Cap 2

45.4K 2.7K 557
                                    

🅡 I T A L I A N O

Acordo com o despertador tocando, que merda em.
Viro de barriga para cima na cama e fico encarando o teto pensativo.

25 anos.
Sozinho.
Dono da rocinha.

Comecei como todo mundo, sendo aviãozinho e subindo de cargo, virei sub até que em uma troca de tiro com o BOPE o antigo chefe, Peão, morreu, e eu acabei ficando no lugar dele.

Eu cresci aqui, a minha vida é essa favela, ela é tudo oque eu tenho.
Eu mato e morro para a proteger, e se eu morrer, eu quero ser enterrado aqui.

A minha mãe foi morta pelo meu pai, esse merda batia nela, quando eu era pequeno eu não sabia oque fazer, até que eu cresci e comecei a defender ela dele, eu apanhava, mas a minha mãe não, e é isso que importa.

Com 17 anos eu já tava bem maior doque ele, quando ele veio bater na minha mãe, foi só um papuco no meio da testa dele.

Já estive em um relacionamento mas eu tenho um fetiche, no mínimo... estranho, e ela acabou terminado comigo.

Aquela vaca ainda me traiu enquanto estávamos juntos, me fez ficar muito inseguro, então eu nunca mais namorei, eu tenho vontade, só tenho medo de ser insuficiente.

Sou feliz com o que eu tenho, mas eu sinto de falta alguma coisa, tenho uma casa enorme mas sou só eu, sem ninguém, eu pareço que vivo no automático, acordo 6:30 da manhã, escovo os dentes e tomo banho, tomo café e vou para a boca, 12:00 eu almoço, e só volto para casa 19:00.

Dia de sábado eu vou pro baile e só, não gosto de sair transando igual a maioria, e se eu quiser, sei quem chamar, fidelidade para mim é a coisa mais importante do mundo, mas muitos não valorizam.

Pô, tô todo filósofo hoje.

Chega de filosofar e bora pro trampo.

[...]

Tô na minha sala da boca quando ouço um barulho na porta e o som de passos, nem olho pois já sei quem é.

??-Chefe tu não sabe.- HK fala todo apressado igual um doido.

Italiano-Sabe bater na porta não seu porra?- Esse satanás entra, não bate na porta, não fala bom dia e ainda falando alto em plenas 7:30 da manhã.

HK- Calma cavalo, só vim aqui te contar uma notícia.- Ele para de falar e fica me encarando com uma cara de cu, no caso, a cara dele mesmo.- Bom tem uma moradora, gatinha por sinal, mas eu sou viado então nem tem graça, parando pra pensar que nunca mais chegou um macho bonito e bem rolu-

Italiano- Como assim moradora nova, eu não tô sabendo disso aí não.- Cortei ele na hora, esse cara só fala merda.

HK- Pois é viu, ela tava subindo o morro e os meninos deixaram ela entrar bem na hora que eu cheguei, até falei um boa noite mas a piranha nem me respondeu, fiquei bolado.

Italiano- Procure sobre ela e me fale, descubra onde ela mora e a traga aqui.- Falei já estressado odeio quando as coisas saem do meu controle.

HK- Beleza então, fé no corre.- Fala todo saltitante e saindo da sala.

Italiano- Fé no corre.

Meu Morro Minha Vida Onde histórias criam vida. Descubra agora