⚠ Eighteen ⚠

31.3K 2.5K 1.5K

AVISO: Capítulo tão quente quanto a capa do tio Lú...

Boa Leitura!



"O homem que não sabe dominar os seus instintos, é sempre escravo daqueles que se propõem satisfazê-los."


Jungkook P.O.V's

     Estava com um pequeno "problema", é a conseqüência de se agarrar a um ômega como Park Jimin. Deveria controlar meu desejo até todos irem embora, mas estava difícil conter, ficou ainda pior quanto o tal Jongin jogou em minha cara seu interesse em meu pequeno, existem pessoas que imploram por uma surra, mas não queria prejudicar meu padrasto. A culpa de tudo aquilo também é minha, se tivesse o marcado, nenhum alfa iria se aproximar daquela forma, e Jiminnie parece ser inocente o suficiente para não ver a maldade nas intenções de algumas pessoas.

     Controlar meus gemidos foi difícil, nunca é tarefa fácil, se contentar com o trabalho de suas mãos, quando se tem um ômega a sua inteira disposição, acontece que não podia trazê-lo para o quarto, e antes de enfrentar todos os convidados, deveria me livrar da ereção que estava entre minhas pernas, pois a mesma deixava uma marca bem visível em meu jeans. Me tranquei no banheiro de meu quarto, sentando sobre a tampa do sanitário enquanto fazia o trabalho que Jimin deveria estar fazendo, maldito ômega, dono dos meus desejos mais insanos.

     Tentava chegar ao meu ápice, imaginando seu corpo sob o meu, completamente suado, seus lábios inchados entreabertos, intercalando gemidos sôfregos enquanto implorava por mais contato, suas mãos fofas passando por minha pele, me excitando apenas com um simples toque, enquanto suas unhas cravavam em minhas costas, deixando vergões que demorariam a sair. Não me importava em carregar marcas de nossos momentos mais selvagens, ao contrário de tudo, me sentia honrado por carregá-las, ostentando um sorriso por meu trabalho bem feito. Tê-las ali, significava que havia feito o mesmo alcançar o prazer pleno, que desejávamos um ao outro na mesma intensidade.

     -J-Jiminnie... Isso, Bebê. –Seu nome saiu de forma rouca de meus lábios.

     Cheguei ao meu orgasmo, imaginando a criatura mais perfeita, ajoelhada em minha frente, mordendo os lábios, contendo o desejo por sentir minhas mãos em seu pequeno corpo. Esperei minha respiração normalizar, limpei toda a sujeira, erguendo meu corpo, ainda sentindo minhas pernas bambas. Agora mais que nunca, quero terminar essa maldita noite, ouvindo o ômega gemendo meu nome, implorando por mais, implorando por prazer. Ajeitei melhor minha imagem no espelho, e quando fiquei o mais apresentável possível, voltei para o primeiro andar.

     -Desculpem a demora, recebi uma ligação importante. –Me curvei, recebendo um sorriso de todos ali.

     -Esse é meu enteado. –Ouvi meu padrasto dizer. –Ainda vou levar esse garoto para trabalhar comigo.

     -Ele tem o perfil de grande empresário. –Ouvi o outro homem dizer.

     -Obrigado senhores. –Falei me sentando ao lado de meu pequeno.

     -A ligação parece ser mesmo importante. –O ômega sussurrou em meu ouvido, querendo mesmo me provocar. –Sua comida deve ter esfriado por conta de sua demora.

     -Não é isso que quero comer, Bebê. –Me aproximei de seu ouvido, sussurrando a resposta de forma lenta, vendo as bochechas do mais novo corarem ainda mais.

     Voltei a dar atenção ao jantar, assim que o ômega pareceu se aquietar em sua cadeira. Jimin dava atenção a prato de salada em sua frente, sem contar que era o único a beber suco de laranja, já que todos os outros, inclusive eu, nos deliciávamos com um bom vinho. O pequeno encarava a taça em minhas mãos, parecia querer provar a bebida, mas sabia que não seria aprovado por seu pai. Aproximei novamente de seu ouvido, sentindo todos os pelos de seu corpo eriçarem, assim que minha respiração se chocou contra sua pele.

Sweet Poison ⚠ Jikook ABO ⚠Leia esta história GRATUITAMENTE!