Capítulo 3

6.4K 592 666
                                    

Pov Lalisa

Acordei com a luz forte do sol batendo em meu rosto. Droga, esqueci de fechar a cortina ontem a noite. Me levantei da cama com muita preguiça e andei até o banheiro, fiz minha higiene matinal e fui me trocar. Coloquei uma camisa do grupo "Big Bang", uma calça rasgada no joelho e coturnos. E claro não poderia esquecer da minha jaqueta. Desci até a cozinha e encontrei meus irmãos, Angel e Xiumin, tomando café da manhã, apenas dei um "bom dia" pra eles e peguei uma maçã logo dando uma mordida na mesma. Peguei minha mochila e a chave da minha moto e sai de casa.

Mas antes de eu começar minha rotina monótona deixe eu contar um pouco minha história.

Bom, meu nome é Lalisa Manoban, tenho 16 anos (daqui a alguns meses faço 17), sou melhor amiga da Chaeyoung desde sempre, nos conhecemos quando ainda eramos bebês. Perto dos meus 14 anos eu comecei a sentir algo diferente por ela, quando tivemos que tomar banho juntas, nessa idade seu corpo já estava começando a ficar diferente, o que acabou me atraindo um pouco. E quando eu tinha 15 foi ai que eu tive a certeza que eu estava apaixonada por ela, quando brincamos de verdade ou desafio em uma festa de aniversário e ela foi desafiada a beijar um menino da roda. Eu fiquei com tanta raiva, vulgo ciúmes, que nós acabamos brigando no meio da festa e eu fui embora antes de todo mundo largando ela lá sozinha. Eu acabei chorando a noite toda e meus pais tentavam me consolar mesmo sem saber o motivo, ficamos quase 3 dias sem olhar na cara uma da outra. Até que eu não estava mais suportando ficar longe dela e fui pedir desculpas, demorou um pouco pra ela aceitar, mas depois voltou tudo ao normal, e eu continuei tendo minha paixão platônica por ela. Na época parecia que 3 dias eram muito, mas não se compara quando aos 16 anos, ela começou a namorar o resto de aborto...quero dizer, o Taeyang. Quando eu descobri isso, uma raiva me invadiu e eu acabei explodindo na cara dela, falando coisas do tipo: "Ele é um galinha!", "Ele só quer transar com você!", "Ele não te ama!", "Você merece coisa melhor!", e eu fui metralhada com ela falando coisas do tipo: "Você deveria ficar feliz por mim!", "Que tipo de amiga é você?!", "Você está com inveja!" "Você gosta dele, não é?"

Claro, eu queria ter dado um soco nela pra ela acordar e finalmente perceber que eu não gosto do bombadinho e sim dela! Mas eu não fiz isso, eu apenas sai da casa dela e passamos mais de duas semanas sem nos falar, até que ela veio correndo até minha casa chorando dizendo que ela e o Taeyang terminaram e que eu estava certa, ele só queria transar com ela. Depois voltamos a nos falar, mas durante essa semana meus pais me pressionaram pra dizer por que eu brigava com a Rosé e depois ficava chorando a noite toda, e aí eu acabei contando pra eles minha paixão platônica pela minha melhor amiga. Eu pensei que eles iriam brigar comigo, dizendo que isso é errado e essas coisas, mas eles apenas sorriram pra mim e disseram que já sabiam. Eu fiquei de boca aberta na hora, era tão óbvio assim? Eles também disseram que torciam pra que nós ficássemos juntas, mais um motivo pra mim amar minha família. Depois de algumas semanas, os pais da Rosé vieram falar comigo, eles me questionaram sobre meu comportamento em relação a filha deles. Que ótimo, todo mundo sabe sobre minha paixão. Preciso para de ser tão óbivia assim. Depois de uma longa conversa, eles disseram que também nos apoiavam, lógico a mãe dela não gostou muito da ideia de sua filha namorar uma garota, mas seu pai disse que preferia que a Rosé ficasse com a melhor amiga do que com qualquer babaca que ela conhecesse na balada. Ele não falou exatamente nessas palavras, mas deu pra entender.

Bom, chega de contar minha história, e voltando pra minha rotina monótona.

Subi em minha moto (mídia) e dirigi até a escola. Chegando lá estacionei a moto no estacionamento da escola e desci do mesmo.

-Liça! - Ouvi uma voz fina gritando atrás de mim. Tirei o capacete e me virei vendo Chaeyoung correndo até mim com seus braços abertos. Senti nossos corpos se chocarem em um abraço apertado. Deus! Como eu amo esse abraço de coala da Chaeyoung e esse seu perfume...

-Hey, Chae.

-Eu preciso te contar uma coisa! - Falou quando nos separamos.

-Tudo bem, deixa só eu guardar meu capacete. - Ajeitei minha mochila nas costas e guardei o capacete no porta-capacete da moto. - Pronto. Agora diga, o que você queria me contar? - Ela segurou minha mão e começamos a caminhar pela escola. Seria mentira se eu dissesse que não fico toda arrepiada quando ela segura minha mão, meu coração chega até a acelerar.

-Por favor, não ria quando eu te contar.

-Eu não vou rir Chae, pode me contar.

-Eu...eu acho que eu tenho uma admiradora secreta. - Eu parei de andar e ela me encarou confusa.

-AdmiradorA secretA?

-Sim, eu sei, é estranho não é?

-Um pouco. - Comecei a andar novamente. - Como você sabe que não é nenhum estuprador te enganando?

-Eu não sei. - A olhei com uma sobrancelha arqueada. - Olha, eu vou tomar cuidado ok? Omma. - Ela brincou rindo e eu sorri só de ver esse sorriso maravilhoso que alegra o meu dia.

-Besta. - A empurrei pelo ombro.

-Mas você sabe Lisa, mesmo se for verdade eu sou hétero, não há nenhuma chance de eu ficar com ela. - Eu suspirei pesado, e ela acabou escutando, mas antes dela falar algo o sinal tocou. - Tenho que ir pra aula agora, nos vemos no intervalo. - Ela me deu um beijo na bochecha e saiu, então eu também fui pra minha sala.

Argh, matemática, ninguém merece, ainda mais quando se tem uma professora chata como a minha. Estava no maior tédio e não entendia nada que a professora explicava. Depois de ter passado algumas aulas, finalmente era hora do intervalo. Fui até o refeitório e vi Rosé passando com uma bandeja em mãos com seu lanche. Como ela é linda...preciso para de ficar babando. Peguei meu celular e mandei uma mensagem pra ela.

----------------

E aí? Estão gostando?

Um aviso: Como é uma adaptação de uma fic Camren vai ser meio estranho algumas coisas, exemplo os irmãos da Lisa (que eu nem sei se ela tem) eu usei um nome aleatório e de um k-idol. Outras coisas também como o estilo de roupa e características.

Outro aviso: A Rosé vai ser chamada como Chae, Chaeyoung e Roseanne. A Lisa vai ser Lalisa, Liça (cm a Jisoo chama ela mas aqui vai ser a Chae, beijos), Lalisa e Pranpriya. 

My secret admirer is my BFF?  (Chaelisa)Onde as histórias ganham vida. Descobre agora