25

2.9K 245 145
                                    

Hoje é sábado dia de capítulo novo!

Lua de sangue, aguente até queimar.


Doze horas de luta já estava de dia, todos estavam exaustos mais não podíamos parar, jogo uma bruxa em cima do vampiro que atirava do alto de um prédio as balas eram de madeira e eram banhadas de mata lobo. Corro em direção oposta ao grande muro feito pelas bruxas a cidade estava destruída vejo Stilis ao lado de Aurora eles lutavam lado a lado com uma perfeição que era impressionante.

— Lillith! — escuto alguém me gritar me viro a tempo de pegar um Machado que foi lançado em minha direção.

— Onde está a bruxa maldita! — Klaus rosna ao meu lado arrancando o coração de um vampiro próximo.

— saberemos só temos que aguentar mais um pouco cachorro — vejo seus lábios repuxarem em um sorriso mínimo, uso o Machado em minha mão no vampiro que corria em minha direção.

Elijah matava com elegância era incrível como ele nunca perdia a elegância, não usava meus poderes eles seriam usados quando chegasse a hora. Seguro um pedaço de madeira  correndo em direção ao Klaus ele se vira me jogando para cima uma vez que estava caindo de novo jogo a estaca na garganta da bruxa que estava atrás do muro caindo em pé no chão sorrindo feliz antes de correr em direção ao muro que desmoronava elas estavam indefesas.

— ATACAR! — Klaus grita comandando a todos, feitiços eram lançados mais nada que uma proteção não ajudasse.

Jogo uma mulher morena nos escombros de ferro e tijolos vendo seu corpo ser perfurado pelos destroços. Sangue e gritos eram a única coisa que acontecia, mesmo de dia as nuvens negras que tentavam trazer de novo a escuridão era presente a lua em sua cor vermelha ainda estava lá parecia um eclipse seria lindo em outro momento.

Mais meu foco não estava na guerra, eu preocupava uma bruxa em especial a mãe de Niklaus ela seria morta por minhas mãos isso eu garantiria, me sinto ser jogada longe quando me levanto vejo que era Tomás esse filho da mãe.

—  Quem diria que teria o prazer de ver você sangrar —  fala sarcástico me jogando na parede, sinto meus ossos deslocarem — a maternidade te deixou fraca — me joga do outro lado da rua me fazendo cuspir sangue. — onde está a Lillith que conheci? A Lillith sanguinária e sem piedade?

— Está aqui seu filho da Puta! — jogo uma barra de ferro o pegando desprevenido o ferro entra certeiro em seu ombro o deixando suspenso no ar.

Forço meu corpo a levantar sentido tudo estalar não tinha magia para me regenerar ela estava sendo usada para outra coisa no momento, ando em passos lentos em direção a Tomás retirando a barra de ferro de sua pele.

—  de lembranças minha a amiga morte — cravo a barra em seu coração vendo seu olhar de dor —  fala que a verei em breve se ela tiver sorte — assisto seu olhar perder o brilho.

Olho em volta xingando Bonnie por demorar tanto, tudo estava um caus, ando em passos despreocupados em direção aos corpos caídos no chão, tinha quebrado o braço e meu tornozelo doia mais nem por isso sairia de campo, sou uma Adams essa dor não é nada vejo Klaus mais a frente ele arrancava a cabeça de um cara acho que vampiro.

—  Está bem? —  me analisa jogando um bloco na cabeça de uma bruxa que tentava matar Derek.

—  Está quase na hora — falo sentindo minha magia sendo usada, mal termino de falar e uma energia vermelha pintar o céu, todos os nossos inimigos caíram no chão sem vida como um interruptor sendo desligado. — demorou mais deu certo... pelo menos metade do plano.

Mikaelson perdida Onde as histórias ganham vida. Descobre agora