Preparem-se ! O show vai começar.

895 100 154


      Eu sei parece loucura o que fiz ontem, mas estou feliz por ter feito. Depois de tanta enrolação pedi a Mabi em namoro, foi meio precipitado? Talvez, mas eu sempre tive fama de atolar o pé em tudo mesmo. E sinceramente não consigo esquecer o sorriso que ela me deu quando fiz a pergunta. Sabe quando você espera muito uma coisa e ela finalmente acontece e você fica alguns minutos absorvendo a notícia como se aquilo fosse bom demais para ser real? Pois bem, foi exatamente assim que a Mabi ficou. Primeiro ela me olhou fazendo cara de surpresa e depois me encheu de beijos e disse: '' Sim, mil vezes sim''. Eu ri tanto com o jeito dela, estava cada dia mais acostumado e dependente da sua presença.

      E falando em presença eu já não aguentava, mas ter que fazer chamada na minha turma do concerto, estava se tornando muito burocrático e cansativo ensinar esse monte de aluno. Meu tempo estava se tornando cada vez mais curto, e eu não sabia como dividi-lo equilibradamente entre família, amigos, faculdade, concerto e agora namoro.

      Minha manhã tinha sido extremamente exaustiva, meus olhos pesavam de tanto sono, mas mesmo assim tomei uma dose de coragem e fui dar aula. Nesse mesmo instante estou tentando convencer um bando de adolescentes que ninguém vai subir no piano quando eu estiver tocando.

-Ei vocês vão ou não vão ensaiar essa tarde? Por favor, leve a sério eu só tenho poucos dias para deixar vocês perfeitos e eu estou começando a achar que não conseguirei obrar esse milagre!-Reclamo já perdendo a paciência.

-Henrique nós queremos saber se você vai deixar a gente usar o concerto para arrecadar dinheiro para a formatura. - Uma menina chamada Carla pergunta. É incrível como em tão pouco tempo já aprendi o nome de todos.

-Carla, a diretora falou que se vocês colaborassem e se isso não fosse prejudicar a nota de vocês podia ser feito. -Esclareço.

-Henrique, mas a diretora mesmo falou na nossa sala que desde que você começou a dar as aulas de música e de reforço para gente nosso rendimento escolar melhorou, só faz alguns dias que começamos, mas já conseguimos resolver um monte de problemas de matemática e física. –Um rapaz chamado Luiz explica.

-Ok pessoal eu me rendo. Vamos fazer do jeito que vocês querem. Agora me deixem adiantar algumas coisas, certo?-Todos balançaram a cabeça que sim. -Para começar acho que ficaria legal todo mundo de social. Meninas abusem do preto. –Todos riram. -Meninos se possível usem Smoking.–Acabei lembrando da Mabi enquanto dizia isso. – Se alguém não tiver ou não conseguir alugar me procure que posso pedir emprestado a alguns amigos. Segundo vamos ter que providenciar senhas, convites, estipular um preço a se pagar pela entrada e arrumar esse galpão para que caibam as pessoas. - Conclui.

-Ei professor, daqui para o dia do concerto você já vai ter parado de mancar? Porque eu queria muito te ver de smoking. – Beatriz pergunta. Bia era uma das alunas que me cantava praticamente todos os dias, ela é bem bonita, mas eu não me envolveria com uma garota que estou ensinando, apesar dessas aulas serem temporárias. E vale lembrar também que desde ontem oficialmente eu tenho dona.

-Bia eu espero tanto quanto você, que eu pare de mancar logo, porque eu não aguento mais esse joelho assim enxado. - Olhei de relance para meu joelho que mesmo tendo melhorado um pouco de ontem para hoje, ainda permanecia um pouco enxado e dolorido, o que me obrigava a ficar sem beber devido a medicação e a usar apenas bermuda .

       Eu poderia muito bem ter procurado o Alberto para tratar do joelho dele também, mas parei para analisar e percebi que o que ele fez comigo só aumentou meus pontos com a Mabi. Então ao invés de procurar briga com ele, vou amanhã mesmo ao departamento de Agronomia contar a grande novidade: ''Olá querido amigo, obrigada por ter me enviado ao hospital no domingo, fui cuidado por uma bela enfermeira e de quebra ainda estamos namorando. '' Por muito pouco eu não disparei na gargalhada na frente da garotada. Meu Deus eu preciso conter meus pensamentos perversos quietos pelo menos até chegar amanhã.

Ao som das batidas do seu coração .Leia esta história GRATUITAMENTE!