09

7.5K 660 60
                                    

JENNY MILLER

Ops! Esta imagem não segue nossas diretrizes de conteúdo. Para continuar a publicação, tente removê-la ou carregar outra.

JENNY MILLER

Entro no quarto já jogando minha mochila no chão e no minuto em que eu vou me deitar na cama papai abre a porta.

— Desça que eu quero conversar com você — diz e eu o olho confusa.

Observo a porta fechada e logo esbugalho os olhos quando me lembro que Perséfone conversou com ele.

Tomo um banho rápido, e saio do quarto revirando os olhos quando vejo o meu espelho manchado com batom.

Desço as escadas e vou direto pra cozinha. Entro vendo papai já sentado na mesa.

Me sento na sua frente sabendo que ele vai mandar eu comer.

— O senhor queria falar comigo? — pergunto nervosa e colocando um aspargo na boca.

Deuses. Que gosto horrível.

Reprimi a vontade de vomitar e sorrio forçado.

— Sim, hoje eu conversei com a sua amiga Perséfone.

Fico escutando ele falar enquanto futuco a comida.

— Então eu falei que sim, você poderia ir pra casa dela a ensinar na matéria que ela não está conseguindo entender.

O que?!

— Oi? Eu não escutei direito — digo pasma eu não acredito que ela fez isso.

— Sua amiga Perséfone veio aqui em casa para me pedir permissão para deixar você a ajude ela na matéria.

O olho chocada.

— Não sei porque você disse que eu não permiti, sendo que nem comigo você conversou.

— Mas... pai, eu... eu... — não estava conseguindo formar uma palavra.

— O que? Está gostando dela? É por isso que está nervosa?

Eu estou nervosa?

— Nervosa? Eu... eu nervosa? Não, claro que não — digo me levantando da mesa mas ele me para.

— Ei! Sente-se que não terminou de comer — diz e solto o ar sabendo que vou ter que comer ao menos a metade do prato.

• • •

Horas despois...

Após terminar de limpar o espelho. Tomo banho e visto uma roupa confortável e desço as escadas vendo papai lendo seu jornal.

— Já vai ajudar a sua amiga? — pergunta e eu solto um suspiro.

— Na verdade não, irei sair com um amigo — digo e ele levanta a sobrancelha.

— Okay, volte cedo — diz e eu sorrio de lado indo até o mesmo e deixando um beijo em sua bochecha.

— Não irei demorar — digo e recebo um sorriso seu.

𝐌𝐘 𝐋𝐈𝐓𝐓𝐋𝐄 𝐆𝐈𝐑𝐋Onde histórias criam vida. Descubra agora