Cap 13

27.7K 1.4K 431
                                    

🅡 I T A L I A N O

Hoje eu acordei inspirado.

Tô na cozinha preparando o almoço, macarrão com salsicha.
Estou cortando a cebola quando o Luca entra com a cara toda amassada.

Luca- Calor da pexte. - Ele me olha e dá um sorrisinho.- Bom dia tio.

Italiano- Bom dia pivete. Nem vai tomar café da manhã porque já tá na hora do almoço.

Luca- Desculpa, eu sei que era pra eu ter acordado mais cedo.- Eu o olho com a sobrancelha arqueada.- Já era costume. Tô perdendo o jeito.

Italiano- Relaxa cara.- Falo pondo o molho de tomate na salsicha.- Hj tem jogo sub 14 e tu vai jogar.- Essa peste joga bem pá porra, se bem que eu só vi ele jogar uma vez.

Luca- Não vai dá.- Ela fala um pouco cabisbaixo.

Italiano- Porque?- Ele cora.

Luca- Eu não tenho chuteira.- Eu começo a rir, ele acha que eu tô liso é?

Italiano- Isso não é problema, de liso só o cabelo da minha muié,- o encaro melhor.- E o teu também. Bora resolver isso depois do almoço.

[...]

Luca- Tamo indo pra onde? E porque eu tô no banco de trás? Vai trazer alguma mulher pra cá? Pô irmão que vacilo.

Italiano- Aquieta o rabo pivete. Nós vamos em uns lugares aí, e vamos buscar a minha de fé.- Ele me olha com a sobrancelha arqueada.- Tu tem celular?

Luca- Eu tinha nem comida quem dirá uma celular.- Fala rindo depois parando.- Foi meio pesado né, desculpa ae.

Italiano- Bora comprar um.-Falo descendo do carro indo em direção a casa da minha morena. Falando nela. Tô morto de saudades, até esqueci a voz dela. E eu quero o meu leite óbvio.- Fica aí que eu já volto.- Ele me dá um joinha que retribuo.

Chego no portão e vejo que tá aberto. Que maluca namoral. Ela não tem noção do perigo não?
Entro na casa calmamente e a chamo.

Italiano- Meeel? O Meeel.- Ela sai do quarto toda doida e PUTA QUE PARIU. Ela com um pijaminha do scoob-doo fica mais bonita que aquelas tonhona no baile.

Mel- Porra irmão sabe bater na porta não?- Ela fala toda afobada. E eu olho pros seus peitos. E que peitos viu. Eles tão enormes. Parecendo dois melões, pensa o tanto de leite que tem neles. Caralho.- Pô italiano para de olhar aí pra baixo.- Levanto o meu olhar e vejo que estou encarando fixamente os seus seios. Automaticamente fico vermelho.

Italiano- Oi amor.-Falo chegando perto dela.- Bora no Shopping comigo, eu espero tu tomar banho.- Ela me encara e da de ombros, chego perto dela e a pego pela cintura dando um selinho. Ela me olha com raiva. Que fofa.

Mel- Que liberdade é essa boy? Agora me solta que eu vou tomar banho.- Eu deixo outro selinho antes de a soltar.

Italiano- Tá bom.- Falo simplesmente e vejo ela ir em direção ao quarto. E eu vou ficar aqui de besta é. A sigo e deito na sua cama.

Mel- Folgado.- Ela murmura e eu solto uma risada.

[...]

Italiano- Porra véi quem demora tanto tempo no banho. Quase duas horas que tu tá aí amor.- Namoral não que eu esteja reclamando. Mas ela vai acabar com a água da caixa d'água assim.

Mel- Eu já acabei, e você não me avisou antes então agora ature.- Ela fala mexendo nos cabides do guarda roupa.

Italiano- Deixa eu escolher a tua roupa.- Ela me olha levantando a sobrancelha.- Por favor, eu tenho bom gosto.

Mel- Beleza então.- Ela aceita as coisas com uma facilidade bizarra.- Bom que eu já seco o cabelo e faço uma make.

Mexo nas roupas dela e misericórdia, são muitas. De repente, vejo a minha escolhida.
Uma blusa branca,
com uma saia preta, uma vibe bem amor da minha vida.

Uma blusa branca,com uma saia preta, uma vibe bem amor da minha vida

Ops! Esta imagem não segue nossas diretrizes de conteúdo. Para continuar a publicação, tente removê-la ou carregar outra.

Italiano- A essa aqui vida.- Mostro a roupa pra ela.

Mel- Até que você tem bom gosto.- Ela fala e vai se trocar.

[...]

Depois de uma eternidade estamos indo para o carro. Quando chego lá vejo o Luca dormindo.

Mel- Véi eu acho que invadiram o teu carro.- Ela fala baixinho.- Eu aceno pra ela entrar no carro e eu entro também batendo a porta com a maior força possível.- Quebra logo essa porra.

Ligo o carro e essa peste ainda dormindo. Quer saber, deixa ele dormir.

Italiano- Mel esse marginal ai é Luca, ele mora comigo.- Ela me olha e começa a rir.- Oque foi?

Mel- Eu sei tu já me falou, e não fala dele assim porra. Mas eu tô rindo porque já vi ele caindo da barreira. Eu falei bom dia aí ele tomou um susto e caiu. Manguei horrores.- Ela fala ainda rindo.

Fala e eu começou a dirigir em direção ao asfalto.

.............................................................

Luca Menezes

Ops! Esta imagem não segue nossas diretrizes de conteúdo. Para continuar a publicação, tente removê-la ou carregar outra.


Luca Menezes.
14 anos.

Henrique Freitas

Ops! Esta imagem não segue nossas diretrizes de conteúdo. Para continuar a publicação, tente removê-la ou carregar outra.


Henrique Freitas.
27 anos

Meu Morro Minha Vida Onde histórias criam vida. Descubra agora