32° Capítulo - Moonlight

8.7K 761 249
                                    

Colocar seus lábios no meu pescoço
Me faz querer lhe dar meu corpo todo
Eu estou me apaixonando por você, querido
E eu não consigo parar

Porque eu nunca soube, eu nunca soube
Que era possível segurar o luar com as mãos
Até a noite em que eu te abracei
Você é o meu luar
Luar

Querido, eu estou me apaixonando
Você é o meu luar
Luar

Ele é tão autoritário, ele me faz dançar
Estou tentando obedecer suas ordens e cancelar meus planos
Suave como um doce, mas ele é um homem tão forte
Ele sabe exatamente o que ele causa quando me abraça forte
E me chama de luar também

Moonlight - Ariana Grande
________________________________________

— Docinho... - Yan diz se aproximando da garota e lhe roubando um beijo, quem o conhecia sabia que ele não estava tão calmo assim. - Está febril... - a garota o encarou um pouco surpresa como todos os outros a sua volta, olhou para as mãos do rapaz e viu um buquê de rosas brancas com girassóis. - Desculpa por te irritar hoje mais cedo. - sussurrou em seu ouvido e entregou o buquê.

—Vou pensar em lhe desculpar. - fingiu está esnobe e ele sorriu sabendo que a garota estava toda boba por dentro.

—Ele devia ter sumido da sua vida! - Luke resmungou. Acho que uma bomba foi ativada...

—E você já deveria ter sumido da minha vista. - diz rude e sereno, segurando a menina pela cintura.

—E vocês dois podem ficar quietos! - disse com raiva e respira fundo. - Luke, esse é meu namorado. - ela aponta para Yan. - E naquele dia foi apenas uma discussão boba e...

—Uma discussão boba? - Luke questionou. - Uma arma foi apontada para minha testa e você foi arrastada até um carro e é a primeira vez que eu te vejo desde então!

—Não seja dramático. - Yan diz em deboche.

—Espera, arrastou ela até ao carro? - Andy pergunta desacreditado em tom de chateação.

—Se mete agora não. - respondeu Megalos.

—Halya, se ele estiver te ameaçado pode vir comigo. - ela estreita os olhos quando seu colega ia pegar em sua mão novamente e se afasta.

Algo estava errado com Luke, a garota percebia, não a venham dizer que e a tpm. Halya tinha um sexto sentido para a podridão das pessoas, e começou a sentir isso em Luke.

—Estou bem e estou com ele porque gosto dele, não que isso seja da sua conta. - o grande sorriso de Yan era visível para todos. - E você tira esse sorrisinho da cara que eu não estou fazendo isso por sua causa! - ela se vira para Yan que desmancha seu sorriso.

—Ok, amor. - diz rápido e baixo tentando não sorrir novamente. Luke gargalha alto, não por Yane sim pela atitude da garota de lhe dar um fora.

— Você continua sendo difícil de lidar, mas isso não durará muito. - diz sorrindo e se aproxima dela mas Megalos passa a frente. - Nós veremos de novo, princesa. - ele os encara por uma última vez e sai do local.

—Uau... - Andy solta.

— Isso foi bem estranho. - diz Thomas e Yan o encara.

—Você fala agora? - diz Yan, rude e irônico, recebendo um tapa no braço por Halya. - Aí!

—Não fala com ele assim, ele agora é meu secretário, não um de seus seguranças. - a garota fala. - Pensei Que ia explodir com o Luke, mas se manteve calmo...

—O que eu não faço por você? - ele acaricia sua bochecha e lhe da um beijo na testa, ela estreita os olhos mais um vez.

—O que está aprontando? - ela pergunta.

—Quando ele não está aprontando? - fala Yan.

—Leve ela para ter um dia de beleza e por que meu docinho merece. - ele sorrir para garota. - E depois...

—Por que mereço? Acha que estou feia? - pergunta brava.

— Eu acho que você está uma mégera! - resmunga Andy.

—Não fala assim com ela! - Yan a defende e se vira para a menina. - Não, meu amor, pelo contrário, você está sempre linda. Só que quero lhe fazer uma surpresa, então você vai ir se arrumar com Anthony e... o Thomas.

—Vamos? - pergunta Andy.

—Sim. - responde Yan.

—Não eu não vou querer te matar depois dessa surpresa não né? - diz ela.

—Você sempre quer me matar, docinho. - ele lhe da outro beijo na testa. - Estou indo, okay? Se divirta. - ele lhe roupa um selinho e sai.

—Seu namorado é estranho. - diz Andy.

—Ele é seu irmão... - fala Thomas.

—Sou adotado, lindinho.

—E os dois continuam sendo estranhos. - diz Halya

—Mégera! - resmunga Andy.

_________________________________________

My ObsessionOnde as histórias ganham vida. Descobre agora