07

8K 667 64
                                    

JENNY MILLER

Ops! Esta imagem não segue nossas diretrizes de conteúdo. Para continuar a publicação, tente removê-la ou carregar outra.

JENNY MILLER

- Jenny? Eu irei entrar - escuto o mesmo dizer e me desespero no mesmo momento.

- Não! Pai, não!

- Porque? Você está bem? - pergunta com preocupação em sua voz.

Olho para Perséfone e vejo que ela estava mexendo em minhas coisas.

- Ei! Para com isso! Deixa essas coisas aí! - sussurro para que só ela escute, mas papai acaba escutando.

- Jenny você está com alguém? - questiona e eu me desespero mais ainda.

- O que? Não! Você não pode entrar! - exclamo ao ponto de chorar.

Papai não pode vê Perséfone aqui, porque primeiro ele nem conhece ela, então praticamente ela é uma estranha no meu quarto.

Escuto algo caindo e vejo Perséfone me olhando com uma cara de espanto quando ela simplesmente derrubou um pote de glitter azul.

Merda agora tem glitter por todo meu quarto. E no meu lindo tapete felpudo branco.

- Que barulho foi esse?

Pergunta e eu desesperada corro até Perséfone e a puxo até o banheiro.

- Fica ai!

- O que? Claro que não!

- Claro que sim! Meu pai não pode te ver!

- Porque? Eu quero vê ele - ela diz e eu bufo a empurrando para dentro do banheiro e fechando a porta rapidamente.

Me viro no mesmo minuto em que papai entra no quarto.

Solto o ar e sorrio nervosa.

- Oi papai - digo indo até o mesmo.

- Está tudo bem por aqui? - pergunta olhando ao redor.

- Sim, porque não estaria? - digo ficando na frente do glitter espalhado no meu tapete para o mesmo não ver.

- Não, nada não. Vá dormir que já é tarde e amanhã tem faculdade - diz e deixa um beijo em minha testa.

- Ok bonne nuit papa.

- Bonne nuit ma fille - diz e se retira do quarto.

Tranco a porta e me jogo na cama.

- Então quer dizer que a princesinha do papai tem horário pra dormir? - pulo de susto quando escuto a voz de Perséfone.

Observo ela sair do banheiro e me sento na cama.

- É... alguém vai ter que limpar isso - ela disse apontando para o glitter espalhado.

- Alguém? Não era você que deveria limpar isso? - a questiono.

- Eu? Não foi eu - ela diz e eu a olho com uma carranca.

𝐌𝐘 𝐋𝐈𝐓𝐓𝐋𝐄 𝐆𝐈𝐑𝐋Onde histórias criam vida. Descubra agora