Meu coração deu um salto triplo carpado.
- Senhorita Forbes?
- Oh olá! - Eu não tinha percebido que a distância entre mim e ele já havia diminuído. e muito.

- O que faz aqui?
- Ah.. Vim ver um show.. Você também? - Nao consegui esconder o nervosismo na minha voz.
- Eu também. - ele falou com aquela voz de conquistador barato. - Mas para cantar.

Eu fiquei pasma. Era a banda dele que iria se apresentar ali.
- S-sua banda v-vai tocar aqui? - eu gaguejei.
- Sim, vamos.
Quando eu estava prestes a falar "oh que bom" o Matt se aproximou de onde eu estava com o Harry.
- Ah.. Aí está você! Estive te procurando por tudo o que é lugar!
- Desculpa.. É que.. Bem, este é o...
Eu apontei para o lugar onde o Harry estava, mas ele não estava mais lá.
- quem?
- Esquece. Vamos aproveitar o show.
- Tudo bem.

E fomos. eu ainda estava tomando minha coca cola quando um cara vara pau e muito mas muito feio anunciou a banda. Chamava-se ONE DIRECTION.
.- E com vocês... A boyband de maior sucesso de todo o mundo... One Directioooooonnn!

Ouvi gritinhos de muitas meninas loucas. E então eles entraram. Estavam lindos os meninos. Mas meu olhar só conseguia ir para um cara de toda a banda. Pro Harry.

E o mais esquisito de tudo, quando os meninos entraram no palco, o Harry parecia estar a procura de alguem, e quando seu olhar cruzou com o meu, eu corei e ele sorriu. Aquele sorriso sexy que me deixava mais perdida que cego no escuro.

- Está curtindooo? - o Matt gritou no meu ouvido quando começou a batida de uma música deles que eu já tinha ouvido mas que não sabia quem cantava: what makes you beautiful.
- Claro que sim! Eles tocam muito bem. E cantam pra caramba! - Gritei em resposta.

Baby you light up my world
Like nobody else
The way that you flip your hair
(...)
You don't knooooow you don't know you're beautifullll

Cantei com tanta empolgação que estava super acabada na terceira música que eles cantaram. Parece que era little things.
Era muito linda essa música.

No fim do show, eu e Matt estávamos um caco.
Ele foi até o bar pedir mais uma coca pra mim e um guaraná pra ele.
Enquanto esperava impacientemente o Matt voltar com as bebidas, ouvi alguem sussurrar no meu ouvido:
- E ai, gostou das nossas músicas?
Eu me virei. Quando vi quem tinha falado, congelei.

Era ele mesmo. O deuso. O mudo. O Harry styles.
- S-sim. - Eu gaguejei.
- Você nunca ouviu nenhuma das nossas músicas? Ou já?
- B-Bem.. Ouvi what makes you beautiful e steal My Girl. Mas sou péssima em saber bandas e essas coisas.. Por isso n-não..
- Oh.. Tudo bem. Fiquei feliz por vê-la aqui.. Só não a convidei naquele dia porque...

- Voltei Lauren! - Matt falou segurando as latas de refrigerante. Ele estava sorrindo, mas seu sorriso sumiu quando viu o Harry bem na minha frente.

- Você.. Você não é o cara Da banda?
-Sim. Sou eu. - Ele deu um sorriso lindo, mas eu sabia que aquele sorriso era totalmente diferente dos outros que ele já havia me dado.
Era um sorriso arrepiante... Chegava até a doer os ossos... Tudo bem, estou brincando. Não soube ao certo qual era o significado daquele sorriso. Enigmático.

- vocês se conhecem? - Matt falou, tirando-me dos meus devaneios.
- Ah.. Lembra que eu ia entrevistar alguem pro trabalho de literatura da escola? Bem, eu entrevistei o Sr. styles.
- falei olhando pro Matt e evitando o olhar de Harry sobre mim.
- Ah ta... - Matt forjou um.sorriso para Harry. - Estamos indo. Gostei do show.

-Obrigada. - Harry falou. Seu olhar repousava diretamente em mim.
Sai daquele lugar praticamente sendo arrastada pelo Matt.

- O que deu em você? A gente não estava com pressa nenhuma pra sair... Porque a pressa?
- Nada. Eu... Foi mal OK?
- Ah claro.. Fica de TPM e vem descontar em mim...

Matt bufou. Estávamos no meio da rua. Não queria brigar ali, mas o Matt me forçou a fazer aquilo.
- Vamos voltar pra lá?
- Agora? Não estou mais a fim, obrigada. - falei com raiva. E comecei a andar em direção à nossa casa.
Andei o mais depressa possível. Se tinha uma coisa que me irritava no mundo inteiro, era ataque bobo de ciumes.

- Lauren! Espera! Eu... Eu preciso falar uma coisa pra você.
- Falar o que?

Eu já tinha desistido de caminhar em direção à minha casa. Parei e ele apressou os passos em minha direção.
- Vai me dizer? - eu falei, cansada. Apesar de que eu já sabia o que seria.

Ele estremeceu. Depois olhou nos meus olhos e falou:
-Lembra quando eu disse que estava a fim de uma garota?
- Sim, é claro. - Eu falei séria. - "lá vem bomba." foi o que pensei.
- B-bem.. É que...
Ele fez suspense. Ou estava nervoso. Mas estava tao agitado. Então ele se aproximou mais. Foi ai que percebi o cheiro de bebida de sua boca.

- Você está bêbado?
- Estou apaixonado por você Lauren. Sempre fui. Sou loucamente apaixonado por você. Nunca percebeu?

Ai meu Deus.

50 Tons de Harry Styles Leia esta história GRATUITAMENTE!