Eu estava nervosa. Sim, muito nervosa. Pra caramba. E harry ainda não tinha sequer voltado da parte externa do apartamento, onde ele tinha ido atender quem tinha tocado a campainha.
Na minha cabeca ja estava imaginando um monte de coisas: tinha um ninja maluco daqueles japoneses que tinham sequestrado o meu namorado a mando da ex namorada maluca dele e o enviaram uma coisa na boca o impedindo de gritar...

Ou, talvez a maluca tenha vindo em pessoa, com um vestido mais curto que a blusa do meu pijama, mostrando até o útero e o seduzira de modo que ele fora levado, com um babador, de tanto babar por ela, até um motel no fim da cidade.

Ok, essa não era a minha opção predileta. E esperava que não fosse de verdade.

Estava batucando no tampo da mesa impacientemente, cantando uma música qualquer, quando ouvi os passos de Harry que indicavam que ele estava vindo.

E Então levantei o olhar. Ao lado dele, vinham um senhor e uma mulher muito bonita e jovem, que nem parecia... Mas eu achava, ou melhor tinha quase certeza de que era a mãe do meu namorado. Ai meu deus. E eu ali, mais mulambenta que mendigo na estátua da liberdade.

Tive vontade de pegar um skate e sair correndo, mas quem disse que eu sequer consegui me mover?

- Pai, mãe, eu gostaria de ter apresentado a vocês numa ocasião melhor, mas enfim... Essa é Lauren Forbes, minha namorada. E gata, esses são meus pais, Annie e Robert.

De repente eu nem sabia o que falar. Mas, com muita dificuldade, e gaguejando mais que cd arranhado, Falei:

- O-oi, e-eu s-sou a Lauren... É um.. p-prazer con-conhecê-los... - Falei, olhando para eles, e em seguida olhando para o meu namorado, que estava com a maior cara de zombaria. Eu iria matá-lo. Como é que ele convidava os pais sem nem me avisar? Eu aqui mais desarrumada que árvore de natal antes de ser montada... Puta merda! A impressão de que os meus sogros lindos iriam ter de mim era de uma Zé ninguém, que queria se aproveitar da fama e do dinheiro do filho deles.

- ... Ele estava me dizendo que você era bonita, mas não imaginava que era tanto - voltei a prestar atenção neles, e sorri com o elogio.

- Ah, muit-muito obrigada, senhora Styles. Desculpa eu estar parecendo uma mendiga mas é que Harry não me avisou que vocês viriam e eu....

- Mas o que é isso, menina! Uma garota tão bonita se sentindo uma mendiga... Desculpa, querida mas a culpa não foi do seu namorado, é que gostamos de surpreendê-lo de vez em quando, aparecendo aqui.

- Ah... Entendi... - Falei, um pouco sem graça, porém mostrando todos os dentes da minha arcada dentária.

- Eles quase nunca aparecem aqui, Lauren,e quando aparecem, só aparecem de surpresa... Daqui a pouco vai chegar a outra maluca...

- Que...

E de repente, uma loira muito linda, com pele de porcelana à la Gisele Bundchen, apareceu na sala, andando em nossa direção.

- OOOOOOOI FAMÍLIA! - ela falou, se aproximando da gente, e dando um beijo super demorado em Harry. Ela era a cara da Sra Styles, e tão logo, deduzi que ela era a tal irmã do meu namorado que eu nunca tinha visto, até então.

- O que faz aqui, sua maluca? - Harry questionou, bagunçando o cabelo dela, como se ela fosse um garoto de seis anos.

- Ué, maninho. Vim te ver, também. Ou é só o papai e a mamãe que tem esse direito? Hum... Aliás, finalmente vou conhecer a sua crush... Você é a famosa Forbes? A garota que fez residência fixa no coração cavernoso do meu irmão? - Ela voltou seu olhar pra mim, curioso é um tanto divertido..

- Ahn... Oi. Eu sou a Lauren. E você...

- Eu sei quem você é, bobinha. Meu irmão pronunciava seu nome de cada quatro palavras que ele falava, cinco eram seu nome. A propósito, sou Gemma Styles, irmã desse ser humano gato com uma genética ótima para beleza... E para arranjar namoradas também - Ela falou, estendendo a mão, e eu não hesitei em apertar . Ela realmente aparentava ser uma boa pessoa,apesar de um pouco maluca.

- Prazer, Gemma. - Eu falei, um pouco tímida.

- O Prazer é todo meu, querida. Mas e aí, maninho? Vai nos convidar para jantar ou vamos ficar todos aqui com cara de bobos?

Os pais dele se viraram para Harry, que até então se mantinha estupefato com toda a invasão da família à sua casa.

- Jantar? A gente vai comer uma pizza, eu não imaginava que vocês apareceriam aqui justo hoje... Se não eu teria..

- Tudo bem, querido. Estamos de saída, não é mesmo, Rob? Só viemos para vê-lo rapidamente, já que você quase não foi em casa por esses dias... Mas até que foi bom, porque finalmente conhecemos a misteriosa garota que tem conquistado nosso menino. A aguardamos para um jantar, hein querida? - Annie falou, docemente. E eu sorri, sem graça - Bem, temos de ir agora. Você vem conosco, Gemma?

Gemma que sorria, divertida para mim e Harry, se moveu, finalmente e falou:

- Uhum. Nao quero segurar vela de ninguém, hoje. Mas, - ela se virou diretamente pra mim - Precisamos nos falar mais, cunhadinha. Harry, trate de tomar vergonha nessa cara, e leva a garota para jantar com a gente qualquer dia desses. E, Lauren, gostei de você.
- Posso dizer o mesmo, Gemma. - Falei,tentando pôr um traço sequer de intimidade na forma com que falei o nome dela.

Ela me abraçou, bem apertado, na verdade muito apertado e depois abraçou Harry, que ainda estava meio chocado com a visita da família, e não reagiu muito. Ambos os pais e agora Gemma, estavam na porta e eu e Harry fomos acompanhá-los.

Instantes depois, ele fechou a porta e logo estávamos novamente a sós.

Houve um período de silêncio, até que ele o quebrou, questionando:

- E Então, o que achou da minha família nada previsível? - não sabia dizer se seu Tom era sério ou mais extrovertido, já que ele estava meio indecifrável naquele momento.


Ok, capítulo curtíssimo. Eu sei e também demorei pra postar pq tava com bloqueio de escrita.
Estrelinhas e comentários pliss

Ah, e obrigada pelos 45K de leituras! Harry Styles agradece :)

50 Tons de Harry Styles Leia esta história GRATUITAMENTE!