20

10.5K 823 63
                                    

JENNY MILLER

Ops! Esta imagem não segue nossas diretrizes de conteúdo. Para continuar a publicação, tente removê-la ou carregar outra.

JENNY MILLER

Merda! Só faltava essa no meu dia. Chegar atrasada na universidade e quase me humilhar para me deixarem passar pelo portão.

Corro o mais rápido que as minhas pernas conseguem pelo corredor tentando não escorregar.

Mas mesmo assim eu acabo esbarrando em alguém e caindo de bunda no chão.

Levanto meu olhar e vejo Perséfone sorrindo pra mim.

— Droga, eu estou atrasada Perséfone! — digo pegando a minha mochila e me levanto mais rápido que um foguete.

Passo por ela, e quase grito quando sinto minha mochila ser puxada para trás.

— Perséfone! Me solta! eu tenho aula! — digo e bufo me soltando.

Em um piscar de olhos estou presa contra parede. Lhe lanço um olhar fulminante pra ela que só sabe sorrir pra mim.

— Fica tão linda brava — diz beijando o meu queixo, enquanto eu sinto o meu corpo esquentar por inteiro.

Ela me acha linda?

— Linda? — sussurro baixo e ela assente.

— Muito linda... — diz descendo o olhar para os meus peitos.

— Deixa... — pede manhosa, quase choramingando.

Ela não queria só experimentar.

— Não posso, agora tenho aula e não posso perder — digo e ela me olha com um biquinho.

Okay, estou começando a me acostumar com esse seu lado, manhoso e pidão. Mesmo o lado bad girl sendo perfeito pra ela.

— Depois, eu prometo que deixo — digo e a beijo fazendo ela me soltar um pouco.

Me abaixo passando por baixo dos seus braços e corro pra minha sala rindo.

• • •

Escuto Issac falar enquanto como meu chips.

— Na verdade eu acho que você deveria dar um murro nele — ela diz pra Ava e eu arregalo os olhos.

— Não. Não precisa de agressão — digo para Ava.

— Então sem a possibilidade de bater nele? — Issac pergunta triste.

— Sim. Sem nenhuma possibilidade — digo firme.

— Mas ele não quer sair do meu pé — Ava e diz e eu a olho.

— Perséfone também não, mas nem assim eu dou um murro nela — digo e eles dois me lançam um olhar malicioso.

Reviro os olhos e jogo as mãos para cima.

— Eu não sei o que você pode fazer pra ele sair do seu pé, pois se eu soubesse já teria feito com a Perséfone a séculos — digo e ando rápido saindo na frente.

𝐌𝐘 𝐋𝐈𝐓𝐓𝐋𝐄 𝐆𝐈𝐑𝐋Onde histórias criam vida. Descubra agora