Cap 42

17.2K 836 166
                                    

ʀ ᴇ̂ ɪ
I T A L I A N O

Confesso a vocês que esses três meses não foram nada fáceis.
A Mel está muito sensível e qualquer coisa ela chora ou fica triste

A autoestima dela baixou muito sendo que ela está mais linda doque nunca. Eu tenho feito de tudo pra melhorar e pra agradar ela.

Ela tem agitado sair porque se acha feia, e umas meninas aqui do morro tavam falando coisa dela, até fake criaram.

Entro em casa e vou em direção ao quarto. Entro no mesmo e ouço o barulho do chuveiro.
Olho pro box já que a porta está aberta, e a Mel está tomando banho acariciando a barriga. A cena mais linda que eu já vi.

Tiro a minha roupa e entro no box a abraçando por trás.

Italiano- Oi amor.- Falo fazendo carinho no barrigão dela. E sim, ele cresceu bastante.- Como foi o seu dia?

Mel- Normal eu acho.- Fala e suspira.- E o seu?- Diz sem se virar pra mim.

Italiano- Foi ótimo, mas bem chato porque eu não tava com você.- Fali e tendi a virar pra mim, mas ela recusa.- Oque foi?

Mel- Nada demais. Será que você pode sair primeiro? Depois eu saio.-Beleza isso me machucou.

Italiano- Não. Porque você não quer deixar que eu te veja amor? - Pergunto a virando para mim, que agora deixa.- Falaram alguma coisa?- Ela nega com lágrimas nos olhos.- Mel...

Mel- Não me falaram nada. Você não precisa ligar pros meus dramas.- Fala baixinho indo sair do box, mas eu a seguro.

Italiano- Oque te falaram Mel? Me fala por favor.- Falaram alguma coisa pra ela véi. Ela só fica assim se alguém falar alguma coisa.- Amor...- Falo e a abraço. A mesma suspira.

Mel- Disseram que você ia me-me deixar. E que eu ia ser mãe sozinha, porque você vai me deixar, e vai me trocar por alguém mais bonita.- Fala soluçando.

Italiano- Mel olha pra mim.- Falo e ela levanta o olhar.- Eu não vou te deixar nunca Mel, eu não quero e nunca vou querer, nós temos um filho juntos que é a prova do nosso amor. Do meu amor. Quem te falou isso é um mal amado que não tem ninguém e acha que os outros também não tem. Por favor, não dê ouvidos a esse tipo coisa que você sabe que é mentira. Eu te amo muito tá bom?- Falo a abraçando e ela assente.- Quem te falou isso?

Mel- A Heloísa...- Quem porra é Heloisa.- A mulher da sorveteria.

Italiano- Tinha que ser puta.- Falo e ela me encara.- Não se preocupe que eu vou resolver isso. Vem vamos sair.- A puxo para fora do box indo buscar a toalha. Volto para o banheiro e começo a me enxugar.

Mel- Merda.- Fala e eu a olho.- A minha bolsa estourou.- OQUÊ? Olho para as pernas dela e vejo que tem uma pequena poça em seus pés.- Eu vou tomar outro banho.- Fala calmamente voltando pro box.

Italiano- MEL VOCÊ TEM QUE IR PRO HOSPITAL.- Falo desesperado, como ela consegue ficar tão calma.

Mel- Relaxa cara. Eu não tô com dor. Tá tudo bem.- Começo a andar de uma lado pro outro. Eu quero sair pra arrumar as coisas mas não posso deixar a Mel sozinha.- Para com isso, tá me deixando tonta.- Fala saindo de novo do box e se enxugando.- Vau vestir uma roupa e pega o meu vestido azul.

A mesma fala e eu assinto freneticamente. Finalmente chegou o dia.

11 ʜ ᴏ ʀ ᴀ ꜱ ᴅ ᴇ ᴘ ᴏ ɪ ꜱ

Meu Morro Minha Vida Onde histórias criam vida. Descubra agora