Chapter 14

5.8K 333 16
                                    

Pov Lauren

Por volta das 18h45 eu já estava pronta e dentro do meu carro, indo para casa da Dinah. Iria busca-la para ir no café aqui perto  da minha casa. Espero que ela curta o lugar!

Hoje mais cedo eu contei a Camila e Ally que iria levar a nossa professora para sair. Elas surtaram no começo, principalmente a Ally. Diziam que isso era arriscado e perigoso para se fazer.  Eu disse que para mim não tinha problema algum. Até porque eu já era maior de idade e responderia pelos meus atos. A única coisa que tinha de estranho e um pouco diferente, era o fato de Dinah ser minha professora e alguns anos mais velha do que eu. Fora isso estava tudo de boa. Depois de longas horas conversando, elas ficaram de boa com a situação. Até acharam bacana, o fato de eu estar levando ela para o café ao invés da minha cama. Eu tive que rir junto com elas, porque isso era algo difícil de se ver. Mas com Dinah eu teria que fazer as coisas diferente, até porque ela é diferente. Um diferente bom na verdade.

Ainda no carro, a caminho do apartamento dela, dei uma olhada rápida no retrovisor, só para ver se eu continuava apresentável para o encontro e para ela. Sorri satisfeita para o meu reflexo. Eu estava linda, e estranhamente nervosa. Mas também não é para menos. Não é todo dia que uma mulher como a Dinah Jane aceita sair comigo. Tenho que fazer valer a pena.

Cheguei enfrente a casa dela e já haviam se passado uns cinco minutos das sete horas. Respirei fundo e buzinei. Esperei um pouco e sai de dentro do carro para esperar ela do lado de fora e abrir a porta. Tenho que me mostrar cavaleira. Afinal sou Lauren Jauregui. O futuro amor da vida dela rs.

Não demorou muito e Dinah saiu pela porta da frente do seu AP. Ela estava incrivelmente linda. Se fosse possível para ela, ela estava extremamente maravilhosa. Até com uma roupa simples ela não deixa de ser linda. E estava muito cheirosa também. Pude perceber assim que ela se aproximou.

-Vai continuar parada ai, babando até quando?- ela disse divertida assim que se aproximou.

-Não posso fazer nada se você é linda para porra!- eu disse e lhe deu um longo beijo estalado na bochecha. Tenho que ir devagar. A Camila me disse isso.- Boa noite!

-Boa noite!- ela disse corada. Fofa!- Obrigada pelo elogio! Você também está linda!

-Obrigada, eu fico bem de jeans!- abri a porta do carro para que ela pudesse entrar.- Vamos!

-Claro!

O caminho até a cafeteria foi agradável. Dinah era divertida e tinha assuntos para conversar que não acabavam mais. Ela até tomou a liberdade de ligar o rádio do carro e conectar seu celular para me mostrar as músicas da sua playlist nova. Nosso gostos musicais não são muito parecidos.

-Chegamos!- estacionei o carro e logo já estávamos dentro do local. Guei Dinah até uma mesa que ficava num canto reservado da cafeteria, onde a iluminação era baixa.

-Você vem sempre aqui?- eu entendi o que ela queria saber. Soltei uma risadinha baixa e respondi.

-Na verdade não. Eu e minhas amigas descobrimos essa lugar numa noite qualquer, dai passamos a vir aqui as vezes para conversar.

-Ah sim! Eu e Normani também temos o nosso lugar para conversar!- ela disse sorrindo.

- Vocês são amigas a muito tempo?- perguntei pegando o pequeno cardápio que estava sobre a mesa.

-Mas ou menos. Nós se conhecemos na época da faculdade. Dividiamos o mesmo dormitório.

-Isso é legal. Daí vocês viraram bffs e decidiram morar juntas?

-Basicamente isso!- ela sorriu e deu de ombros.- Posso escolher?- ela perguntou se referindo ao cardápio.

-Fique a vontade!- lhe entreguei o papel e não demorou muito ela já havia escolhido o que queria. Eu decidi pedir o mesmo que ela.

Nós ficamos conversando um tempo até os nossos pedidos chegarem. Nós pedimos dois honey cappuccino e uma porção de wallfous com chocolates. Era o meu preferido.

-Você gosta mesmo de wallfous!- ela disse limpando o canto da minha boca. Assim que seus dedos tocaram minha pele, parece que meu corpo esquentou. Dinah pareceu sentir o mesmo pois permaneceu com sua mão no meu rosto por bastante tempo. Devagar eu me aproximei dela e colei nossos lábios. Foi um beijo calmo e rápido. Mas não deixou de ser bom.

- Eu amo wallfous!- brinquei me ajeitando na cadeira.

-Lauren!- eu respondi com um som nasal.- O que você acha sobre isso?

-Sobre isso o que?- perguntei tomando um gole do meu café.

-Digo, sobre nós. Entende, eu sou sua professora e você é minha aluna. Você não acha um pouco estranho?

-Sabe o que eu acho?- eu digo pegando na sua mão que estava sobre a mesa.- Eu acho isso bom. Não o fato de eu ser sua aluna ou você ser minha professora. Na verdade isso não importa muito. Mas não deixa de ser um fato. Eu digo, nós. Eu gosto disso. E quero tentar algo. Nós podemos ir divagar. Do jeito que for melhor para você!- ela me olhou nos olhos e depois acariciou minha mão que estava sobre a sua.- Eu sei que haverá julgamentos, mas eu não me importo. Você se importar? Quero dizer, tem a questão da sua carreira e tal.

-Eu não sei. Sabe, é tudo muito novo para mim. Mas a sensação é boa. Eu gosto!- ela suspirou.- Eu sei que as pessoas julgarão, é o que elas mais sabem fazer. Mas eu não ligo muito. Gosto de correr um pouco de riscos.

-Que bom! E agora, como fica?- eu perguntei me referindo a nós.

-Vamos tentar algo. Vamos deixar o vento nós guiar!

-Você é mesmo professora de literatura! - ela gargalhou e eu sorri junta. - Você curti Lana Del Rey?- perguntei me lembrando de uma das músicas que estavam na sua playlist.

-Eu amo aquela mulher!

-Meu Deus! Vamos se casar agora! Quer mais um cappuccino!?

-Claro!- ela gargalhou e eu pedi mais dois copos.

Nós ficamos conversando até um pouco depois das dez. Dinah disse que tinha que ir. Eu olhei envolta e eramos umas das últimas pessoas que estava no lugar. Então eu chamei a garçonete e paguei a conta. Dinah queria dividir, mas eu me neguei. Logo estávamos indo para sua casa.

Continua.......

My sexy teacher (G!p)Onde as histórias ganham vida. Descobre agora