36° Capítulo - Kill this love

7.8K 585 352
                                    

Sentindo-me como uma pecadora
É tão intenso, com ele eu vou às lágrimas
Ele disse: Você parece louca
Obrigada, amor
Eu devo tudo isso a você
Me deixou toda bagunçada
O amor dele era o meu favorito
Mas nós juntos, infelizmente, pode ser perigoso

Sorte a minha, sorte a sua
Depois de tudo, no fim nós mentimos
E daí? E daí?
Se eu acabar te esquecendo
Só lamento
Eu não sinto por isso
O que eu deveria fazer? Eu não aguento ser tão fraca
Enquanto eu me forço a esconder minhas lágrimas
Eu preciso dar um fim a esse amor

Vamos matar esse amor!

Kill this love - BLACKPINK


_________________________________________


—Não se esquece, princesa, da forma mais dolorosa. Senão, BOOM. - gargalhou insinuando sobre a bomba. - Não demore muito, seu cunhadinho pode perder um membro do corpo até lá. - diz Luke ao ver a garota ainda de costas subir as escadas novamente, ela parou por alguns segundos tentando se controlar e apertou os punhos, logo voltando a seguir o caminho até o escritório de Mazzaropi. - I love you, baby! - ele acenou sorridente ao ver a garota sumir nas escadas. Halya abriu a porta do escritório e viu Yan passando as mãos pelo cabelo, estava nervoso.

—Pode nos dar licença, papai... - ela abriu um sorriso largo e abriu mais a porta indicando para Mazzaropi sair. Yan a encarou.

—Claro, princesinha! - sorrio alegremente e saiu do local, ele sabia oquê estava prestes a acontecer ali.

—Era para você estar no carro com o Thomas. - Megalos disse irritado.

—Não agora que já não preciso de você. - diz alegremente, sentindo seu coração apertar.

—O quê? - franziu o fenho.

—Deixa eu explicar... - ela se sentou e ele a seguiu com o olhar. - Agora eu tenho meu pai e Yan, eu sempre fui apaixonada por ele e agora eu descobri que ele me ama, isso não é o máximo?! - diz tudo sorrindo e Yan gargalhou.

—Te drogaram, docinho? - diz recuperando o fôlego.

O tempo passando, Yan pode perder a máfia e Anthony a cabeça. Preciso fazer isso melhor, mesmo que doa!

Espera, achou mesmo que eu te amava? - gargalhou. - Deve ter ficado louco, nunca, só precisava ter você na minha mão. - diz olhando as unhas, Yan ficou vermelho de raiva. Mesmo que eles brigassem diversas vezes, Halya nunca havia dito que não a amava.

—Docinho... - ele respirou fundo. - Eles te ameaçaram?

Droga!

—Nós podemos revolver isso juntos, vamos para casa! - ele foi até a garota para segurar sua mão, mas ela se afasta e se levanta e o afasta.

—Querido, acorda, você e eu nunca ia rolar. - ela cruzou os braços e sorriu. - Só te aturei, você nunca foi nada pra mim. - ela vai até uma garrafa de bourbon que estava em cima da mesa e vira bebendo vários goles de uma vez.

— Você sabe que não consegue mentir para mim. - ele arranca a garrafa dela. - E para de beber essa porra, você está com a barriga vazia, vai passar mal.

—Vai logo embora, já falei que não preciso de você. - ela vai para perto da porta, Megalos arremessa a garrafa na parece com raiva.

—Então, você está dizendo que não sente nada por mim? - diz tentando se controlar. - Que foi tudo uma mentira?

My ObsessionOnde as histórias ganham vida. Descobre agora