⚠ Seven ⚠

41.4K 3.5K 2.7K

AVISO: Capítulo contendo Smut / Lemon... Me desculpem caso tenha fugido um pouco deste universo ABO, ainda estou me acostumando com algumas coisas... 


Boa Leitura!


"O desejo é um sentimento muito perigoso. Principalmente, quando desejamos o proibido."

Jungkook P.O.V's

     Confesso que não medi às conseqüências ao trazer todas as pessoas para a mansão, tal qual não medi assim que forcei a fechadura, e adentrei ao quarto do ômega. Coloquei todos para fora da casa, e assim que me certifiquei que estávamos sozinhos, fui à procura do menor, com o intuito de me desculpar, mas seu cheiro já havia impregnado em todo o corredor do segundo andar. Achei que fosse apenas por conta de suas dores repentinas, mas assim que lhe dirigi a palavra, jurei sentir o calor que emanava de dentro do cômodo, o ômega entrara no cio.

     Desesperei ao me lembrar dos remédios que minha mãe disse que havia deixado, sabia que em meio às diversas pílulas haviam os malditos inibidores, os mesmos que se consumido no primeiro cio, podem trazer conseqüências graves, até á um ômega mais forte, quanto mais á Jimin, que sempre me pareceu frágil. Forcei a fechadura, e não precisei de muito pra conseguir entrar, cheguei ao banheiro a tempo de encontrá-lo com os comprimidos na mão. Segurei firmemente seu pulso, fazendo sua mão balançar levemente e as pequenas pílulas se perderem no chão frio.

     Só então reparei na situação do menor, completamente suado, mesmo estando em um clima frio. A pele de seu pulso queimava como brasa, seus lábios maltratados, possivelmente ele deve ter os mordido para conter a dor, ou até mesmo gemidos. A banheira estava cheia, mas aposto que a água estava gelada, Jimin deve ter pensado na possibilidade de abaixar a temperatura com um banho. Tão inocente para saber que a tal febre não era de doença, mas sim, seu corpo estava quente de desejo, e naquele instante, eu seria a único que podia ajudá-lo.

     Não sei se foi apenas instinto, desejo, ou se haviam sentimentos ali misturados, apenas levei minhas mãos à sua cintura, erguendo seu corpo para sentar-se sobre o balcão de mármore. O encarei profundamente, meu pequeno ômega expelia excitação por todos os seus poros, tive que morder o lábio inferior, para controlar minha vontade de atacá-lo. Deveria me conter, sabia que era sua primeira vez, e não estava nem um pouco a fim de assustá-lo. O tecido de minha camisa se tornou algo incômodo, arranquei a peça, arremessando em algum local, que no momento nem me importava. Me aproximei novamente, colando meu corpo entre suas coxas fartas, aproximando meu rosto de seu pescoço, sentido seus pelos eriçarem apenas com um mínimo de contato.

     -Vamos, Jiminnie! Ainda quer essas malditas pílulas? –O garoto arrepiou-se ainda mais, ao ouvir minha voz um pouco rouca. –Vamos, Baby! Quero ouvir sua resposta.

     -Eu... –O menor foi meio hesitante, apenas ouvi um suspiro deixar seus lábios, quando deixei um pequeno beijo em seu pescoço. –Eu quero você, Jungkookie.

     E ele estava entregue, a mercê de minhas vontades, esperando apenas que seu corpo alcançasse alguma sensação maior, que fosse capaz de suprir suas dores. Ataquei seus lábios com todo o desejo que continha naquele momento, meu membro já fazia pressão dentro de minha calça jeans, se seu membro não estava diferente, parecia implorar por atenção dentro de sua boxer. Jimin gemeu entre meus lábios, mas sabia que não era por uma sensação boa, era por conta de sua dor intensa.

     -Hyung, está doendo. –Ele choramingou entre meus lábios.

     Afastei seu rosto entre as mãos, tendo a visão privilegiada de seus olhos em um tom mais escuro, mesmo cobertos por uma camada fina de lágrimas. Seus lábios estavam levemente inchados e em um tom avermelhado. Suas bochechas começaram a atingir tons rosados, e seu corpo continuava a aumentar a temperatura. Suas mãos saíram de minha cintura, e circularam seu abdômen para tentar conter a dor, que parecia mais intensa que o normal.

Sweet Poison ⚠ Jikook ABO ⚠Leia esta história GRATUITAMENTE!