0.3

15.7K 1.5K 1K
                                    

HUEHUEU APARECI.

bem vindo aos novos e olá de novo aos antigos.

(A partir daqui começa as mudaças do livro.)

P.o.v Narrador

Louis acordou cedo, não demorou a sair da cama, tinha seus costumes criados por Stanley, quase como uma maquina acostumada pelo tempo.

Ainda com o short de Sofie e com a blusa grande de Zayn que lhe dava até o final do short e aos meios das coxas,
percebeu as marcas de sangue na blusa, sangue esse que fugiu de seus curativos, Ele se levantou indo até o banheiro olhando pela janela enquanto escovava os dentes com a nova escova que haviam deixado para ele, constatando que estava em um dia nublado, normal para a época do ano, procurou uma roupa no quarto após tomar banho pegando uma blusa preta e um short azul claro que lhe cabia mesmo sendo de alguma menina possivelmente mais magra.

Tentou ao máximo reprimir seu corpo de arrepiar por esta pisando com os pés descalços em um chão frio, Zayn havia o dito que se quisesse algo era só ir até ele, isso deveria indicar que não era um prisioneiro em seu próprio quarto.

A casa estava em silêncio total a não ser por um leve roncar vindo de um dos quartos não muito perto de si. A Mansão estava escura com as janelas e persianas fechadas, e ao chegar na sala constatou o que suspeitava, Não havia ninguém na mansão, nem funcionários ou até guardas.

Apenas se deparando com várias coisas no caminho como as gimbas de cigarros e caixas de comida chinesa, e a confirmação de que possivelmente nenhuma faxineira viria era que ao começar a juntar as sujeiras viu que não se tratava das de noite passada apenas ou só daquela semana.

Tomlinson seguiu para a cozinha tomando um susto ao ver toda as vasilhas possíveis de comidas de microondas ou pacotes quase vazios de biscoitos misturados em uma louça que saia pelo balcão até as divisória entre a pia e o fogão que incrivelmente era a coisa mais limpa da cozinha, com toda a certeza mais limpa que o chão grudento que pisava.

Seus dedos coçaram com a necessidade dessa casa e mal viu o tempo silencioso passar..

O som de passos logo foi ouvido assim que Louis começou a colocar a mesa após tirar todas as manchas de molho.

= Meu Deus ,aquilo é um sofa?- Ele escutou algumas vozes vindas da sala após um grito que o assustou.

Logo uma cabeleira loira estava entrando na cozinha com o nariz empinado e olhos fechados respirando fundo.

Louis já havia feito panquecas e ovos com bacon, havia preparado sucos os espremendo a mão com cuidado, fora o bolo limão que tinha acabado de fazer dividindo o forno com a fornada de folheados que fez , ele realmente havia acordado muito cedo.

= Eu acho que te amo.- O loiro abrindo os olhos que continha pequenas lagrimas dando um brilho aos olhos e se sentando na mesa.

Louis corou ao escutar aquilo e se aproximou de Niall pegando seu prato quando o mesmo foi colocar as panquecas que se encontrava longe, Niall achou estranho a atitude do mais novo mas o deixou servir, já que ele parecia tão concentrado.

= Niall na próxima vez que gritar a essa hora da madrugada eu o esfo....- Falou Liam provavelmente no corredor mas se calando ao ver a sala assim que sua vista colaborou por ter sido acordado no susto

Ele logo chegou na cozinha apontando para o caminho da sala, pasmo e mesmo sem dizer nada Niall já estava balançando a cabeça em concordância.

= Bom dia,Isso é Bacon? .- ele falou coçando a cabeça olhando Louis que virou o rosto ao ver que Liam se encontrava apenas de calças e visivelmente sem cuecas.

The never again l.sOnde histórias criam vida. Descubra agora