Epílogo

3.3K 189 25
                                    

*Seis anos depois*

Dinah e Lauren já tinham completado um ano de casadas, e o fruto desse amor estava completando 3 meses de idade. Ela era linda e se chamava Laura. Era morena e tinha os olhos verdes, sua pele era branquinha como a de Lauren. A criança era a cópia perfeita da morena, mas a sua personalidade era da loira. Ela era manhosa e dormia muito, perfeitamente filha da Dinah.

Lauren se formou na faculdade de economia e abriu um negócio que estava lhe gerando grandes lucros. Com a ajuda de sua pai, tinha sua própria impresa, com funcionários qualificados trabalhando para ela. Sua secretária era uma senhora de meia idade, para não causar e evitar problemas com a sua mulher em casa. Não que Dinah fosse o tipo de mulher que tem constantes crises de ciúmes. Mas é melhor evitar algo do que provocar. E além do mais a senhora era muito eficiente no trabalho. Lauren com os seus 24 anos de idade tinha o seu próprio Império e uma família linda. Ela não poderia estar mais feliz com as suas conquista.

Dinah dava aulas na faculdade e acabará de lançar o seu primeiro livro, o pré lançamento foi um completo sucesso. Hoje teria uma festa para comemorar o lançamento oficial do livro, "As regras para um amor imperfeitamente puro". Ela demorou uns três anos para escrever esse livro. Sua esposa lhe deu total apoio e incentivo. Foram dias e noites em claro trabalhando no seu projeto. O livro conta a história de um casal que se apaixonou no ensino médio, mas nunca deram certo juntos, até entrarem na faculdade e experimentarem novas experiências. Com a mente mais madura, os dois resolveram tentar manter uma relação. Só que no meio do caminho para ter um final feliz eles passaram por muitas coisas. Porém tiveram seu final feliz. O livro de Dinah foi um completo sucesso de primeira.

Atualmente, Dinah era uma das professoras mais conceituadas do país. Seu nome já tinha saído em jornais e revistas, pois além de ser uma ótima professora, era uma brilhante escritora. E com o lançamento desse livro, ficará mais famosa ainda. Lauren sentia um orgulho imenso da sua esposa.

Nesse momento, as duas protagonistas estavam se arrumando para a festa de lançamento do livro da mais velha. Como a bebê não iria, Dinah contratou uma baba para ocasião como essa. A mulher era de extrema confiança, pelo contrário Lauren não deixaria tomar conta da sua filha. Ela era extremamente ciumenta e desconfiada quando o assunto era a sua pequena.

-Amor, você pode me dar uma ajudinha aqui por favor?- gritou do quarto ao lado. Onde estava tentando trocar a frauda da sua pequena que não parava de se mexer.

-Ai, Lauren. Vocês duas de novo com essa guerra?- empurrou a mulher pelos ombros e tomou as redias da situação.- Você não pode deixar ser dominada pela sua filha de apenas três meses de idade ne, Lauren!

-Mas olhe esses olhinhos verdes, está vendo. Não tem como não ficar entorpecida e perder o controle da situação, meu bem!- se defendeu apertando as bochechas da pequena que ria sem parar.

-Ah, tem sim! O engraçado é que ela só faz isso com você ne, sua mocinha levada.- disse sacudindo as perninhas gordas da bebê.- Pegue leve com a sua mãe, pequena. Ela é um pouco delicada!- sussurrou para a filha que gargalhou em resposta.

-Ei, eu não sou delicada.- se defendeu rapidamente.- Eu apenas não sou tão boa quanto você no quesito trocar fraldas.

-Vou levar em consideração, só por que você é ótima em coloca-la para dormir!- beijou os lábios da esposa, logo pegando a pequena nos braços.- Aproveita e coloca ela para dormir. Temos vinte minutos antes de sair de casa.

-Tudo bem! Vem cá com a momy, baby boo! Eu vou te por para dormir!- pegou a pequena no colo e caminhou para a janela do quarto. Dinah sorriu para as duas e saiu do quarto para terminar de se arrumar.- Olha filha, que estrela mais linda aquela, você não acha?- a pequena resmungou em resposta.- Ela parece com os olhos da sua mãe. Eles brilham assim quando ela está perto da gente. Isso é bom, sabia? Ela nos ama muito, por isso o brilho. Eu também amo vocês demais! Vocês são as pessoinhas mais importantes da minha vida. Vocês são a razão da minha felicidade, sabia pequena?- beijou a bochecha da filha, que já estava coçando os olhinhos com sono.- Quando sua mãe me contou que estava gravida de você, eu quase explodi de felicidades!- sorriu abobalhada se lembrando do momento.- Eu mimei sua mãe de tudo quanto é forma. E agora vou fazer o mesmo com você, acho que ela não vai gostar muito não, mas eu vou!- olha para a filha em seus braços e ela havia pegado no sono.- Eu te amo, filha!

Lauren foi até o berço da pequena, com cuidado colocou a filha com a cabecinha no travesseiro pequeno e jogou a manta por cima. Deixou um beijo na testa da pequena, ligou a baba eletrônica e saiu do quarto.

-Ela dormiu feito pedra, enquanto eu falava com ela e nem me deu atenção. Acredita, amor?- Lauren parou de falar no exato momento em que seus olhos focaram na sua esposa. Dinah estava linda no seu vestido preto, com um decote apropriado para a ocasião.- Nossa! Você me surpreende a cada dia, amor! Como você está linda! Tenho certeza que será a mulher mais linda naquele lugar!

-Você está dizendo isso com sinceridade, ou é apenas um protesto para tirar a minha roupa aqui mesmo?- perguntou se aproximando da esposa.

-Está funcionando como a segunda opção?- perguntou contornando a cintura da mulher e puxando seu corpo para colar no seu.

-Não faz isso, amor! Eu não posso chegar atrasada!- disse fechados olhos, sentindo a boca de Lauren roçando pelo seu pescoço.- Lauren!

-Vai ser rápido, amor!- deslizou seus dedos até a alça do vestido da mulher.- Você quer tanto quanto eu, que eu sei, querida!- como Dinah não protestou, ela continuou seu trabalho com a mão. Enquanto a outra segurava possessivamente o quadril da loira.

-Você é minha ruína, amor!- sua voz saiu arrasta por conta dos toques da esposa.

-Espero que seja algo bom!- seus lábios migraram para o pescoço da mais alta, com beijos molhados e torturantes.

-Sim!- murmurou incoerente. Enquanto Lauren foi guiando as duas até a escrivaninha que ficava no canto do quarto.

Tudo que estava na mesa, foi parar direto no chão, com a agilidade das mãos da morena. Não aguentando mais, Dinah agarrou a nuca da morena, colando seus lábios com pressa e desespero. As línguas batalhavam para o domínio do beijo. Sem condições, Dinah cedeu, deixando ser dominada por Lauren. Enquanto se beijavam com fervor, Lauren puxou com cuidado o vestido da mulher até estar na altura do seu quadril. Deslizou dois de seus dedos até a intimidade dela, sentindo o quanto ela já estava molhada. Dinah arfou contra os lábios de Lauren, assim que seus dedos entram completamente na sua buceta quente e latejante. Lauren masturbava a loira, sem quebraro contatos das bocas.

Com pressa, Dinah subiu o vestido de Lauren até estar acima da sua cintura. Ainda por cima da cueca, passou a fazer movimentos por todo comprimento da morena, sentindo-a endurecer cada vez mais embaixo da sua mão.

-Me fode, amor! Me come como só você sabe, aqui encima dessa mesa.- Dinah sabia como Lauren reagia, quando ela dizia coisas desse tipo na hora do sexo. Por isso sempre fazia.

-Porra!

Lauren colocou Dinah sobre a mesa. Dinah abaixou a cueca de Lauren até a metade das coxas dela, seu membro ereto saltou para fora. A boca da loira salivou em satisfação e sua buceta pulsou em necessidade. Lauren afastou a calcinha da loira para o lado e com a outra mão, guiou seu membro até a entrada da mulher. Sem pressa, Lauren empurrou seu quadril para frente, entrando por completa na buceta quente da mais alta. Depois que já estava completando dentro, passou a se mover com pressa e rapidez. Com o tempo no quarto só se ouvia o som dos gemidos de ambas e o som dos corpos se chocando.

Lauren estava quase atingindo o seu limite, sentindo o formigamento tão conhecido por ela consumir seus testículos, deslizou um dos dedos sobre o clitóris da mulher para estimula-la e ajuga-la a atingir o seu clímax também. Com mais algumas estocadas, Lauren explodiu em seu orgasmo, derramando seu líquido dentro da esposa, momentos depois Dinah chegou ao seu clímax, desmanchando sobre os braços da sua mulher.

As reputações estavam desreguladas. Com as testas grudadas, as duas se recuperavam do momento prazeroso que tiveram segundos antes.

-Você é muito gostosa, amor!- Lauren disse.

-Você também, bebê!- Lauren se retirou de dentro dela e começou a ajeitar sua roupa. Dinah fez o mesmo assim que desceu da mesa.

-Está pronta?- Lauren perguntou ajeitando seu cabelo para o lado.

-Estou!- respondeu pegando seu celular e bolsa. Olhou as horas e deu um salto.- Vamos, amor! Estamos um pouco atrasadas!

Fim....

Obrigada por tudo mais uma vez!!

My sexy teacher (G!p)Onde as histórias ganham vida. Descobre agora