é minha. - diz fazendo a garota rir alto, ele a olhou confuso e colocou as mãos no bolso da calça.

— Só se for nos seus sonhos ou nos meus piores pesadelos. - falou, o deixando assustado.

— Bom, como eu não posso fazer você pagar como eu queria... - ele se aproxima. - Até que permita um dia, e eu sei que vai permitir... - Megalos se vira de costas, se afastando aos poucos. - Ficará sem comida por dois dias e água por um.

— O que?! - ela diz incrédula. - Você só pode estar louco, mas do que o normal! Me tira daqui!

— Eu realmente não entendo o porquê de você ter fugido, eu posso te dar tudo oque sempre quis. Não tem amigos e seus pais morreram, sua mãe não se importava já que casou com um outro homem que te agrediu e eu... - o rapaz sente seu rosto arder. Ela me deu um tapa? - Você está louca!? - coloca a mão sobre o local atingido.

— Você... nunca mais... - sua voz treme. - Nunca mais fale sobre minha vida como se me conhecesse, você diz que me conhece, mas não. Você quer me conhecer pra ter certeza, me julga mas pelo visto é sozinho como eu! Pra ser um mafioso você não deve ter família... Então é por isso? Achou que pelo fato de sermos sozinhos ficaríamos bem juntos? Arranje outra personagem para sua peça, e me tire daqui! - diz furiosa e sem medo algum de Megalos, oque o deixou mais curioso ainda sobre a garota.

— Não, ficará por dois dias. - vai até a porta e a abra. - Espero que aprenda a lição. - saiu trancando a porta e desligando a luz. Yan escutou chutes e socos no mesmo momento.

— Yan! - ela começa a bater e chutar a porta com mais força. - Tira daqui! YAN!

— Não vai adiantar, Halya. - fala alto do outro lado da porta.

— Halya! Por favor! - sua voz entra em desespero. - Eu tenho... Tenho pânico de escuro! Por favor! - ela começa a gritar e continua agredir a porta. - Eu não tento fugir mais, por favor!

— Deveria ter pensado nisso antes.

— Yan, você disse que ia cuidar de mim! - sua voz sai cansada, mas as batidas continuam. - Yan... Meu braço, meu braço tá formigando! - as batidas diminuem. - Eu... não consigo... respirar!

My ObsessionOnde as histórias ganham vida. Descobre agora