[02] Intimidante

61.1K 8K 5.4K
                                    


🚨Tudo que estiver em itálico no capítulo é um flashback🚨

Boa leitura!

#JujubasEKingKong

Pensando severamente no modo que comédias românticas se iniciam, acho que esse é o momento no qual início essa narração contando como o dia hoje está maravilhoso, mas você não pode se esquecer que essa é a minha história, e bom, eu tenho mais o qu...

Ops! Esta imagem não segue nossas diretrizes de conteúdo. Para continuar a publicação, tente removê-la ou carregar outra.

Pensando severamente no modo que comédias românticas se iniciam, acho que esse é o momento no qual início essa narração contando como o dia hoje está maravilhoso, mas você não pode se esquecer que essa é a minha história, e bom, eu tenho mais o que fazer da minha vida ao invés de parar e prestar atenção no céu, misericórdia.

Sim, esse é o meu nível de humor todos os dias, e tudo graças a Jungkook e sua energúmena pontualidade. Ah, e por falar nela, na pontualidade, estou vinte minutos atrasados, o que te sugere a ideia de que estou desesperado, e sim, eu estou muito desesperado.

Não que agorinha mesmo que eu esteja correndo pelas ruas Seul ouvindo xingamento dos motoristas, caçando minha bolsa para guardar o troco do café que busquei na cafeteria rapidamente e empurrando algumas pessoas sem querer pela pressa do momento; claramente não estou fazendo isso.

Mas além de pressa e desespero, também estou com raiva. Raiva por lembrar da voz irritante do Jeon dizendo "Não tolero atrasos". E eu não tolero sua cara, palhaço! 

Muito conveniente não tolerar atrasos quando você tem a droga de um carro para chegar mais rápido nos lugares.

Eu ainda vou colocar sal no café dele, alguém me segura!

Após a noite passada confesso que não sei como agir perto dele, até porque foi uma situação esquisita, nem próximos somos para ele me chamar no meio da noite. Não me importo de Jungkook ter me chamado, de forma alguma, entretanto, convenhamos que é estranho por não termos afinidade. Por isso espero do fundo do meu coração que ele não se lembre de nada.

Chegando na calçada que fica em frente ao hall de entrada, soltei o ar preso nos pulmões e puxei na mesma proporção para recuperar o fôlego, pois havia corrido muito para chegar, e não sou mais um adolescente que vive se movimentando por aí, a idade e o sedentarismo chegam para todos.

Misericórdia, falando desse jeito parece até que sou um velho caquético.

Falando sério agora, minha maior sorte é trabalhar numa empresa enorme cheia de elevadores, pois não preciso subir escadas. É sério, uma piscada e brota uma caixa de metal aqui. Que fique claro, não estou reclamando.

Dei um "bom dia" raso para as recepcionistas e passei para a área dos funcionários, na qual peguei a chave do meu armário para colocar os pertences maiores, como guarda-chuva e a bolsa pessoal.

Tranquilamente cantarolava em murmúrios uma música qualquer apertando os botões do último andar no elevador, torcendo para o Jeon estar de bom humor hoje e não reclamar do meu atraso. Entretanto, você provavelmente já notou que sorte não faz parte da minha vida, logo não foi isso que aconteceu. 

A COR MAIS QUENTE | JIKOOKOnde histórias criam vida. Descubra agora