9° Capítulo - Youngblood

16.3K 1.1K 449
                                    

E eu sou apenas um homem morto andando hoje à noite
Mas você precisa disso, você precisa disso o tempo todo
Sim, ah, ah, ah

Sangue jovem
Diga que você me quer, diga que você me quer de volta na sua vida
Então eu sou apenas um homem morto rastejando hoje à noite
Porque eu preciso disso, eu preciso disso o tempo todo
Sim, ah, ah, ah

Youngblood - 5 Secords Of Summer

_________________________________________


Hoje faz um mês, UM MÊS que o Yan não fala comigo, não olha pra minha fuça, qual é o problema dele? Não que eu esteja com saudades dele e tal... Não tem como sentir depois de tudo isso, porquê pra ter saudade, tem que ter afeto e por ele eu tenho raiva...
Mas, porra! Eu tinha ele com quem conversar, nem no café, almoço ou janta ele aparece! Ontem ele passou do meu lado no corredor e nem pra olhar na minha cara, esse idiota!

As vezes eu até agradeço essa distância porque eu não sabia onde enfiar a minha cara de quando eu acordei no dia seguinte me lembrando do dia anterior, a vontade era de me sufocar com o travesseiro de tanta vergonha! E nem era pelo tiro, foda-se ele, a vergonha era que ele me viu dançando!
Muitas pessoas já viram, eu sei... Mas era ele! Minha vontade era ser um avestruz e enfiar minha cara na terra...
Mas ele me sequestrou, não podia esperar que eu continuasse uma pessoa equilibrada, afinal eu nunca fui...

Aquele idiota!

Me sequestra, fala que me ama, me faz ter um ataque, não olha na minha cara e não me deixar ir embora. Eu vou acabar surtando aqui, posso ir até o jardim e ainda com seguranças em volta, fico 16 horas do meu dia na biblioteca lendo e as outras 8 horas que sobram, estou comendo ou dormindo.

A única pessoa que tem coragem de falar comigo normalmente nessa casa é a Wendy, por mim ele demitia a outra secretária e ficaria com a Wendy mas ela disse que ele gosta de separar as coisas pra uma secretaria pessoal e outra de negócios.

São 1h da manhã e eu estou furtando a geladeira pra procurar algum doce e a minha sorte é que tem bolo de morango. Cortei um pedaço grande e me sentei pra comer quando ia dar a primeira garfada a porta da sala é aberto e eu escuto um gemido de dor de lá que parecia ser do Yan, olhei pro bolo e olhei pra sala pra ter certeza que eu ia deixar esse bolo de dar água na boca e ir ver o que está acontecendo... Foda-se, é um saco ter bom coração.

—Yan? -  a garota perguntou indo até a sala, foi quando se deparou com o mesmo com as roupas todas sujas de sangue e foi até ele. - Ai meu Deus, onde você se machucou?

—Era pra você estar dormindo. - diz enquanto tentava subir as escadas - Vai pro seu quarto. - o ignorou. Segurou seu braço e foi com ele para subir as escadas. - Não me escutou?

—Eu nunca te escuto, não vai ser agora. Então, cala a boca que eu vou te ajudar. - diz e acabam de subir as escadas.

—Não preciso da sua ajuda, já liguei pro meu médico.

My ObsessionOnde as histórias ganham vida. Descobre agora