Estava em casa sozinha os travestis tinham saído, estava ouvindo "Wake Me Up" no maximo,comendo meu pote de Nutella sim não era só porque eu estava em casa que eu iria parar de perturbar os outros, peguei meu celular e passei alguns trotes pedi pizza pro vizinho entre outros, estava toda descabelada "Wakeeee Me Up" parei e sério, parecia que eu estava fumando maconha, tá... "Esther você e louca" Ok eu tinha que parar de falar sozinha. Meu deus eu preciso de um número pra ligar pros "Gogo boy" Não tá parei,fui até a piscina e pulei de roupa mesmo.. ah foda-se o Mundo e rosa mesmo, hahaha e não me perguntem oque eu tinha porque eu realmente não fazia ideia, mudei de roupa e ouvi alguém bater na porta to nem aí vou descabelada mesmo e foda-se lá lá lá e se for a policia "Eu juro que não fui eu"

- O que que?-- Falo ao abrir a porta,me dando de cara com a figura do Davi

- Posso entrar?-- pergunta ele sendo cínico

- Na verdade eu não sei nem porque veio até aqui-- falo fechando a porta quando me dou contas ele estava no sofá que idiota

- Eu preciso te pedir desculpas--Fala ele com a cara de cinismo

- Beleza, mais teu pedido de desculpas vai mudar oque na minha vida?

- Esther eu vacilei com você mais eu mereço uma segunda chance--Davi

- Não te dei nem a primeira.

- Deixa eu concerta meu erro por favo--Fala ele me puxando para me beijar

- Não encosta em mim e saí daqui agora.

Percebo que ele sai e eu viro as costas e incrível a capacidade que algumas pessoas tem de estragar a minha felicidade Santo Deus ele tava pensando que eu era as nega dele Não mesmo se não for do meu jeito. nem se aproxime, Fui no meu quarto percebi que minha mãe tinha me chamado no Skype Converso alguns minutos com ela, vou lá em baixo pra proibir a entrada do Davi... se isso era difícil, Não mesmo eu só disse que ele tentou me estrupar, Estava muito entediada eu odeio pessoas mais eu tinha uma paixão por animais porque os a animais sim. prestavam.

Fui ao meu quarto,tomei um duche gelado fiz minha turnê no chuveiro, me direcionei ao meu armário peguei um roupa qualquer, desci fiz um bilhete e coloquei na entrada da porta pros meninos ver..

" To saindo não sei que horas eu venho, se a policia perguntar eu juro que não fui eu."

Fui no tio da pipoca e comprei umas,lembrei da época que eu peguei o carrinho de pipoca e sai correndo falando pras outras crianças que eram de graça, mais no fim eu fiquei de castigo e minha mãe teve que pagar hahaha. Bons tempos, Vi que vinha um menino de Skate,acho que ele iria sentar perto de mim, que lindo ele era alto e tinha os olhos castanhos. estilo "Justin Bieber"...

- Oi posso sentar-- pergunta o Deus grego sentando eu passei horas babando alí.

- Claro que pode-- falo entusiasmada

- Prazer Nathan-- O nome dele era Nathan que lindo.

- Prazer Esther--falo piscando

- Esther que nome lindo-- Nathan

- Obrigada Nathan também e muito lindo--Falo sorrindo

- mais iai tá livre no sábado?--Nathan

- Ah to sim porque?

- Topa sair?--Nathan

- Topo pra onde vamos?

- Surpresa, me passa seu número--Nathan

Esther [{A editar }]Leia esta história GRATUITAMENTE!