Capítulo 24

4.2K 424 182


Nina Novaes.

– Ei, amor – escuto Will me chamando instantes depois. Amor? Ah, Senhor, isso nunca soou tão ruim como agora. Me viro, o olhando com dois copos na mão. – Achei você!

– Oi – respondo, tentando parecer tranquila. Pego o copo de whisky de sua mão e o viro num só gole. Ele me olha com a testa franzida. – Estava precisando – explico e abro um sorriso sem graça.

Quando ele ia me responder, escutamos a voz do Dr. Ramon nas caixas de som. Automaticamente viramos para o palco e o encontramos lá de braços dados com uma mulher que eu chutaria ser sua esposa. Willian passa a mão por minha cintura e eu reluto contra minha vontade de tirá-la dali.

– Boa noite a todos. Gostaria de começar agradecendo a presença de cada um de vocês. É de suma importância para mim, pois como todos sabem, os fundos arrecadados serão cem por cento doados para a ONG criança Brasil. O fundador da ONG está logo ali – ele aponta para alguém em meio as pessoas, mas não consigo ver que ele acena em agradecimento. – Ele se chama Ricardo e está com esta instituição há mais de cinco anos. É uma honra para mim e para o meu hospital poder ajudá-lo com este projeto tão bonito. – Ramon finaliza e sorri, ao que todos nós encaramos como um sinal de que podíamos aplaudir. Quando as palmas cessam, Ramon pigarreia e volta a dizer: – Quem estiver interessado em saber mais sobre esse projeto e ajudá-lo, ele estará aqui a noite inteira para atende-los. Bom, sem mais delongas, gostaria de pedir que todos aproveitassem bem a noite e bebessem muito para ajudar – as pessoas começam a rir, inclusive eu, porque gostaria muito mesmo de beber. – As doações começarão logo após jantar. Obrigado a todos.

Me viro para Will e ele está distraído olhando para outro lugar. Sigo seu olhar e tenho a infeliz surpresa de ver Alex com sua acompanhante ruiva. Faço uma careta discreta, analisando Alícia. Acho que a careta só aumenta quando desço o olhar para sua roupa. Ela está com um vestido curto prata e um scarpin rosa. Seu cabelo estava natural e a franja era novidade no look. Ela estava até bonita, mas acho que Alex tinha esquecido de mencionar que era um baile, não uma balada. Ela era a única com vestido curto aqui. Reviro os olhos, ignorando o fato dos braços dela estarem em volta do pescoço de Alex enquanto tagarelava descontroladamente, ao que ele apenas assentia, totalmente desinteressado.

Olho para Will de novo e o vejo me olhando com uma expressão séria. Merda! Fui pega no flagra! Dou um sorriso sem graça.

– Vamos procurar por alguém? Fernanda, Sofia, Miguel, Marcelo... Qualquer um – falo e seguro sua mão, o puxando em qualquer outra direção.

– Olha lá o Marcelo – o ouço dizer entre risadas, apontando. Olho para o local e vejo Marcelo conversando animadamente com Paola. Ah, era só o que me faltava! Ele não tem mesmo amor pelas bolas!

– Vamos lá – digo e já me adianto naquela direção, mas Will me puxa de volta.

– Deixa pra lá, Ni. Eles só estão conversando!

– Você diz isso como se conhecesse a Paola! Ela não presta!

Ele dá de ombros e pega na minha mão de novo.

– Mesmo assim... Você não precisa ficar cuidando dele o tempo todo.

Frustrada, assinto com a cabeça e resolvo tirar o Marcelo da minha mente. Definitivamente não iria me estressar por causa das escolhas dele.


Abraço Will meio sem jeito e tento conduzi-lo no ritmo da música, o que era meio difícil, porque ele não se sentia à vontade para Quando eu estava prestes a colocar a cabeça no ombro dele e desistir de parecer animada, Sofia aparece ao meu lado com Miguel.

Anjo (COMPLETO)Leia esta história GRATUITAMENTE!