0.8

10.2K 1K 221
                                    

Leiam as notas finais.

P.O.V NARRADOR UNICÓRNIO

A reação do seu corpo foi quase que instantania, suas mãos tomaram posse da carne macia que sobrepunha a coxa do menor sentado no seu colo

Podia quase que ver toda a tensão que estava sendo criada no seu corpo, fazendo o sangue correr para suas partes intimas onde seu membro pulsou dolorosamente, enquando Louis se manteve mexendo seu quadril ja que sua mão o ajudava a pressionar mais contra si

Sua racionalidade já estava se esvaindo quando percebeu que os olhos de Louis tinha algo além de desejo, era um olhar temeroso

Como quando tirou a arma em sua frente, o mesmo olhar que dava quando citavam o nome de Lucas, e aquilo fez todo a sua sanidade voltar como um soco.

=O.. O que está fazendo?, Porra.- sua língua quase que travou dentro da boca ao que para parar os movimentos de Tomlinson, teve que segurar mais firme tendo a mão entre a coxa e a curva de sua bunda farta, a pressionando bruscamente contra si.

Já esteve com aproveitadores e sabia que talvez ele estivesse fazendo isso para garantir que Tivesse piedade de si ou de seu marido, mas o olhar dele...

Viu as pupilas de Louis diminuírem de um segundo para o outro, o fazendo perceber que talvez sua voz tenha saído mais rude do que queria, estava em tons mais baixo do que o normal

Podia julgar ser por sua excitação tão vivida em seu corpo, viu o menor abrir a boca e fecha lá diversas vezes e se sentiu incomodando com os sentimentos expostos de Louis.

= Me explique o que esta fazendo, o que quer. - Esperava que se ele quisesse algo de si e o dissesse, talvez fosse desejo, ou sonambulismo já que a pouco ainda dormia.

= Está nervoso Senhor, devo, tenho que o acalmar. - sua voz saiu trêmula agitando algo dentro de Styles que via o êxito em seu jeito, em seu falar para ele

= Quem lhe disse isso? .- tentou o máximo abrandar sua voz ao que que não se tratava do que pensava, tentando agora conter o estrago em seu corpo, com o que o pequeno havia feito com ele.

= Diga, Doçura. - viu algo ser exposto em Louis toda vez que falava com ele diretamente, não conseguia conter falar de um melhor jeito com ele quando isso acontecia, sua voz mudava, até mesmo a sua atitude, algo que ninguém conseguia, e as vezes nem ele mesmo.

Seu olhar se perdeu do dele, quando Louis olhou para baixo, agora percebendo que inconscientemente havia começado a fazer carinho suave em sua pele enquanto pensava

O olhar azul de Louis voltou de encontro o seu agora um pouco mais azul do que o normal. O silêncio se fez por mais algum tempo antes de Louis falar.

= Stanley me ensinou que todas as partidas de jogos são um pouco tensional, e que era meu dever por ele me sustentar, o acalma lo.- Louis falou calmamente tentando o máximo não deixar sua voz falhar, se sentia meio exposto falando isso.

= E era assim que você sempre o acalmava?.- Harry falou sendo direto.

= Sim senhor.- Louis tremeu na voz assim que os dedos gentis de Harry pararam de o fazer carinho,

A boca de Styles se fixou em uma linha firme de expressão, assim que sua cabeça começava a processar o que Louis falava.

= E você gostava? Você o queria? .- as mãos de Harry apertaram novamente Louis, agora um pouco mais forte do que o previsto, fazendo sair um gemido sofrego do pequeno que se assustou com o tom de voz vindo dele, e a raiva palpável em sua voz.

= Diz Louis.- Soou quase que ameaçador como ele citou o nome de Tomlinson que engoliu a seco um choro ao que sua mente não entendia mas previa o que viria a acontecer com ele.

A dor o atingirá antes mesmo de tudo, sabia que não deveria ter se apego a possibilidade de não ser agredido por esta sendo mantido em outro lugar.

=Me Desculpe ..desculpe, eu N..Não Sen..hor. Era meu dever, Stan dizia mais que minha .. obrigação por ser tão inútil, deveria servir para algo alem de despesas.- Louis soltou as palavras tão rapidamente que faltou ar para seus pulmões.

Styles quase que rosnou como um animal, mal sabia da onde vinha tamanha ira crescente dentro de si, sua mente traçou cada letra das palavras de Louis vendo que a verdade vinha dele.

Lágrimas grossas rolaram pelo rosto adorável do pequeno, o que julgou inusitado ficar ainda mais belo com a cor inundada de seus olhos, esse ato mexeu dentro de si a ponto de não conter seu dedo de limpar as lágrimas antes delas chegaram aos lábios finos de Louis

Sentiu vontade ate de provar o rastro que a lagrima deixou em sua pele.

O menor tremeu ao seu toque para limpar as lágrimas de seu rosto, mas assim que Harry limpou- as, sua mão continuou ali, fazendo um leve carinho percebendo que Tomlinson começava a alinhar o rosto em sua mão, assim como um gato faz ao ser acariciado.

Styles se surpreendeu quando os braços do menor se instaram em volta de seu pescoço e as pernas dele se prenderam mais ainda em volta de seu corpo, em um tipo de Abraço.

Louis estava tão inebriado com o toque e olhar dele que quase não pensou quando o abraçou, iria se afastar quando percebeu o que fez, mas as mãos que antes lhes apertava causando até um pouco de dor, agora o circulava alisando suas costas.

"Me desculpe" foi o que sentiu vontade de falar mas apenas saiu um :

= Eu entendo . - a voz ainda rouca e profunda de Styles surgiu ao pé de sua orelha, pela forma que estavam e o corpo de Louis se arrepiou por inteiro

Seus corpos se desgrudaram ao se separarem calmamente um olhou para o outro, o clima pesou quentemente entre os dois, Harry cruzava seu olhar entre o desejavel azul do olhar do pequeno, e seus lábios rosados e finos a qual foi mordido em uma possivel mania de Tomlinson.

Styles se sentia um bastardo por esta ereto após Louis ter Chorado mas apesar do desejo e de o ter em cima de si, ele tinha agora o desejo de mostrar que esta tudo bem, a vontade de mostrar para ele que estava.. seguro?!

Suas mãos na cintura fina dele, lhe permitiu sentir a pele do menor esquentar sobre seu toque, sua pupila dilatava a ponto de deixar apenas uma linha azulada de seus belos olhos, Harry o puxou mais para perto o vendo ceder rapidamente, sua bunda se arrastou em seu colo se movendo até faltar centímetros entre seus rostos, Um choque percorreu ambos os corpos assim que ouve o primeiro roçar de lábios antes mesmo de suas bocas se aprofundarem uma na outra, onde Harry invadiu com a lingua sem permissão, guiando o beijo e sentido a timida e quente textura que era a de Louis.

X







Hey, só queria avisa, o watpadd esses dias me fez perder 2 caps daqui, 5 caps de My Toy My Property, Os caps finais de MY little Ômega 2, e 3 de You drag me Down, You fuck me up.

Eu estou tendo que reescrever tudo então paciência. Quem lê MY Toy My Property, viu que eu realmente fiquei mal. Então era isso ♡

Pretendo fazer att dupla e se não der amanhã eu publico.

Larry is REAL

The never again l.sOnde histórias criam vida. Descubra agora