17

7.6K 672 63
                                    

PERSÉFONE SCOTT

Ops! Esta imagem não segue nossas diretrizes de conteúdo. Para continuar a publicação, tente removê-la ou carregar outra.

PERSÉFONE SCOTT

Puxei ela pelo pulso a trazendo para um lugar mais quieto da boate onde a música fica baixa. Abro uma porta e entro junto com ela.

— Onde nós estamos? — pergunta e percebo eu que sua voz está embargada como se quisesse chorar.

Tranco a porta e me viro pra ela, que está abraçando o seu próprio corpo.

— Estamos no escritório no Thomas — digo me aproximando dela, que aceita sem reclamar.

— Do Thomas? — questiona confusa.

— Sim, a boate é dele — digo e ele abre a boca chocada.

— E ele deixa essas coisas acontecerem?— dou um sorriso e inclino minha cabeça para o lado.

— Que coisas? As do tipo orgias e sexo? — digo e ela fica vermelha enfiando o rosto entre os meus seios.

— Quem te trouxe aqui Jenny? — pergunto séria e ela nega.

— Quem te trouxe aqui? — pergunto novamente e mais firme fazendo ela responde.

— O Issac e a Ava — diz e sorri mordendo o lábio inferior.

— Ava, só podia ser, trazer você para um lugar desses — digo sorrindo sem humor e ela me olha com um bico.

— Não é culpa deles, eu quis vim — diz e eu olho bem no fundo dos seus.

— Está mentindo — digo e ela abre a boca um pouco mas depois fecha.

— Não, estou não.

Me sento no sofá que tinha ali e a coloco em meu colo, rio escutando seu gritinho de surpresa.

Ela tenta sair mas eu não deixo.

— Me solta... — pede com a respiração cortada quando eu aperto a sua bunda com força.

— Não vou, sabe porque? Porque eu sei que você não quer que eu a solte — digo apertando mais ainda a sua bunda a fazendo arfar.

— Você está completamente enganada — sussurra e eu chego pertinho dos seus lábios os roçando com os meus.

Passo minha língua em seus lábios os deixando molhados e desço os lábios lentamente por todo o seu maxilar até o seu pescoço a escutando gemer baixinho.

— Porra... seu gemido é uma das melhores coisas que já ouvi — murmuro e chupo seu pescoço com força o deixando marcado.

Seguro em sua bunda a puxando mais pra mim. Agarro seu cabelo com força e tomo seus lábios em um beijo bruto.

Chupo sua língua e sorrio quando escuto seu choramingo manhoso.

Sinto suas pernas apertarem minhas coxas em uma tentativa de fechar as pernas.

𝐌𝐘 𝐋𝐈𝐓𝐓𝐋𝐄 𝐆𝐈𝐑𝐋Onde histórias criam vida. Descubra agora