37° Capítulo - Stitches

7.4K 641 188
                                    

Eu achei que já havia me machucado antes
Mas nunca ninguém me deixou tão ferido
Suas palavras cortam mais do que faca
Agora preciso de alguém para me trazer a vida
Sinto que estou afundando
Mas eu sei que conseguirei sair vivo
Se eu parar de te chamar de meu amor
E seguir em frente

Você me vê sangrar até que não possa mais respirar
Eu estou tremendo, caindo de joelhos
E agora que estou sem seus beijos
Vou precisar de pontos
Estou tropeçando em mim mesmo
Sofrendo, implorando por sua ajuda
E agora que estou sem seus beijos
Vou precisar de pontos

Assim como uma mariposa é atraída pelo fogo
Oh, você me atraiu, eu não podia sentir dor
Seu coração amargo e frio ao toque
Agora vou colher o que eu plantei
Estou sozinho com a minha raiva
Sinto que estou afundando
Mas eu sei que vou conseguir sair vivo
Se eu parar de chama-la de meu amor
E seguir em frente

Stitches - Shawn Mendes
_________________________________________


—Dá pra chegar nesse caralho mais rápido?! - Megalos grita para Thomas dirigir mais rápido pela milésima vez. Thomas respirou fundo e seguiu o caminho o mais rápido possível observando a estrada, quando chegou na perto do portão o garoto freiou o carro com tudo e saiu correndo para fora não dando a importância pela sequência de palavrões que Megalos soltava. - Mas que caralho você... Anthony? - ele correu até o irmão que estava desmaiado no chão sendo ajudado por Thomas.

—Andy, Andy... - Thomas sacudia o rapaz desmaiado em desespero. - Anthony, acorda!

—Me ajuda a levar ele para dentro agora. - comanda Yan e o rapaz obedece com rapidez e eles o levam para casa o deitando no sofá.

—O que aconteceu? - diz Matheo preocupado ao descer a escada e ver a situação.

—Encontramos ele assim... - diz Yan e começa a andar de um lado para o outro com o celular em seu ouvido a chamado o médico.

—Esquece o médico, chama a Halya! - fala Matheo enquanto limpava o sangue do rosto de Anthony que permanecia desacordado com um pano molhado. Magaloa fingiu não escutar não querendo estourar pelo oquê havia acontecido.

—Você... - falou com Thomas que encarava Anthony com preocupação. - Dispensado.

—Mas... - tentou questionar.

—Agora! - gritou.

—Com licença... - saiu contra gosto.

—Cadê a Halya? - Matheo perguntou novamente.

— O doutor John chega em 15 minutos, vamos levar Anthony para o quarto. - diz ignorando o irmão mais velho e tentando levantar o mais novo.

—Cadê ela caralho?! - gritou estressado.

— ELA FOI EMBORA, ENTENDEU?! EMBORA! - gritou também. - A partir de agora não quero ninguém nessa casa citando sequer o nome dela. - Matheo o olhou sem entender.

—O que aconteceu lá? - questionou.

— O assunto acabou, Matheo. - o rapaz tenta se controlar. - Agora me ajuda a levar o Anthony.

○○○

— Bom, pelos ferimentos ele foi bastante ferido mas nada que seja tão grave. Pelos roxos no corpo dele, sei que foi muito espancado sendo em mãos ou em objetos e a parte mais afetado foi a barriga. - apontou para os hematomas na barriga de Anthony. - Fez ele ter uma hemorragia interna e por muito sangue pra hora, tirando isso só o braço esquerdo que teve uma fratura. - apontou para a tala no braço do rapaz desacordado. - Já o dei os medicamentos e em breve ele vai acordar. - o doutor diz para Matheo e Yan e entrega alguns medicamentos na mão do mais velho.

My ObsessionOnde as histórias ganham vida. Descobre agora