- Então quer dizer que ele.. Vocês.. Rolou?
- Dá pra falar mais baixo? - eu falei pra giih.
- Como é que você quer que euzinha fale baixo depois de minha melhor amiga dar uns pegas no empresário mais gato de Londres?

- Ficando oras... Pode pôr um zíper aí que eu nem LIGO!
Giih começou a rir. Tentei até entender o motivo da risada mas deixei pra lá.

- Sim.. e alem disso, ele depois que me beijou ainda disse que não devia ter me beijado e blá blá blá...
- AFF.. Homens! Fazem as coisas e depois se arrependem! Qual é!?
Eu não falei mais nada. Aí lembrei do trabalho.
- Ei, você trouxe o trabalho digitado?
- Claro que trouxe, chuchu.
- chuchu?
- sim, chuchu

Eu caí na gargalhada. Que apelido mais do tempo da minha tatatatatatatarávó.
- OK. Você entrega ao senhor Tyson entendeu?

- Sim, capitã. No intervalo eu vou na sala dos professores e o entrego. Já que é só amanhã a aula dele. Acho melhor nos livrarmos dessa porcaria de trabalho logo. Se bem que pra você.. Não foi tao porcaria assim não é?

Ela me olhou de um jeito malicioso.
- Pode parar.
- Ué, só falei a verdade. E ai, o seu amigo sumiu do mapa mesmo? Talvez ele deva estar precisando de uns toques de Giselli Sant'anna para esquecer você.

Eu RI. RI até demais. A gih era uma figura!
- quando eu conseguir encontrá-lo eu vou apresentar os dois.
- Assim espero. Se você não fizer isso, acabou o pacto good girls are the best girls.

- Acredite. É o que eu mais quero. Pelo menos você desencalhá né? Sua boca deve estar cheia de teia de aranha!

- Idiota!
Rimos.

No intervalo, como Gih tinha dito, ela foi até a sala dos professores, enquanto eu a aguardava perto da nossa sala.

Estava com o fone de ouvido quando o senhor Nicolas, nosso porteiro me abordou:
- Senhorita Forbes?
- Sim, eu.

- Acabou de chegar isto para a senhora. - ele falou segurando uma caixa de chocolates e em cima dela um envelope azul claro.

- Oh.. Sabe quem mandou?
- Não sei. Um rapazinho acabou de deixar comigo lá na portaria.

- OK. Obrigada Senhor Nicolas.
- Por nada. - Ele falou sorrindo e logo em seguida saiu.

Eu estava encarando a caixa de chocolates e estava prestes a abrir o envelope na expectativa de que fosse do Harry quando Gih apareceu do meu lado.

- Prontinho. Já entrei o chato do trabalho ao chato do professor. - ela olhou pras minhas maos e em seguida falou - Eu te deixo por alguns minutos sozinha e os admiradores secretos te mandam presentinhos. É isso mesmo produção?

- Ai.. Que admirador secreto o quê, garota!? Eu nem sei quem mandou isso..

-mas quem mandou é rico e tem bom gosto haha.. Abre logo e acaba com essa curiosidade vai!

Eu não pude deixar de pensar em Harry. Talvez ele tivesse mandado esses chocolates como pedido de desculpas por ontem. Ou eu que estou viajando demais na batatinha pra achar isso.

Fico com a segunda opção. Mesmo querendo a primeira.

Então resolvo abrir o cartão.
Dizia:

Fui um idiota com você. Me perdoa por sábado.
Aquilo não vai mais se repetir.

Ah e aqui está meu novo endereço:

Av. Winston Churchill, Prédio 076 apartamento 099.

Desculpa e por favor não fique chateada comigo.

Matt

- E ai?
Eu não pude evitar um suspiro de decepção.
- Ih... Parece que o seu admirador secreto deve ser daqueles nerds com aparelho não dentes e óculos tampa de garrafa não é? Pela sua cara...

- Foi o Matt que mandou.
- O Matt? O amigo gato que você disse que iria me apresentar mas até agora nada?
- Uhum. Pedido de desculpas.

- por ter dado a louca?

Àquela altura eu já havia cintado toda a historia do show a Gih, que riu da minha cara e vai rir forever.

- Para com isso, gih. Eu to falando serio.
- Aham. Quem dera que fosse eu a ser agarrada pelo bofe.. Nem iria reclamar!

- Mas é claro!
- E ai, vai fazer o que?

- Vou dar um pequeno gelo no Matt. Depois eu resolvo se falo ou não com ele.

- Nossa.. Que maléfica! -Rimos. - E quanto aos chocolates?

- Vamos comer não é?

Rimos. E começamos a comer aqueles chocolates, que aliás, era uma delicia.

O restante do dia se arrastou bem lentamente.
Eu e Gih fomos de ônibus pra casa. Eu desci um pouco antes.

- Vem dormir aqui em casa qualquer dia desses, criatura!

- Tudo bem. Vou falar com minha mae OK?

- Ta bom. Tchau feiosa! - Eu falei pra ela.

- Tchau sortuda!

E fui direto pra minha casa que não ficava muito longe do ponto de ônibus.
Meus pensamentos só caíam em uma pessoa. Harry Styles.

50 Tons de Harry Styles Leia esta história GRATUITAMENTE!