Menina má. - Milleny

688 72 81


Não acredito que papai me obrigou a voltar para esse fim de mundo que é o Brasil. Preferia mil vezes estar em Milão no meio daquelas passarelas sendo aplaudida por todos os amantes da moda, e sendo venerada por homens e mulheres que graças à mídia idolatram meu corpo. Minha temporada lá foi a melhor fase de minha vida, a coisa mais sábia que fiz foi trancar a faculdade e correr atrás do sonho de ser modelo, e tudo teria continuado a dar certo, se Josh não tivesse deixado de me agenciar.

Josh era meu agente, tivemos um pequeno envolvimento amoroso, mas terminamos, não consegui me apegar ele. O cara é bonito, ganha bem, mas não tem aquele dom de fazer as garotas suspirarem. Não tem aquela charme inebriante que alguns caras têm, como por exemplo, o Henrique. Josh ficou tão revoltado com o fim de nosso relacionamento que desistiu de trabalhar comigo e fez questão de me queimar no mundo da moda. Agora estou sem emprego e de volta a um lugar onde a maioria das pessoas me odeia. A única coisa boa de tudo isso, é que papai me deu uma missão maravilhosa a de ''reconquistar a galinha dos ovos de ouro''.

Henrique foi meu segundo namorado, um moreno alto de olhos azuis de deixar qualquer garota sem chão, e para completar ainda é músico. Tem ideia do quanto isso o torna charmoso? No dia em que o vi pela primeira vez fiquei completamente encantada, ficar com ele se tornou uma necessidade especial e uma injeção no ego. Então investi todas as minhas técnicas de sedução nele, e olha que deu certo. Começamos a ficar, e pouco tempo depois o rapaz se apaixonou e me pediu em namoro. Papai ficou extremamente feliz começou a fazer planos para nos dois com a plena certeza de que a gravadora também seria da nossa família, mas ai minha obsessão em ser livre falou mais alto e eu trai o Henrique. Nosso namoro acabou e meu progenitor me enviou para Milão como forma de castigo e como uma maneira de deixar a poeira baixar. Mal sabe ele que me deportar para fora do país foi a maior benção de minha vida.

Meus primeiros dias no exterior não foram fáceis, tenho que admitir que me arrependi inúmeras vezes de ter jogado meu relacionamento saudável fora em troca de uma simples ficada. Henrique foi à pessoa mais doce que já conheci tudo que ele faz na vida dele é com completa entrega. Ele é intenso, romântico e sincero. Com o passar das semanas fui começando a aceitar as consequências de meu erro, e parei de me martirizar. Resolvi seguir em frente e comecei a lutar para mudar meu destino, embarquei num curso de modelo e me dediquei de corpo e alma. Então o que começou sendo um erro acabou me transformando na mulher confiante que sou hoje.

Nunca imaginei que teria que voltar para casa, em minha cabeça meu lar não era, mas em terras brasileiras, e meu pensamento não teria mudado se Josh não tivesse complicado as coisas e papai não tivesse ligado urgentemente dizendo que precisava de mim.

Faz exatamente uma semana que voltei ao Brasil e para minha sorte já encontrei o gato de olhos claros, ouvi boatos que ele estava organizando um concerto e apareci lá apenas para fazer seu coraçãozinho palpitar, mas a reação dele foi totalmente indiferente. O mesmo estava acompanhado de uma garota que aparentemente é a sua atual namorada, nem se quer lembro o nome da criatura é algo parecido com Gabi, Mavi sei lá, só sei que os dias dela ao lado dele estão contados.

Fui informada por papai que Henrique a família e a namorada passaram um final de semana incrível em uma casa de praia, espero que essa garota entenda que esse foi o último passeio deles juntos. Soube também que na terça feira Henri e o pai viajaram para fechar um contrato em Lisboa e que só voltam na sexta, então aproveitarei essa quinta feira linda para coletar informações com alguns antigos amigos e fazer com esse namorinho clichê acabe em dois tempos.

Resolvi dar uma passada no All The Time ,uma das lanchonetes mais badaladas aqui da cidade, o lugar passou por uma baita reforma e está bem moderninho , a frente está parecendo um café Parisiense e dentro parece uma mistura entre boate e barzinho ,pelo visto muita coisa mudou desde a minha viagem.

Ao som das batidas do seu coração .Leia esta história GRATUITAMENTE!