Cap 45

11.7K 1.1K 660
                                    

Leêm as notas finais, são de extrema importância e acho que vocês vão gostar



Josh pov's

Quando eu vi a pequena Zoe, meu coração acerelou e senti um frio na barriga. Definitivamente ela é linda, e por um momento eu tive a esperança dela ser minha filha, mas aí ela disse convicta, que o pai dela era o Lyan.

Por mais errado que eu tenha feito quando a Gabrielly me falou Sobre a gravidez, eu tinha esperanças que poderia ser pai da Zoe, e sinceramente, ainda tenho

Sei que a Any me disse que tinha perdido nosso bebê, e por mais que isso talvez seje mentira da parte dela, apenas por não querer falar que sou pai da Zoe ou que ela estava mentindo sobre a gravidez, eu a entendo. Hoje eu percebo que a forma como a tratei há três anos atrás, foi escrota da minha parte, egoísta e muito mais.
Entendo a mágoa e o ódio que ela deve ter por mim, tanto ela como a Nanda, e não julgo, caso ela esteja mentendo sobre a Zoem

Eu não acredito 100 porcento de que a Zoe é filha do Lyan, eu ainda acho que ela é minha filha, mas isso eu não vou questionar com a Gabrielly, eu vou descobrir sozinho. Se eu for mesmo pai da Zoe, e ela já saber disso e de como eu tratei a Any, e por isso me olhou com uma cara nada boa e falou que o Lyan, eu vou tentar de todas as formas, conquista-la, a tentar faze-la me perdoar. Mas antes de me desculpar com a Zoe, eu tenho que arrumar uma forma de me desculpar com a Any.

Talvez eu esteje errado sobre a Zoe ser minha filha e a Any estar mentindo, mas eu já cometi esse erro uma vez, e não vou cometer de novo. Eu preciso arrumar um forma de ter provas concretas de que a Zoe é minha filha, e eu sei quem pode me ajudar.

Tem a possibilidade de que ela não seja minha filha, e que a Any tenha Realmente perdido nosso bebê, mas eu não consigo acreditar nisso, e nem quero.

Em relação a Laura, por enquanto eu prefiro não falar nada pra ela, estou pensando seriamente em terminar. Primeiro que eu não estou sendo certo com ela, em relação aos meus sentimentos, eu não estou sendo certo comigo mesmo. Minha cabeça está ao ponto de explodir com todos esses assuntos, é muita coisa ao mesmo tempo. Tem o assunto da minha provável filha, tem a Laura, e tem meus sentimentos pela Any,  eu não sei ao certo, oque sinto no momento.

Aproveito que já estou no bairro, onde fica a casa do Krystian –  a pessoa que vai me ajudar a descobrir a verdade – e dirijo até sua casa. Cerca de alguns minutos depois, eu chego.
Toco a Campanhia dias vezes, e na Terceira, o Krystian abre a porta, com uma cara de sono, que logo em segunda muda, após me ver.

Krystian: Brotou da onde, cria?

Josh: Eu voltei Krystian, já se passaram os três anos que eu tinha que passar na Inglaterra, e tô de volta. Posso entrar? – pergunto e logo em seguida ele abre Espaço para que eu entre

Krys: Ok, já sei que você tava na Inglaterra, e que já voltou, o Noah me contou sobre sua volta e tudo mais. Porém oque eu não entendo, é você estar essa hora do dia, na minha casa. A saudade foi tanta, é? – fala me guiando até uma pequena mesa que tinha na sala.

Josh: Também, mas eu preciso da sua ajuda – falo me sentando

Krys: Primeiramente eu quero dizer, que você foi um tremendo babaca e filho da puta com a Any. Cara, o que você fez, a deixou destruída, você não tem noção. Ela te amava e estava carregando um filho seu na barriga, e você fez oquê? Disse que a mesma estava mentindo. Eu só ainda falo com você, porquê eu não sei ao certo seus motivos pra isso, mas eu ainda tenho raiva de você por isso, e não passo mão na sua cabeça — fala sério

o Ginecologista- BeauanyOnde as histórias ganham vida. Descobre agora