Episódio Treze: Mútuo

28.1K 3.2K 11.9K
                                    

{NOTAS] Oii! Eu tinha muita coisa pra falar nesse capitulo, ia fazer umas perguntas importantes pro rumo da historia, mas eu não to muito bem e pra não preocupar ninguém atoa, eu vou deixar isso pra um dia mais favorável. O capitulo ta bem grande, eu não sei se ta bom... mas eu espero que cês gostem. Obrigada por ler e votar e se importar de me falar algo no twitter, isso me motiva muito a continuar tentando o melhor. É isso.

11k de palavras! Estamos numa fase de capítulos grandes kkkk


++++++++++++++++++++

JEONGGUK


Eu nunca me achei uma pessoa fácil de irritar, mas o hospital que a HFC trouxe Taehyung estavam me fazendo um homem diferente ao continuar no discurso - há quase 3 horas - de que ele não tinha nada de errado. Me irritava porque tinha de ter algo de errado! Ele desmaiou duas vezes, num intervalo curto de tempo, simplesmente tinha de ter algo acontecendo. Suspirei alto enquanto JiSoo falava com o médico responsável de novo - que nem quis internar Taehyung até eu insistir -, deixando claro que ele tinha batido com a cabeça duas vezes numa diferença de meses e que esses desmaios podiam ser algo grave.

— Senhorita Kim — o homem insistiu — Nós fizemos tudo que pediram. Uma tomografia, exames de sangue, um raio x... inclusive, exames foram feitos nas duas ocasiões em que o senhor Kim bateu com a cabeça e nada errado foi diagnosticado. Ele está perfeitamente bem e ele mesmo afirmou que nas duas vezes em que desmaiou, não tinha comido por muito tempo. Ele pode estar simplesmente fraco, quando o resultado do exame de sangue sair em algumas horas talvez fique mais claro, mas eu creio que ele, no pior dos casos, apenas está com o sistema imunológico baixo.

— Eu não acho isso — argumentei, o homem olhou para mim, a expressão de quem não tinha mais paciência com as reclamações, mas fingia uma cortesia clássica de médicos — O caso dele... É diferente. Tem de ter mais alguma coisa.

— Senhor Jeon. Entendo que o senhor seja... especial. Mas isso não o torna um especialista. O senhor Kim está bem, revejam a dieta dele, reforcem as vitaminas, especialmente se ele for entrar em turnê. Eu recomendaria um nutricionista para receitar uma dieta melhor.

— Isso é... aish. Certo, obrigado doutor Han — falei, abrindo a porta do quarto e voltando para dentro, porque aparentemente nada que disséssemos a ele o faria mudar de ideia. Bom, talvez falar da maldição o fizesse mudar, mas JiSoo tinha medo que a história vazasse de alguma forma, bom, com sorte ninguém além do médico saberia, mas sua atitude sobre mim não me deixou otimista num geral.

Quando entrei no quarto, Taehyung estava terminando de vestir o casaco, já com as roupas que usava quando chegou, pronto para ir embora.

— Onde pensa que vai?

— Pra casa. Ele disse que eu não tenho nada de errado.

— Você disse que Jimin-shi falou sobre sentir algo estranho a respeito da maldição, que não estava seguro, então não, você não vai sair até fazer mais exames — cheguei mais perto — Tira o casaco, coloca esse moletom hospitalar horrível e volta pra cama.

— Nem sabemos o que Jimin-shi é, você nem confia nele e agora acredita no que ele diz?

— Ele parece acertar nas coisas que fala. Bastou ele sair da casa pra você cair duro no chão, então a opinião dele vai ser levada a sério até segunda ordem. Você vai ficar aqui até fazer todos os exames possíveis — ele suspirou, soltando os botões do casaco, mas não retirando a peça.

— Jimin-shi falou sobre eu procurar um plano B. Ter só você não é o bastante.

— O que?

— Você ouviu, ele deixou bem claro que você não é o bastante e você mesmo está confiando nele nisso.

Lucky: e o Coelho da SorteOnde histórias criam vida. Descubra agora