Cap 18

30.4K 2.5K 1.7K
                                    

Josh pov's

Era possível que eu acabasse de piorar as coisas com a Any, ainda mais, mas dessa vez eu não iria ficar parado sem fazer nada.

No momento que Any saiu da sala, praticamente correndo, eu fiz o mesmo.

Josh: Cancela todas as minhas consultas de hoje- falo para a recepcionista e sigo correndo pra fora do consultório.

Avistei Any bem longe do consultório, sentada em um banco da pequena pracinha. Corri até Ela, me sentando do seu lado

Any: Não fala comigo. - fala limpando as lágrimas do seu rosto.

Eu fiz como ela pediu, ficamos olhando pro nada por longos minutos, evitando o contato visual. Olhávamos pra tudo, menos um para o outro, e ninguém falava nada.

Ela evitava se mexer, e tentava segurar o choro, eu queria abraça- la, e limpar suas lágrimas. Pensando Bem, ela mandou eu não falar com Ela, não disse nada sobre não tocá-la.

Com cuidado e receio, limpei delicadamente suas lágrimas, fazendo com que sua expressão mudasse, agora, pra confusa e debochada.

Any: Vai se ferrar, Joshua. Eu mandei não falar comigo

Josh: É, mas não disse nada sobre tocar. - solto um pequeno riso, e sinto meu braço arder, ela me deu um tapa- Doeu, tá?

Any: Tô nem aí, agradeça que eu não passei tua cara no asfalto. - Ela cruza os braços e faz cara feia, olhando pra mim.

Eu não aguentei vê-la assim e não sorrir, então soltei uma gargalhada, e ela me acompanhou.

Josh: Sabia que fica linda com raiva, e mais linda ainda sorrindo- olho nos seus olhos.

Any: Você não vai aliviar minha raiva, com essas palavras fofas e esse olhar maravilhoso.

Josh: Tem razão, é por isso que eu vou te explicar tudo agora- respiro fundo - Eu namorei uma piscicopata, maluca, doente mental. No começo do nosso namoro, era tudo perfeito, mas depois ela começou a ficar obcecada pelas minhas pacientes, sentia ciúmes de todas. Ela chegou a tentar me matar e matar duas pacientes minhas, além de ameaçar a minha família. Eu terminei com ela, porém até hoje ela não aceita isso. Depois do atentado, ela foi internada em uma clínica de bosta, que recentemente liberou ela, por bom comportamento. Um dia depois da balada, ela apareceu no meu consultório e não queria sair. Foi por esse motivo que eu te tratei daquela maneira, ela é perigosa demais, e se soubesse de você, se soubesse que a gente ficou, não iria ficar queta. Então pra te proteger, eu decidi fazer isso, eu só queria, quero, o seu bem, Any. Acredite, não foi fácil fazer isso, não foi fácil me afastar de você, te tratar daquele jeito, ver você brava comigo. Me desculpa.

Ela não fala nada, apenas me abraça, me abraça forte e eu retribuo. Ficamos assim por um bom tempo, sinceramente, eu não queria sair dali de jeito nenhum, mas infelizmente saí

Any: Se eu soubesse disso, não tinha te xingado - ela solta um riso fraco

Josh: Era a raiva agindo

Any: Eu agradeço por sua preocupação, e sou grata por Ela, mas eu posso me cuidar sozinha, me proteger sozinha dessa maluca. E eu te aconselho a não privar a sua vida por causa dela, isso é tudo que ela quer.  Então, para de afastar as pessoas da sua vida, por causa dela.

Josh: Obrigada!

Autora
Vai ter maratona, mas tenham paciência
Cap não revisado
Votem e comentem

o Ginecologista- BeauanyOnde as histórias ganham vida. Descobre agora