chapter 12

5.2K 297 2
                                    

Pov narrador

Normani e Dinah aproveitaram a noite quente de Miami e sairam para tomar sorvete, em uma sorveteria que ficava perto do apartamento de ambas.

Dinah não estava com muita vontade de sair de dentro do seu conforto e ir com a amiga, mas Normani insistiu dizendo que ela deveria se distrair um pouco. Então, um pouco a contra gosto ela se levantou e foi.

Depois que fizeram e receberam seus pedidos as duas amigas foram se sentar na parte externa da sorveteria. As duas se sentaram na mesa confortável e engataram numa conversa de amigas.

-É serio, Dj!- Normani dizia e ria.- Era o segundo dia dele, então ele quis me impressionar e resolveu pegar um peso maior. Daí deu no que deu.

-Ele deve ter morrido de vergonha, coitado.- riu e tomou mais um pouco do seu sorvete.

-Ele ficou todo vermelho. Não se era por conta da vergonha ou se era por causa do peso encima dele.- as duas gargalharam alto chamando um pouco a atenção de algumas pessoas que estavam no local.

-Você é uma péssima pessoa, Mani!- disse enxugando o canto dos seus olhos.

-Sou nada. Apenas me divirto um pouco.- riu e voltou a tomar o seu sorvete.- Mas e a Jauregui?

-O que tem ela?

-Como assim, o que tem ela? Eu quero saber como as coisas vão ficar entre vocês.

-Iram ficar do mesmo jeito que sempre foram.

-Isso não faz sentido, Dinah! Outro dia vocês se beijam, no outro ela te chupa e hoje vocês quase transaram no carro dela. Não tem como as coisas ficarem na mesma.

-É, eu sei!- suspirou derrotada.- isso é muito complicado e perigoso.

-Não há nada complicado e perigoso no fato de você estar gostando de alguém.

-Não se esse alguém for uma aula sua.

-Mas ela é maior de idade!

-Mas continua sendo minha aula.

-Por que tem que ser tão difícil!?

-Dinah?- e lá estava ela, pela terceira vez no dia. Parecia um perseguição real, mas não era. Lauren estava parada a sua frente . Inexplicávelmente linda.

-Oi, Lauren!- ela disse um pouco estática pela beleza da morena.- Ah, oi, Veronica!- ela disse e voltou seu olhar para a morena dos olhos verdes.- Essa aqui é minha amiga, Normani!

-Oi meninas!

-Oi, Normani!- as duas disseram juntas.

-Vocês querem se sentar com a gente?- Normani perguntou simpática.

-Não, obrigada! Vamos deixar vocês a vontade!- Lauren respondeu no mesmo tão.- Até mais, Dinah!

-Até mais, Jauregui!

Veronica e Lauren, adentraram a sorveteria e foram fazer os seus pedidos. Depois de feito, elas foram se sentar nas poltronas que  havia no interior da loja. Lá elas tinham uma boa visão do local.

-"Até mais, Dinah!"- Veronica disse imitando a voz da amiga.- Sua trouxa!

-Cala a boca, idiota! Você queria que eu dissesse o que?

-Talvez algo melhor do que um simples até mais. Sei lá. Qualquer coisa.

-Deixa para próxima então.- deu de ombros e tomou seu sorvete.

-A amiga dela é mais linda ainda pessoalmente.

-Acho que você está perdendo viajem. Aquela ali com certeza é hetero.

-Sei não em!

As amigas mais velhas continuaram sua interação na mesa de fora. Enquanto a loira não conseguia desviar seu olhar da morena de olhos verdes.

-Assim você vai derreter o sorvete da menina.- Normani provocou a amiga.

-Não precisa exagera, Normani!

-Boa noite, senhoritas! Aqueles dois rapazes pediram para entregar esses milk shakes para vocês.- o garçom disse e se retirou da mesa. Logo dos rapazes se aproximaram das duas.

-Olá, podemos nos sentarmos com vocês?- um deles perguntou.

-Claro!- Normani respondeu quase que imediatamente.

Então os dois rapazes se sentaram na mesa com elas e engataram em uma conversa animada. Os dois estavam de passagem em Miami, e já que as duas viviam por ali, poderiam ajuda-los com sugestões de lugares bons para sair e se possível saíssem juntos.

Pov Lauren

Aquela cena apenas me deu vontade de vomitar. Vero percebeu minha irritação e me chamou para ir em outro lugar. Eu não recusei, aquela sorveteria tinha acabado com todo o meu bom humor do dia.

Nós saímos e fomos andando até estarmos sentadas em um dos bancos do porque. Ficamos um tempo em silêncio até que Vero resolveu falar.

-Você ficou chateada com aquela cena?- ela perguntou se virando de frente para mim.

-Claro que não! Por que eu ficaria?

-Então por que a gente saiu daquele jeito e você está com essa cara?

-Eu estou normal!- dei de ombros.

-Claro que não está.- ela se aproximou e apoiou sua mão na minha coxa.- Você sabe que é normal sentir ciúmes de quem a gente gosta, ne?

-Eu sei. Mas eu realmente não estou com ciúmes.

-Tá bom então, senhora não estou com ciúmes. Quer fazer o quer agora?

-Agora eu vou voltar para casa. Tenho que terminar umas atividades de química.

-A professora não é uma de suas fãs.

-É, eu sei. Vou te deixar em casa.

Fomos até onde minha moto estava estacionada. Passamos em frente a sorveteria e os quatro ainda estavam lá. Todos sorridentes com seus copinhos de milk shakes.

Assim que deixei Veronica na sua casa, eu fui direto para minha e subi para o meu quarto. Rita me ofereceu o jantar, mas eu disse que comeria depois que terminasse. Fiquei umas duas horas para consegui terminar tudo. Assim que terminei, olhei no relógio que ficava na cabeceira da cama e já se passavam das onze da noite. Então, resolvi descer e comer alguma coisa.


Até a próxima...

My sexy teacher (G!p)Onde as histórias ganham vida. Descobre agora