24

2.8K 249 36
                                    

Gente desculpa não postar, eu tenho mania de escrever escutando música mais meus fones quebraram...
Capítulo não revisado, vou fazer isso mais tarde!

— Não vamos matar ninguém — Reviro os olhos pela sua fala

Ops! Esta imagem não segue as nossas directrizes de conteúdo. Para continuares a publicar, por favor, remova-a ou carrega uma imagem diferente.


— Não vamos matar ninguém — Reviro os olhos pela sua fala.

— Então você será a princesa em perigo  Scott McCall — Sorrio imaginando a sena.

— Não matamos! — Volta a clicar na teclar garoto chato.

— Isso é uma guerra se conseguir não matar ninguém sorte sua, ou mata ou morre Princeso — debocho abraçando a cintura de minha mãe que logo me pega no colo dando um beijo em minha testa sorrindo orgulhosa.

— Humilhado por uma criança de seis anos está na merda mesmo em — Theo sorri divertido fazendo os outros se seguntar para não rir também.

— Mas...

— Ela está certa Scott estamos em uma guerra, a regra não chega nem aos pés do que verdadeiramente vai acontecer — o lobo mal humorado segura no ombro do queixo torto, sou bem mais o tio Stiles que ele.

— Derek...

— Ah! Cala a boca lobo irritante, tio Stiles vamos brincar? — chama pelo titio vendo ele sorrir mas saiu meio como uma careta.

— Brincar... sei — ele resmunga me pegando do colo da mamãe quando levanto os braços pedindo colo, amo ser carregada pela mamãe e pelo tio Stiles. — Só pega leve ok?

— hum... — colo a mão no queixo pensando, ele me olha esperançoso sorrio com isso —  Não!

🦋

Jogo tio Stiles longe usando minha forças diferente das outras vezes ele não caiu sentado ou jogado e sim em pé  como se fosse um gato caindo de um local alto.

— Isso tio! — comemorei vendo ele sorrir impressionado. — Você está melhorzinho.

— Valeu?

— Ela está certa você está ótimo — a voz da tia Autora fez Stiles se arrepiar foi Hilario, adultos e suas reações.

Ando em passos cautelosos até a saída deixando eles lá, mamãe está encostada na porta acho que me esperando hoje seria Lua cheia começariam a guerras essa noite, pelo menos era o que tudo indicava.

— Meu pequeno pesadelo está na hora vamos? — me pega no colo beijando minha cabeça suas emoções estão uma confusão.

— Está com medo de que mamãe? — Minha mãe era a melhor ela nunca fugia de uma guerra então por que estava com medo?

— Se algo acontecer com você eu mato o que sobrar desse mundo Monstrinho — cheira meu pescoço.

— Sou uma fênix mamãe — Seguro seu rosto sorrindo.

— Metade mostrando, e isso me preocupa sei que já morreu uma vez... Uma vez que morremos demoramos um tempo para voltar não sei quanto tempo você demoraria — me olha preocupada

— Mais eu tenho seu sangue mamãe — beijo sua bochecha — Você é a mais forte e o tio Noah falou que eu tenho uma mistura perfeita do sangue Fênix. Não se preocupe essa guerra será Horripilante de um modo único mamãe.

— Sangrento eu diria — quando a mamãe me colocou no chão notei que estávamos no quarto os filhos do Híbrido meus irmãos não estavam aqui seríamos levados para o quarto subterrâneo em breve.

Olho para a lua cheia ela brilhava em um tom meio avermelhada como disse seria uma noite sangrenta, as crianças foram colocadas no quanto subterrâneo Sophia cuidaria para que nada passasse por eles, meus irmãos estavam ao meu lado se preparando o ...

Ops! Esta imagem não segue as nossas directrizes de conteúdo. Para continuares a publicar, por favor, remova-a ou carrega uma imagem diferente.


Olho para a lua cheia ela brilhava em um tom meio avermelhada como disse seria uma noite sangrenta, as crianças foram colocadas no quanto subterrâneo Sophia cuidaria para que nada passasse por eles, meus irmãos estavam ao meu lado se preparando o olhar que dávamos uns prós outros uma clara mensagem de que estávamos juntos para o que der e vier afinal nem a morte nos separa.

— As crianças... — Derek e sua turma se coloca em posição ao nosso lado olhando para lua, uma vez que ela estivesse comportamento vermelha...

— Seguras! — Aurora sorri tentando passar confiança a guerra não nos preocupava e sim as crianças.

Noah vem em nossa direção quando os Mikaelson chegam ele segura na mão de Samantha, Aurora pega na minha formamos um círculo repetindo um feitiço antigo, Para os humanos garantindo que eles não fossem atingidos pela guerra, seria como uma falsa compulsão fazendo que eles permanecessem em casa. Uma vez que nos separamos a lua estava completa.

— Stiles fique ao meu lado — Aurora segura na mão de Stiles sorrindo tentando o acalmar — Não vou deixar meu namorado morrer!

— Resolve esperar até a guerra para confessar isso irmã? — Noah rir incrédulo para Aurora — devo fazer o mesmo? — pergunta brindando olhando para Lydia.

— Não seria de sua natureza — Samantha fala rindo.

As bruxas aparecem no final da rua, junto a elas estão os lobos e vampiros em uma quantidade bem maior que a nossa, poderíamos ser poucos mais tínhamos uma carta na manga e ela se chamava Bonnie Bennet e os insuportáveis Salvatore's que a guerra comecem e posso garantir que não serei o lado perdedor.

Mikaelson perdida Onde as histórias ganham vida. Descobre agora