- Austin saí da qui- Digo com lágrimas nos olhos mas não era lágrimas de tristeza era de ÓDIO

- Tasha volta para a festa eu vou conversar com a Esther- Diz Austin ajudando a Tasha a levantar

Bufei e dei um soco no espelho, fazendo meus dedos sangrarem

- Esther para por favo- Diz Austin, se aproximando de mim

Coloquei minha mão entre nossos corpos para separar e sai.

Nos olhavamos, sem saber o que falar

Eu estava a ponto de explodir

- O que você quer saber?- Pergunto

- Primeiro baixa essa arma, você vai machucar alguém com isso -

Diz o Austin tentando tomar o Revolver da minha mão, mas acabei machucando seus filhos que ficavam se entre suas pernas

Austin me olha bufando de dor e com os olhos vermelhos

- Esther como você teve coragem de matar alguém você é idiota?- Diz Austin

- EU NÃO MATEI PORQUE EU QUIS SEU FILHA DA MÃE EU MATEI O GAROTO PORQUE ELE ME ATROPELOU E NO DIA, A VACA DA TASHA DISSE QUE VOCÊ ESTAVA BEBADO E EU FUI LÁ , MAS VOCÊ NÃO ESTAVA LÁ, E O VICTOR ME ATROPELOU PORQUE A TASHA PEDIU- Grito, e o Austin baixou a cabeça

Continuei a olhar em seus olhos

- Porque não me disse isso antes?- Pergunta o Austin

- Porque nunca precisou.- Digo sorrindo

- Esther! Volta aqui- Diz o Austin e eu saí sem rumo...

Sim eu não vou ficar na Bad, por causa da quele filho da mãe eu vou encher a cara e pegar um gato...

Que ele procure a cadela da Tasha

Agora eu estou dançando...

Fui ao balcão e o garçom me olhava estranhando

- QUE FOI TIO? ENCHE LOGO ESSA PORRA QUE HOJE EU VOU FAZER ESSA FESTA BOMBAR- Digo rindo e ele obedeceu

Colocou Uísque e eu misturei com Red Bull

E fiquei no balcão

De repente percebo que não domino mas o meu corpo, e eu estava dançando sem parar, meus cabelos voavam ao ritmo da música eletrônica

Eu não sei dançar, mas eu percebia uma grande quantidade de pessoas me olhando

E aplaudindo

Eu não via ninguém, apenas sentia vontade de ser eu e jogar todos os problemas para cima

Tinha um garoto sem camisa dançando por trás de mim

Sussurro em seu ouvido

"Não vai me beijar?"

Ao Dizer isso o garoto me colocou contra a parede

Com as mãos na minha cintura, beijou meu pescoço e subiu

- Solta ela- Ouço a voz do Austin

- Não me beija logo caralho!- Digo e o garoto continuou

- SOLTA ELA, ELA É MINHA NAMORADA- Diz Austin e eu dei risadas

.

.

.

- Você fumou maconha?- Pergunto

Esther [{A editar }]Leia esta história GRATUITAMENTE!