bizarro

6K 454 25

Olhando fixamente para aquela arma, que brilhava,  Andei me aproximando

Charlie me olhava com furia nos olhos, eu continuei andando e olhando em seus olhos
esperei dois minutos, em puro silêncio... corri, em uma velocidade absurda, ela disparou 2 vezes

Subi correndo as escadas e ela não conseguiu me acertar! Mas eu só tinha alguns segundos, para pegar algo para me defender

Ouvi seus Passos na escada correndo, ela batia na porta... meu desespero só aumentava eu não tinha nada para me defender, para me proteger, achei melhor abrir a porta do quarto. Mesmo sabendo que eu poderia morrer a qualquer momento eu preferi ir logo de uma vez Se for para morrer que eu morra logo...

Repeti isso para mim ao destrancar a porta ,
Charlie me olhou e deu uma risasa sinistra.

Como se falasse "É eu venci. Posso te matar agora"

- Não vai atirar?- Perguntei olhando em seus olhos...

Antes que ela respondesse qualquer coisa, xutei sua barriga fazendo com que ela caisse de escada a baixo, já no chão ela atirou, e um deses tiros pegou de raspão em meu braço que sangrava muito... Era uma dor suportável,  a cabeça de Charlie formava uma pequena poção de sangue em sua volta no chão, algo me dizia que ela não estava morta!.. que foi uma ótima notícia, meus planos não era assim que vai ser a sua morte., Mas oque me deixava aliviada era saber que eu ainda estava viva

Mas a dor que eu sentia no braço era pior ainda, Desci as escadas olhando para o corpo da Charlie esticado no chão, caminhei  até a cozinha... pedindo a Deus para ninguém chegar ali com a policia e eu acabar sendo presa por um mal entendido.. Eu não podia levantar e pedir ajuda, porque tudo indicava que eu teria feito algo com a Charlie, então a dor eu tinha que suportar

Sentei no chão, colocando a mão esquerda em cima do meu sangue, quando ouvi a porta abrir

- Socorro- Digo, gritando de dor
.
.
.
- Esther o que aconteceu, A charlie está morta?- Diz Austin confuso, ao tirar sua camisa e enrrolar no meu braço, me deu um copo com água

Caminhou até a escada e carregou a Charlie no colo, Saindo.

Deitei no chão, tremendo de dor, e observava o meu braço sangrando.

Fui até o banheiro, e lavei meu braço o sangue parecia ser infinito... coloquei alguma coisa para, não sangrar

Tomei um remédio para dor.. e continuei largada no chão

...

Suspirando, era a única forma de superar aquela dor imença, novamente e ainda sentada no chão reconheci a cor do Vans..

- Esther- Harry, grita me procurando

Levantei e ele veio em minha direção
- O que você está fazendo aqui?- Perguntei...

- O Austin pediu para eu vim ver como você está! - Diz Harry, olhando para meu braço

Eu sentia raiva do Harry... Não queria que ele me ajudasse. Prefiro ele longe de mim

Eu estava precisando de ajuda mas o meu orgulho gritava mais alto.

Olhei para ele.. depois baixei minha cabeça e virei de costas

- Já está me vendo pode ir agora- Digo sentando no sofá,  e procurando alguma coisa para me distrair na Tv

Harry sentou ao meu lado, com uma de suas mãos em meu braço e sorriu

Acho que ele deve está achando lindo, um tiro de raspão

E acabou se apaixonando...

- Isso está feito de uma maneira errada- Harry diz ao observar o meu curativo, mal feito e caminha até a dispensa

Nesse exato momento ele estava, fazendo outro curativo em mim, enquanto eu estava distraída com "Bob esponja"

O Harry era um filha da mãe!  Quando eu precisei dele... ele não me ajudou e agora que da uma de Médico vindo cuidar de mim..

Que saber eu deveria muito bem. Mandar ele ir embora.

- Não vai dizer nada- Pergunta Harry.

- Já pode ir embora- Digo.

Ele me olha e caminha até a porta.

Olhando fixamente para a televisão, Não vi ele saindo...

Alguns minutos depois só uma coisa passava pela a minha cabeça

A charlie não pode viver por muito tempo!..,

O Austin deve continuar ao lado dela,  ele tem que se manter forte também... Não podemos desistir agora, não agora que tudo começou.  Eu vou conseguir

Ninguém entende mas eu entendo.

Fiquei comendo Algumas porcarias no Bobs. E fiquei navegando no meu  tumblr,  isso já fazia um bom tempo... eu sentia que o tempo passava depressa. Fui surpreendida com uma forte chuva

..
Fui até a cozinha fazer um sanduíche para mim com tudo que tinha para comer. Sentei no sofá e ouvi um barulho na porta percebi que alguém tinha entrado,  Olhei dei de cara com a figura do Jake e Bryan gargalhando cada um com uma garrafa de Vodka na mão.. estavam embriagados

- Esther o que você está fazendo aqui- Pergunta Jake com voz de bêbado Misturado com Traficante

- Eu moro aqui seu imbecil, Agora já podem ir para o quarto de vocês fazerem uma bela Orgia lá e me deixem em paz antes que eu pegue essa garrafinha e corte o pescoço de vocês. - Digo bufando..,

Os dois caminharam até o quarto murmurando alguma coisa que preferi não prestar atenção.

Peguei alguns produtos de limpeza, e limpei toda aquela sujeira de sangue,  e a arma da Charlie escondi no meu quarto

Voltei e agi normalmente, na verdade agora eu estava falando com a Marcela e encomendado, mais tipos de armas, facas e revólveres, Canivetes etc.. Não que eu fosse exatamente uma psicopata eu só queria uma coleção daquilo.. E caso precisar um dia vai ser bem útil ter esses brinquedinhos no meu quarto.

....

Heyy notícia boa! ♡

A vadia da brenda arrumou um cel heuheuheuheu.

Agora vou voltar a escrever mais rápido, comemorem!! Esse capítulo saiu meio bosta...

Mas o outro que já estou escrevendo,  É enorme!  E vocês vão amaar.

Amo vocês maconheiros da unicornilandia ♡♥

Esther [{A editar }]Leia esta história GRATUITAMENTE!